mato grosso

Mato Grosso dá mais um passo para automatização da Junta Comercial

Publicado


.

Com o objetivo de automatizar os serviços da Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat), Mato Grosso irá participar do Projeto Empreendedor Digital, do Sebrae nacional. A importância da digitalização foi tema da reunião entre o governador Mauro Mendes, o secretário de Desenvolvimento, César Miranda, o consultor de apoio do Empreendedor Digital, Alex Barbosa, a presidente da Jucemat, Gercimira Rezende, e o vice-presidente da Jucemat, Helio Tito, nesta quinta-feira (17.09), no Palácio Paiaguás.

Conforme o governador, a possibilidade de melhorar ainda mais o acesso aos serviços oferecidos pela Jucemat é de interesse do governo para fomentar o ambiente de negócios e facilitar a vida do empreendedor. “A digitalização é uma etapa muito importante que precisamos implementar em todo o Estado. Queremos desburocratizar, simplificando a relação do Estado com as empresas e com o cidadão”, afirma o governador sobre a importância deste convênio para a eficiência dos serviços prestados. 

Para a presidente da Jucemat, Gercimira Rezende, este passo é essencial para avançar ainda mais na automatização da Junta Comercial. Este já é o segundo Convênio que a Junta Comercial participa para a digitalização da Jucemat, que é hoje referência no Brasil, ofertando todos os seus serviços pela internet, com destaque para o atendimento ao cidadão pelo chat no site da autarquia. Pela ferramenta, servidores capacitados tirar dúvidas e prestam atendimento pela internet.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, acrescenta que, para os empreendedores, a burocracia é um desafio que será superado. “Facilitar a vida dos pequenos, médios e grandes empresários que precisam de formalizar os seus atos na Junta Comercial fomenta os negócios de Mato Grosso. E é esse ambiente de desburocratização que vamos oferecer a quem quer investir no estado”, ressalta.

O consultor de apoio à coordenação do projeto Empreendedor Digital, Alex Francisco de Oliveira Barbosa, avalia que o país já possui todo o arcabouço jurídico que para apoiar a digitalização dos negócios, e que o apoio oferecido pelo governo será fundamental neste processo. 

“A inovação vai facilitar o ambiente de negócios de Mato Grosso, e ampliar a integração com os municípios de todo o estado. Atualmente, 28 cidades estão integradas a Rede Simples, e oferecem os serviços de licenciamento no Ato de abertura de empresas pela internet. O objetivo é chegar a todos os municípios integrados”, explica sobre a cobertura da abertura automática de empresas. 

O Projeto Empreendedor Digital tem como objetivo automatizar totalmente a análise de abertura de empresas, e os serviços das Juntas Comerciais. A abertura de uma empresa passa a ser automatizada, sem interferência humana, além da alteração de empresas, que é o grande volume dos serviços dentro das Juntas Comerciais.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Governador anuncia aos servidores a correção monetária sobre salários escalonados

Publicado


O Governo de Mato Grosso vai pagar aos servidores estaduais (ativos e inativos) a correção monetária sobre os salários que foram pagos de forma escalonada.

O anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes nesta terça-feira (27.10), após reunião com os secretários Rogério Gallo (Fazenda) e Basílio Bezerra (Planejamento e Gestão).

A correção será paga de uma só vez a todos os servidores que têm o direito na folha de novembro, junto com a folha de pagamento.

“Infelizmente o Estado de Mato Grosso, nos últimos anos, atrasou salários e em alguns meses pagou de forma parcelada. E a legislação estadual diz claramente que quando o Estado paga além do dia 10, o servidor tem direito à correção monetária. Graças ao nosso trabalho e dos nossos servidores, conseguimos consertar o Estado e isso nos permitiu pagar este direito”, afirmou o governador.

Os valores são correspondentes a pagamentos atrasados e/ou escalonados no período de agosto de 2017 a outubro de 2019, incluindo o 13° do período.

A correção será feita pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

De acordo com o secretário da Seplag, Basílio Bezerra, o Governo tem envidado todos os esforços para corrigir distorções ocorridas no passado relativas aos servidores públicos. “Esse pagamento é justo e representa a valorização e respeito aos servidores públicos estaduais”, ressaltou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana