MULHER

Magia com Cristais? Saiba mais!

Publicados

em


source

João Bidu

undefined
Sérgio Olens

Magia com Cristais? Saiba mais!

Nos dias atuais em que cresce cada vez mais o estudo sobre os diversos sistemas de magia e manipulação de energia, a utilização dos Cristais como fonte geradora de poder, se tornou bastante difundida nos círculos de prática de magia natural, bruxaria moderna e nas religiões que utilizam técnicas mágicas. Os cristais são poderosos aliados nas mãos dos magos, bruxos ou qualquer outro praticante de artes místicas que deseja aumentar o campo energético de seus trabalhos, potencializar o efeito de um ritual ou encantamento, ou até mesmo se proteger de energias nocivas.

A magia feita com a utilização dos cristais não requer um aprendizado muito extenso. Basta saber com que energia está lidando e aliá-la com seu intento ou inserir essas energias à sua filosofia de vida. Nesse sentido, a magia com os cristais pode ser feita de diversas formas como: banhos, utilização de fases da lua, meditações, proteção, harmonização de ambientes, mandalas e grades, rituais com os quatro elementos, criação de círculos mágicos, criação de talismãs, amuletos, patuás e muito mais.

Em resumo, deixo aqui algumas técnicas já abordadas por mim e que podem ser manipuladas magisticamente e associadas ao seu trabalho de magia para amor, proteção, saúde, vidência e prosperidade.

Mandalas com Cristais

Uma das formas mais comuns do uso dos cristais para manifestação e realização de algo é através de Mandalas, que se popularizaram atualmente e também são conhecidas como Grades de Cristal. É uma poderosa técnica de magia com a utilização da geometria sagrada. A palavra Mandala significa círculo e representa o movimento constante de ligação do homem com o universo. Criar uma mandala é manifestar uma forma geométrica ou símbolo que irá trabalhar e movimentar os mecanismos energéticos para que um desejo se torne realidade. Podem ser criados para diversas finalidades como proteção, amor, cura e prosperidade, contendo a energia dos cristais nelas trabalhados e ampliam e intensificam a intenção de quem as criou para que se manifeste no plano físico, se tornando realidade.

Banhos e Poções

A água, como um poderoso condutor de energia, associada à energia dos cristais se torna um potente purificador e harmonizador do corpo humano tanto em seu aspecto físico quanto energético. Os banhos com cristais e as poções (também conhecidas no meio terapêutico como Elixir ) podem ser preparados através da emanação da luz solar e lunar, sempre respeitando suas fases, assim como com a utilização das horas e trânsitos planetários para proteção, amor, atração, saúde e prosperidade.

Proteção e Harmonização de Ambientes

A nossa casa é o local em que passamos o maior tempo e é considerado o local mais sagrado por isso. Ela é uma extensão da nossa alma, portanto, quando cuidamos da casa também estamos cuidando da nossa alma. Através da utilização da energia dos cristais podemos não só harmonizar a casa como blindar ela contra energias nocivas, além de magnetizá-la para atrair o que desejamos. Isso é válido não só para casa como para ambientes como comércio e etc.

Cura e Purificação

Com os benefícios dos cristais e suas variadas vibrações energéticas, podemos acelerar os processos de cura, realinhar energeticamente o corpo e tratar diversos males da mente e da alma. Podem ser utilizados de forma terapêutica, assim como por meio de talismãs e patuás devidamente energizados para esta finalidade.

Manipulação da Energia dos Quatro Elementos

Os quatro elementos da natureza são a base da prática da magia natural. Tais elementos são essenciais para que a vida exista e que ela possa se desenvolver de forma Material (Terra), Psicológica (Ar), Sentimental (Água) e Espiritual (Fogo) e também, para que toda a magia aconteça. E, portanto, através da energia dos cristais, podemos manipular essas forças através da cor, vibração e até de seus componentes químicos, sendo utilizados como fonte alimentadora da magia, ritual, encantamento ou qualquer manipulação de energia.   

+ Inscreva-se no Clube João Bidu e receba conteúdo exclusivo! Basta baixar o app do Telegram no seu celular e entrar neste  LINK !

TEXTO:  Sérgio Olens | Terapeuta Holístico e Oraculista

INSTAGRAM: @sergio.olens

LEIA TAMBÉM:

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Propaganda

MULHER

“Elas se protegem”, diz mãe de gêmeas, uma delas com Síndrome de Down

Publicados

em


source
Renata Pinheiro e as filhas: Marina e Marcela
Reprodução/Instagram

Renata Pinheiro e as filhas: Marina e Marcela

Como muitas  mulheres , a dentista Renata Pinheiro, sonhava em ter filhos. Ela  engravidou aos 34 anos e teve uma bela surpresa: ao invés de um, eram dois bebês. “Nos exames de pré-natal eu e o meu marido descobrimos que seriam bivitelinos, pois elas tinham peso e tamanho diferentes.

Foi uma surpresa, uma alegria, mas também veio o medo de ser difícil financeiramente e de cuidar de duas crianças ao mesmo tempo”, conta. No nascimento, outra descoberta: Marina tinha Síndrome de Down e Marcela não. “No começo foi muito turbulento. Eu, mãe de primeira viagem, de duas meninas e cada uma com características individuais, me assustou”, diz.

Renata conta que ter uma filha com Síndrome de Down a fez descobrir toda uma área de conhecimento. “Aprendi sobre os direitos que estão na Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, fiz cursos e participo de palestras. Mas os fatos que vivenciamos na rotina é que nos ensinam e nos fortalecem”, conta.

Além de buscar informação por conta própria, ela conta que também encontra apoio para em grupos de mães e famílias com crianças com a mesma condição. “Faço parte de grupos de mães que vivem realidades parecidas e é muito bom. A sociedade precisa se preparar, tanto no aspecto físico e estrutural quando no pessoal. As pessoas com deficiência estão aí e têm o direito de estarem em todos os lugares”, afirma.

Essa rede de apoio, somada ao acolhimento que recebe de sua família, foram fundamentais para que ela soubesse lidar com situações de preconceito envolvendo a filha. “Já tive matrícula recusada em escola particular e na escola de natação da cidade. Nesse período eu era imatura frente a discriminação, mas hoje sei reinvidicar e lutar pelos direitos dela”, conta Renata, que já venceu um processo contra uma empresa de recreação por discriminação. 

“Infelizmente sei que novos absurdos podem acontecer, porém, eu tenho que prepará-la para a sociedade. A sociedade que não está preparada para ela”, diz. 

Você viu?






Mesmo com as diferenças, a criação das duas é a mesma. A única diferença é que Marina faz acompanhamento com uma fonoaudióloga e psicopedagoga. “Para as duas, mantemos a mesma rotina, exigimos disciplina e buscamos que sejam educadas dentro dos nossos critérios. As duas fazem as mesmas atividades, só isso que difere mesmo”, conta.

Felizmente, o preconceito não abala as relações familiares e a amizade entre as irmãs Marina e Marcela, hoje com oito anos. “As duas são muito companheiras. Estão na fase de ‘ranhetice’, mas elas se protegem. Uma briga com a outra, mas não venha ninguém falar ou brigar com uma que a outra a defende”, conta. 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana