BRASIL E MUNDO

Lula ataca Bolsonaro em carta e sinaliza candidatura em 2022

Publicado


source
Ex-presidente Lula da Silva
Agência Brasil

Ex-presidente Lula da Silva

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu um sinal claro, nesta segunda-feira, que entrará de cabeça na disputa pela Presidência da República, caso consiga reverter a sua ilegibilidade na Justiça.

Em carta à nação, escrita e publicada em vídeo, o petista fez duras críticas a Jair Bolsonaro , que pode ser o seu principal concorrente no pleito de 2022. É importante ressaltar que Lula segue impedido de concorrer, por ter sido condenado em segunda instância, porém, conforme o especialista em direito público e eleitoral, Agnelo Sad Junior, o quadro pode mudar, caso haja uma anulação das decisões judiciais condenatórias.

Lula aproveitou o feriado de 7 de setembro para criticar duramente a forma que o atual comandante do país está lidando com a pandemia. De acordo com o ex-presidente, o governo “converteu o coronavírus em uma arma de destruição em massa”.

“Um governo insensível, irresponsável e incompetente, que desrespeitou as normas da Organização Mundial de Saúde e converteu o coronavírus em uma arma de destruição em massa. Os recursos que poderiam estar sendo usados para salvar vidas foram destinados a pagar juros ao sistema financeiro.”, apontou.

Nesta segunda-feira,  o presidente Jair Bolsonaro participou de uma solenidade no gramado do Palácio da Alvorada. Sem máscara, ele provocou aglomeração e cumprimentou populares numa cerimônia de cerca de meia hora.

Lula também falou sobre o sucateamento do SUS e do trabalho feito pelos profissionais da saúde para lutar contra o vírus.

“Os governos que emergiram do golpe congelaram recursos e sucatearam o Sistema Único de Saúde, o SUS, respeitado mundialmente como modelo para outras nações em desenvolvimento. E o colapso só não foi ainda maior graças aos heróis anônimos, as trabalhadoras e trabalhadores do sistema de saúde”, criticou.

Ainda em seu pronunciamento, Lula lembrou da última eleição e apontou que o país vive em um “pesadelo sem fim”.

“Aceitaram como natural sua fuga dos debates. Derramaram rios de dinheiro na indústria das fake news. Fecharam os olhos para seu passado aterrador. Fingiram ignorar seu discurso em defesa da tortura e a apologia pública que ele fez do estupro. As eleições de 2018 jogaram o Brasil em um pesadelo que parece não ter fim. Com ascensão de Bolsonaro, milicianos, atravessadores de negócios e matadores de aluguel saíram das páginas policiais e apareceram nas colunas políticas”, disse.

Os processos em que foi condenado pela Justiça também foram alvo do ex-presidente, que acredita que tudo foi arquitetado pelos EUA.

“Nessas conquistas dos trabalhadores, nesse progresso dos pobres, no fim da subserviência, é aí que está a raiz do golpe de 2016. Aí está a raiz dos processos armados contra mim, da minha prisão ilegal e da proibição da minha candidatura em 2018. Processos que – agora todo mundo sabe – contaram com a criminosa colaboração secreta de organismos de inteligência norte-americanos”, afirmou.

Temas como a Amazônia; o sucateamento da Petrobras ; e o “furor privatista” do atual governo; e a perseguição a “pesquisadores, professores e artistas”, também foram abordados na carta, que foi divulgada nas redes sociais de Lula.

Comentários Facebook
publicidade

BRASIL E MUNDO

Internet gratuita e construção de moradias rurais são parte das ações anunciadas pelo Governo Federal para o Maranhão

Publicado


Cerca de três mil maranhenses que vivem em áreas remotas de Imperatriz, Balsas e Açailândia passam a ter acesso à internet gratuita e ilimitada. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (29) e faz parte de um conjunto de ações do Governo Federal para a população do Maranhão divulgado pelo Presidente Jair Bolsonaro e ministros durante evento em Imperatriz.

Ainda foi anunciada a retomada da construção de 218 moradias rurais que estavam paralisadas no estado e o início da elaboração do projeto do Aeroporto Regional de Balsas. E entregue patrulhas agrícolas a associações de produtores rurais.

Internet gratuita

Em Imperatriz, o ponto de internet, que faz parte do programa Wi-Fi na Praça, do Ministério das Comunicações, fica em uma escola municipal do povoado conhecido como “KM 1700”.

Além de apoiar o trabalho dos professores e auxiliar os alunos nos estudos, quem estiver em um raio de 200 metros da antena instalada poderá contar com a internet ilimitada, de 20 megas, no celular ou no computador. É o caso também de uma escola pública do município de Balsas.

“Aqui bem pertinho, no povoado 1700, a partir de hoje, vai ter internet de graça para o povo. Em Balsas, a partir de hoje também tem Wi-Fi na Praça. Aqui [em Imperatriz] vai ser na Escola Afonso Pena onde os professores e alunos poderão ir num raio de 200 metros. Foi instalada essa antena da Telebras”, disse o ministro das Comunicações, Fábio Faria. “Aqui no Maranhão já são 1,3 mil pontos de internet para o povo pobre ter acesso gratuito”, completou.

O objetivo do Wi-Fi na Praça é permitir o acesso gratuito à internet às regiões com baixo índice de conectividade por meio da instalação de antenas.

Já em Açailândia, o sinal está disponível e será instalado em estabelecimento público indicado pelo município. A conexão integra o projeto Governo Eletrônico – Serviço de Atendimento ao Cidadão (GESAC), que oferta internet com 10 mega de velocidade.

Em todo o Maranhão, já são 1.297 antenas de conexão por satélite, de acordo com o Ministério das Comunicações. A maioria das antenas, 88%, está localizada em escolas públicas e o restante cobre unidades de saúde e de segurança pública, aldeias indígenas e espaços comunitários de inclusão digital.

Moradias

As 218 unidades habitacionais que terão a construção retomada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional vão beneficiar mais de 870 pessoas. Elas estão localizadas em Setubinha (39 unidades), Maranhãozinho (49), São Luis (80) e Bacabal (50).

Aeroporto

Durante o evento, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, assinou a ordem de serviço que autoriza a elaboração dos estudos e do projeto do Aeroporto Regional de Balsas. O investimento federal será de R$ 1,7 milhão, por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Pelo projeto, o aeroporto vai ter um terminal de passageiros, seção contra incêndios, pátio de estacionamento de aeronaves e pista de táxi. Estão previstos, também, estudos ambientais e projeto de engenharia. O prazo para a elaboração do documento é de 15 meses.

Patrulhas Agrícolas

Duas patrulhas agrícolas foram entregues para associações de trabalhadores rurais, um investimento de R$ 230 mil por meio da Codevasf. As máquinas foram para a Associações de Trabalhadores Rurais Feiranovense Monte das Oliveiras, em Feira Nova do Maranhão, e de Produtores Rurais na Agricultura Familiar da Comunidade Riacho do Mato e Região, do município de Balsas.

Fonte: Brasil.gov

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana