ENTRETENIMENTO

Luisa Mell se queixa de sequelas da Covid-19: “Olfato nunca mais voltou”

Publicados

em


source
Luisa Mell: confira as polêmicas em que a ativista se meteu para defender os animais
Divulgação

Luisa Mell: confira as polêmicas em que a ativista se meteu para defender os animais

Luisa Mell, ativista dos direitos dos animais , contraiu Covid-19 em março de 2020. Após mais de um ano da infecção, ela não recuperou o olfato, mas voltou a testar positivo. “Essa doença é muito doida. Ele nunca mais voltou, estou sem olfato nenhum agora”, disse ela, que recebeu o novo diagnóstico no dia 1º de maio.

“Estou isolada no quarto. Essa é a pior parte, porque o meu filho [ Enzo Zaborowsky , de seis anos] fica desesperado e morrendo de saudade. Ontem, contei uma história para ele por Facetime”, continuou ela em entrevista ao Notícias da TV.

“Tenho que me isolar até ficar negativa. Meu maior medo era, sem dúvida, passar para o meu marido. Graças a Deus não passei, porque ele fez os exames e hoje testou negativo de novo”, acrescentou.

Questionada sobre como contraiu o vírus, a influencer alega que se cuida como pode. “Não tenho ideia de como peguei. Eu não saio de casa, só para trabalhar. Não tenho como parar totalmente. No ano passado, fiquei meses sem fazer nada. Mas não dá. Eu tenho que ir para o instituto, tenho que fazer resgates e tenho que manter isso”, justificou.

Em 2020, Luisa Mell viveu o drama da Covid-19 com o marido, Gilberto Zaborowsky. À época, os dois tiveram pneumonia, ela de forma leve, ele em um grau mais grave, chegando a ficar internado.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Thiago Gagliasso comemora alta de Mario Frias e dispara alfinetadas na web

Publicados

em


source
Thiago Gagliasso e Mario Frias
Reprodução/Instagram

Thiago Gagliasso e Mario Frias


Bolsonarista ferrenho, Thiago Gagliasso comemorou a recuperação e finalização do tratamento de Mario Frias, nesta quinta (13), após um cateterismo de emergência em Brasília, com indiretas aos opositores da atual gestão,  críticas aos que defendem a volta da Lei Rouanet e referência ao “pedido musical”, uma brincadeira que a revista eletrônica dominical da Globo faz com os atletas que marcam três ou mais gols por jogo.

“Atualizando o placar para vocês, galera: Mario Frias 2×0 Zica dos Rouanenses FC. Na próxima, o coração dele vai pedir música no ‘Fantástico?'”, questionou, aos risos, sugerindo “Gente Bacana”, a canção do refrão “se gritar ‘pega, ladrão’, não fica um, meu irmão”, de Ary do Cavaco, compositor da Portela. Vale lembrar que esta é a segunda vez que o secretário especial de Cultura é atendido com problemas cardíacos em menos de seis meses.


Mostrando contentamento,  o caçula dos Gagliasso ainda desejou força ao substituto de Regina Duarte, que ficou apenas sessenta dias no cargo, declarando “precisamos muito de você” e destacando que ele precisaria de um órgão de aço para suportar os números do rombo da Lei Rouanet, porque “não é pouca coisa, não!”. Aliás, em outra publicação, falou: “O cara, inclusive, já voltou a trabalhar. O coração de titânio antimandinga do mal venceu”.



Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana