ENTRETENIMENTO

Luciano diz que perdeu seguidores ao entrar no gospel: “tentaram me cancelar”

Publicados

em


source
Luciano Camargo: entrou para o Gospel e perdeu seguidores
The Music Journal Brazil

Luciano Camargo: entrou para o Gospel e perdeu seguidores

O cantor Luciano Camargo revelou em uma entrevista recente ao programa The Noite do SBT que perdeu seguidores em sua rede social desde que lançou o álbum gospel A Ti Entrego em 2020.

Você viu?

“Fiquei 45 dias gravando sem ninguém saber. O Zezé sabia da minha vontade, mas ninguém sabia que eu estava fazendo. Com meu projeto não senti discriminação”, iniciou Luciano. “Fui muito bem aceito pela imprensa e todos os canais de televisão.

Porém, nesse mundo de internet, tentaram me cancelar mesmo. Não sou ligado em quantos mil seguidores, mas, por causa do projeto, precisei abrir um canal para mim no YouTube. Porque eu não quis fazer uso de nada do ‘Zezé Di Camargo e Luciano’. Quis fazer do zero”, explicou o cantor.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Ludmilla compartilha crítica sobre lockdown e apaga após ser criticada

Publicados

em


source
Ludmilla
Instagram/Reprodução

Ludmilla

Ludmilla movimentou a internet nesta sexta-feira (5), após compartilhar uma crítica ao lockdown decretado no Rio de Janeiro, onde a cantora reside com a família. A publicação da funkeira questiona se pessoas de serviços considerados não essenciais continuarão frequentando serviços essenciais. “Vidas importam e os trabalhos também”, diz um trecho do texto, que foi apagado minutos depois da publicação ir ao ar. Mas os internautas tiraram print e desde então a cantora vem sendo muito criticada por conta da postagem.

O texto publicado por Ludmilla, que é originalmente do especialista em sobrancelhas, Rafa Paixão, dizia o seguinte: “Será que o dono da academia (não essencial) continuará indo ao supermercado (essencial)? Será que o dono da loja de vestuários (não essencial) continuará indo ao posto de combustível (essencial)? Será que a dona do bar (não essencial) continuará indo à loja de material de construção (essencial)? Será que a filha do músico (não essencial) continuará naquele colégio (essencial)? Será que a dona Maria, garçonete (não essencial), pagará o IPTU (essencial)? Será que o vendedor ambulante (não essencial) pagará o aluguel (essencial)? Será que o artesão (não essencial) pagará a conta de água, luz (essencial)? Será que o que está sendo considerado não essencial, realmente não é mesmo essencial? Tudo é essencial. Vidas importam e os trabalhos também”.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana