economia

Lobo-guará terá “carreira curta”, diz Guedes sobre nota de R$ 200

Publicado


source

Brasil Econômico

Guedes
Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr

Ministro da Economia, Paulo Guedes diz que nota de R$ 200 terá “carreira curta”


A nota de R$ 200 terá “carreira curta” , afirmou o ministro da Economia , Paulo Guedes , nesta quinta-feira (29). Segundo o ministro, a nota “vai se aposentar” em pouco tempo com a chegada do Pix, o novo sistema de pagamentos instantâneos criado pelo Banco Central (BC).


“Esse lobo guará , essa nota grande, foi inventada porque nós tínhamos um problema logístico de pagar as pessoas. As pessoas mais simples não tinham as ferramentas digitais. Tinha que dar o dinheiro físico. E quando dava o dinheiro ele ficava entesourado, ficava em uma comunidade e não saia de lá. Nós tivemos que criar uma nota alta na contramão do mundo”, afirmou.

Segundo o ministro, as economias mais ricas do mundo têm se esforçado para diminuir o valor das cédulas em circulação para combater a corrupção. As notas de R$ 200 e de R$ 100 devem cair em desuso, segundo Guedes, com a difusão do Pix no país.

“No futuro vai acabar a lobo-guará, a nota de R$ 200, a nota de R$ 100. Isso vai diminuir brutalmente. Da mesma forma que tivemos o auxílio emergencial , tivemos que pedir ajuda para o lobo-guará para o dinheiro circular”, declarou.

O Pix foi criado para ser uma nova opção entre TED, DOC e cartões , para pessoas e empresas fazerem transferências e realizarem ou receberem pagamentos. Com o Pix, as transações acontecem em menos de 10 segundos, usando apenas aplicativos de celular.

Comentários Facebook
publicidade

economia

Dólar fecha em R$ 5,37 e tem maior queda em uma semana

Publicado


source

Agência Brasil

.
Reprodução: ACidade ON

No mercado de câmbio, o dólar comercial caiu R$ 0,058 (-1,06%) e encerrou o dia vendido a R$ 5,375


Em um dia de euforia nos mercados globais, a bolsa de valores encostou em 110 mil pontos, e o dólar teve a maior queda em uma semana. A sessão foi marcada por notícias nos Estados Unidos que animaram os investidores em todo o planeta.


O índice Ibovespa, da B3, fechou esta terça-feira (24) aos 109.786 pontos , com alta de 2,24%. O indicador está no nível mais alto desde 21 de fevereiro, antes de os primeiros casos oficiais de covid-19 serem registrados no país. Na ocasião, o índice tinha fechado em torno dos 113 mil pontos.

No mercado de câmbio, o dólar comercial caiu R$ 0,058 (-1,06%) e encerrou o dia vendido a R$ 5,375. Essa foi a maior queda diária desde o dia 17, quando a moeda tinha recuado 1.97%. A divisa operou em baixa durante todo o dia, até fechar próxima da cotação mínima da sessão.

Vários fatores contribuíram para o otimismo no mercado financeiro . Entre eles, a escolha da ex-presidente do Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) Janet Yellen para ser a próxima secretária do Tesouro norte-americano foi bem recebida pelo mercado.

Com um histórico de política monetária expansionista em sua gestão no Fed, Yellen pode promover mais ações que injetem dinheiro na economia norte-americana, o que empurra para baixo a cotação do dólar em todo o planeta.

O índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, fechou acima dos 30 mil pontos pela primeira vez na história.

Os preços do petróleo retornaram aos maiores níveis desde 5 de março, uma semana antes de a pandemia do novo coronavírus ser declarada. O petróleo do tipo Brent, usado como referência para o mercado internacional, fechou em alta de 3,9%, a US$ 47,86 por barril. O petróleo do Texas teve ganho de 4,3%, sendo vendido a US$ 44,91 o barril.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana