economia

Lira volta atrás e diz que não será necessário fazer racionamento de energia

Publicados

em


source
 Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados
Reprodução

Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Arhur Lira (PP-AL), voltou atrás sobre sua  afirmação de que o Brasil precisaria passar por um racionamento de energia para evitar um apagão decorrente da crise hídrica.  Segundo o parlamentar, será necessário apenas um incentivo “de maneira voluntária” ao “uso eficiente” da energia pelos consumidores.

“Falei há pouco com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, que esclareceu que a medida provisória não irá trazer qualquer comando relativo ao racionamento de energia. Será feito o incentivo ao uso eficiente da energia pelos consumidores de maneira voluntária”, disse em suas redes sociais.


Você viu?

A MP à qual se refere o presidente da Câmara prevê ampliar os poderes do Ministério de Minas e Energia na gestão dos recursos hídricos do país.

Mais cedo, em entrevista no Palácio do Planalto, Lira disse que para evitar um apagão, seria necessário “um período educativo, de algum racionamento, para não ter nenhum tipo de crise maior”.

*Com informações da Agência Câmara 

Comentários Facebook
Propaganda

economia

Oito em cada 10 brasileiros buscaram crédito na pandemia, diz pesquisa

Publicados

em


source
Brasileiro buscam crédito para pagamento de dívidas e compra de alimentos
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Brasileiro buscam crédito para pagamento de dívidas e compra de alimentos

Uma pesquisa feita pelo Serasa em parceria com Opinion Box aponta que 79% dos brasileiros buscaram créditos durante a pandemia. Segundo o levantamento, as tentativas de obter ajuda financeira se devem à crise econômica provocada pela pandemia de Covid-19, que geraram aumento do desemprego e reajustes nas contas diárias.

O estudo ressalta que a maioria dos brasileiros procurou o cartão de crédito como opção para gastos durante à crise. 62% da população usou o crédito para compras em supermercados, com preferência para alimentação e higiene pessoal. O uso do cheque especial também foi direcionado para gastos domiciliares. 

Outra forma encontrada pelos brasileiros para encarar à crise foi a contratação de empréstimos pessoais ou consignados. Os valores foram destinados para pagamentos de dívidas. Já financiamentos foram usados na compra de carros ou casas. 

Recusa de crédito 

Segundo Serasa, cerca de 37% da população que solicitou crédito especial tiveram seus pedidos recusados por bancos e financeiras durante a pandemia. Cerca de 40% tiveram a recusa por falta de renda mensal ou baixa possibilidade de pagamento do empréstimo. Já 35% dos créditos recusados foram por inadimplência de clientes. 

A maioria dos recusados buscaram alternativas digitais, como empréstimos em corretoras ou bancos digitais. Enquanto outros tentaram buscar valores com amigos ou parentes e 28% desistiram das tentativas de crédito. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana