economia

Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone

Publicados

em


source
Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone

Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone

O parecer técnico da Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou a aprovação sem restrições do acordo de fusão da Linx (LINX3) com a Stone (NASDAQ:STNE), informaram as companhias na quarta-feira (7).

Segundo a Linx, a companhia manterá os acionistas e o mercado em geral informados acerca do andamento do referido processo e da decisão final que vier a ser proferida pelo Tribunal Administrativo do Cade.

Até lá, aponta o comunicado, as companhias continuarão operando de forma independente.

Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone

Linx

A Linx anunciou que seu produto TEF Linx já recebeu integração para operar pagamentos via Pix.

A companhia elencou dados do Banco Central (BC) que mostram que até o dia 14 de janeiro, 56 milhões de pessoas cadastraram ao menos uma chave Pix. A novidade já alcançou mais de ¼ da população brasileira em menos de três meses.

No total, foram realizadas mais de 237 milhões de operações com o novo sistema, movimentando mais de R$ 203 bilhões no período. No entanto, a maior parte dessas transações ocorrem em transferências entre pessoas físicas.

Você viu?

O TEF Linx foi desenvolvido pela Linx Pay Hub e funciona a partir do sistema de Transferência Eletrônica De Fundos (TEF). A tecnologia do TEF realiza todo o processo de pagamento, integrando o sistema de vendas dos varejistas com as principais empresas adquirentes e carteiras digitais responsáveis pela autorização do pagamento.

“Por estar totalmente integrado ao sistema de ponto de venda do varejista, o pagamento com o Pix via TEF será contabilizado como qualquer outro. O comprovante é emitido assim que a compra for confirmada, em no máximo 10 segundos, e o varejista terá a visualização completa dos seus recebíveis no final do dia, da semana ou do mês”, comenta Denis Piovezan, VP da Linx Pay Hub.

Na prática

Na prática, o cliente ganha o tradicional canhoto de recibo e o varejista garante que o pagamento aconteceu no sistema, coletando informações sobre a conta bancária em que o valor entrou, taxas aplicadas à transação, montante recebido via Pix em um determinado período e estratégias de ofertas para a modalidade.

Piovezan explica que o pagamento instantâneo será feito a partir de um QR Code, gerado no momento da compra, que estará disponível na tela do sistema de venda ou na loja com o sistema TEF Linx integrado ao Pix e/ou QR Linx. Neste momento, bastará ao cliente utilizar seu internet banking ou sua carteira digital preferida em um dispositivo móvel, como um smartphone, para ler o código e realizar o pagamento.

Veja LINX3 na Bolsa :

alt

  • Só clique aqui se já for investidor

O post Linx (LINX3) recebe parecer técnico positivo para fusão com Stone apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira .

Comentários Facebook
Propaganda

economia

Confiança do empresário cai pelo quarto mês seguido, diz CNI

Publicados

em


Pelo quarto mês consecutivo, a confiança do empresariado industrial brasileiro apresenta queda, segundo o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei). De acordo com o levantamento divulgado hoje (14) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi registrada uma queda de 0,7 ponto no índice relativo a abril de 2021, na comparação com março.

Segundo a CNI, o Icei de abril ficou em 53,7 pontos. Em março, o índice estava em 54,4 pontos. Em abril de 2020, quando o índice refletia de forma mais intensa os efeitos da pandemia na indústria, o ICEI estava em 34,5 pontos.

Apesar de ser o quarto mês seguido de queda na confiança empresarial, o índice se mantém acima dos 50 pontos – em uma escala de 100 pontos –, patamar que separa confiança e falta de confiança das empresas na economia brasileira.

No acumulado do ano, a queda chega a 9,4 pontos, acrescenta a CNI. “Há uma visão mais negativa em relação ao momento atual. As expectativas dos empresários para os próximos seis meses até melhoraram moderadamente, mas recuperaram apenas parcialmente a piora do mês anterior”, informou, em nota, o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo.

Condição atual e expectativas

Ainda de acordo com a CNI, o Índice de Condições Atuais caiu 4 pontos, passando de 48,9 pontos para 44,9 pontos. Com o indicador abaixo dos 50 pontos, o resultado indica a percepção de que “a piora do estado atual da economia brasileira e das empresas é mais intensa e disseminada entre os empresários”.

Apesar de uma avaliação mais negativa das condições correntes, os empresários da indústria “mostram maior otimismo com relação aos próximos seis meses”, com uma alta de 0,9 ponto percentual no Índice de Expectativas, que passou de 57,2 pontos para 58,1 pontos.

Este índice de expectativa havia recuado 5,4 pontos na passagem de fevereiro para março. “Ou seja, há uma melhora do otimismo, mas ele não retomou o patamar registrado entre agosto de 2020 e fevereiro de 2021, quando superou os 60 pontos”, acrescenta a CNI.

Edição: Denise Griesinger

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana