POLÍCIA

Líder de associação criminosa envolvida em roubo de cargas é preso pela Polícia Civil em Rondonópolis

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Operação Carga Pesada, realizada nesta segunda-feira (10.05) pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis, prendeu preventivamente um homem investigado por liderar uma associação criminosa envolvida com roubos, furtos e adulteração de cargas de grãos na região sul do estado.

Os policiais civis cumpriram ainda três mandados de busca e apreensão autorizados pelo juízo da 3ª Vara Criminal de Rondonópolis. Em dois endereços distintos na cidade, a equipe da DERF apreendeu veículos de luxo, arma de fogo, uma grande quantidade de joias, aparelhos celulares, entre outros objetos.

A prisão do investigado é fruto de uma apuração que vem sendo realizada desde o mês de março, quando a DERF, com apoio da Delegacia de Pedra Preta, desarticulou um grupo criminoso e prendeu nove pessoas envolvidas com roubos de caminhões, receptação e adulteração das cargas roubadas.

Investigação

Durante a ação realizada no dia 25 de março, os policiais civis recuperaram uma carga de soja recém-roubada e apreenderam um caminhão, duas máquinas pá-carregadeiras e objetos destinados à adulteração do produto. 

A Polícia Civil chegou aos suspeitos após receber informação sobre um caminhão trator com reboque e semirreboque que foi localizado, porém, sem nenhuma carga.

Com base nos registros de ocorrências de roubos de cargas que a DERF vinha apurando, os policiais conseguiram identificar um galpão, no Distrito Industrial de Rondonópolis onde os suspeitos foram encontrados junto com a carga de soja roubada. 

Quando a equipe policial chegou ao galpão, a soja estava passando pelo processo de transbordo, o que caracteriza a adulteração.

Durante as investigações, a equipe da DERF apurou a identificação de todos os envolvidos e a atuação de cada membro do grupo, desde aqueles que realizavam o roubo da carga, transporte, descarregamento, entre outras fases, até a última etapa, que era a adulteração do grão.

A associação criminosa possuía um forte esquema montado, contando com contabilidade, transferências e recrutamento de motoristas e ajudantes. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Autor de triplo homicídio em Mato Grosso é preso no interior de Rondônia

Publicados

em

Por Raquel Teixeira

Um homem indiciado pela Polícia Civil por um triplo homicídio ocorrido há três anos em Aripuanã (1.002 km a noroeste de Cuiabá) foi localizado e preso no último fim de semana, no interior de Rondônia. Ele foi apontado nas investigações sobre o crime como um dos autores dos homicídios de três pessoas de uma mesma família.

O homem de 44 anos foi preso na região do município de Alto Alegre dos Parecis. Policiais militares do município de Rondônia estavam em patrulhamento na zona rural, durante a Operação Narco Brasil, quando abordaram uma camionete conduzida pelo foragido. Em checagem aos dados pessoais nos sistemas de segurança pública foi constatado o mandado de prisão emitido pela Comarca de Aripuanã.

O foragido foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil de Alta Floresta d’Oeste, onde foi formalizado o mandado de prisão.

Crime

Em outubro de 2019, as vítimas Matheus Paes Zeferino, 20 anos, Osmir Zeferino, 48 e Klidio Henrique Richieri Ferreira, 26 anos, foram mortas em um garimpo na região do distrito de Conselvan, a aproximadamente 14 quilômetros da cidade de Aripuanã.

As equipes policiais encontraram as vítimas dentro de uma camionete modelo Hillux, todas alvejadas com disparos de arma de fogo. No assento do motorista estava Osmir, no banco da frente estava o filho, Matheus e no assento traseiro, Klidio, genro de Osmir.

Em análise no local do crime, a Polícia Civil constatou que as vítimas não tiveram chance de reação e que no momento em que ocorreram os disparos estavam falando com quem cometeu o crime.

Durante apuração sobre o triplo homicídio, a equipe da Delegacia de Aripuanã chegou à identificação de duas pessoas envolvidas no crime, uma delas a que foi presa. Conforme a investigação, o autor do crime teria discutido com as vítimas por causa de uma caixa d’água no garimpo e logo depois ocorreram as mortes.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana