TRIBUNAL DE JUSTIÇA MT

Justiça Comunitária de Chapada faz ação para crianças do Distrito de Água Fria

Publicado


Justiça Comunitária da Comarca de Chapada dos Guimarães (67 Km de Cuiabá) e lideranças do Distrito de Água Fria realizaram na segunda-feira (12 de outubro) uma ação para crianças da localidade. “Foi uma manhã animada, de mais ou menos umas três horas de atividades, e, certamente, conseguimos fazer a diferença na vida daquelas pessoas”, assinalou o juiz da 1ª Vara Cível e diretor do Fórum, Leonísio Salles de Abreu Júnior.
 
De acordo com o magistrado, o evento foi um sucesso, justamente porque contou com o apoio da coordenação estadual da Justiça Comunitária, do Tribunal de Justiça, comandada pelo juiz José Antônio Bezerra Filho, e com parceiros e colaboradores do município de Chapada dos Guimarães. “Mais uma vez mostramos que podemos fazer algo a mais com a junção de esforços”, destacou doutor Leonísio Salles. Para realização do evento os organizadores adotaram os protocolos de prevenção à Covid-19.
 
Além de doces, cachorro quente e brinquedos para as crianças, moradores da região receberam roupas doadas por parceiros da Justiça Comunitária estadual. Na visão do juiz, a comunidade, com a organização da ação, mostrou união e compromisso com causas sociais.
 
Tatiane Guerra, da coordenação estadual da Justiça Comunitária, disse que a equipe, formada por agentes comunitários e servidores da Comarca de Chapada, aproveitou a festa para passar informações e orientações jurídicas e de Direito para moradores da comunidade. “Todos nós doamos pouco tempo do nosso dia e deixamos muita gente feliz. Isso é fantástico”, finalizou doutor Leonísio Salles.
 
Álvaro Marinho
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
 
 

Comentários Facebook
publicidade

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MT

TJMT realiza a 15ª Semana Nacional da Conciliação no dia 30

Publicado


Segunda-feira, 30 de novembro, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso dará início a 15ª Semana Nacional da Conciliação, evento que é um marco anual das ações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Durante cinco dias, até quatro de dezembro, o Judiciário mato-grossense estará empenhado em oferecer e fortalecer a cultura do diálogo e da autocomposição por meio da conciliação.
 
No banner, neste link (clique AQUI), postado no portal do Poder Judiciário, tem informações sobre como participar; como funciona a conciliação; que tipos de conflitos podem ser resolvidos; com a pandemia da Covid-19, como serão realizadas as audiências de conciliação; como tirar dúvidas sobre a Semana Nacional da Conciliação e como solucioná-las. No banner também é possível localizar o Núcleo ou o Centro de Conciliação mais próximo.
 
Nessa semana, de 30 de novembro a 04 de dezembro, podem ser resolvidos diversos tipos de conflitos, como, por exemplo, questões contratuais, divórcio, e alimentos e a guarda dos filhos entre os pais. É importante que os envolvidos compareçam às audiências munidos de empatia e boa vontade, visando a composição amigável do conflito.
 
De acordo com a presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), desembargadora Clarice Claudino da Silva, a população deve priorizar a utilização da conciliação e mediação porque cada um sabe o que é melhor para si mesmo. A magistrada afirmou que terceirizar a solução de um problema, que só quem está sentindo sabe realmente o grau de importância, não parece ser o melhor caminho. “Pois corre o risco de resolver a questão, mas não o conflito. O importante é trabalhar, com o uso das técnicas adequadas a cada caso concreto, a causa que levou àquele conflito, chegando a melhor solução para todos os envolvidos, onde todos saiam satisfeitos, onde não haja a dualidade de vencedor x perdedor”, assegurou a presidente do Nupemec.
 
A juíza-coordenadora do Nupemec, Cristiane Padim da Silva, ressalta que o movimento nacional pela conciliação vem demonstrando o fortalecimento da cultura do diálogo entre os brasileiros. “Tenho certeza de que, juntos, alcançaremos o nosso objetivo, que é o da pacificação social efetiva. A Semana Nacional da Conciliação é um período muito importante para buscarmos a resolução pacífica dos nossos conflitos”, destacou a juíza.
 
 
Doutora Cristiane Padim assegurou que o Nupemec está à disposição para os esclarecimentos necessários. E os contatos podem ser pelo e-mail: [email protected], ou pelos telefones (65) 3617 3658 / 3659, das 13h às 19h, de segunda a sexta-feira.
 
Álvaro Marinho
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
 
 
 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana