TRIBUNAL DE JUSTIÇA MT

Judiciário disponibiliza novo site do PJe com tutoriais para diferentes perfis de usuários

Publicados

em


Poder Judiciário de Mato Grosso disponibiliza novo hotsite do Processo Judiciário Eletrônico (PJe), que está em sua quarta atualização, a 2.1.8.1. Na página é possível encontrar o histórico da evolução da plataforma digital, normativas, acesso ao PJe, vídeos sobre a plataforma, contato do suporte, além de informações sobre Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).
 
Hoje o sistema está preparado para dar efetividade à Justiça 4.0, que usa novas tecnologias e inteligência artificial para promover o acesso à justiça. Sob a liderança da atual presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargadora Maria Helena Póvoas, o TJMT concluiu em outubro de 2021 a atualização desta versão do PJe.
 
A nova versão do PJe permite, entre outras novidades, a ampliação das configurações de etiquetas para facilitar o controle de tarefas e organização dos processos e cadastro de impedimentos ou suspeições de magistrado, de forma a criar regras de prevenção nas distribuições de ações com base no nome de advogados e de partes do processo.
 
Com a evolução, o PJe recebeu melhorias e novas funcionalidades foram implementadas. Agora já é possível selecionar sigilo para polos (pessoas do processo) no momento da distribuição da ação; integrar o PJe com o sistema “consumidor.gov.br”, que permite o registro da reclamação e distribuição da ação ao mesmo tempo.
 
Ainda permite, com apenas um login, acessar PJe, Sisbajud, Renajud e outros sistemas, por meio do sistema de acesso SSO (Single Sign On Software). Outra novidade é o E-Carta, uma integração do PJe com o Serviço dos Correios que faz o envio e recebimento de AR. E, por fim, a facilidade das intimações em lotes para grandes demandantes e instituições públicas.
 
Com as novidades implementadas, a Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTI) solicitou ao Núcleo de Inovação tutorias de acesso à plataforma. São vídeos que explicam o passo a passo para os diversos perfil de usuários que usam o PJe.  
 
PJe – Foi desenvolvida pelo CNJ em parceria com diversos Tribunais e conta com a participação consultiva do Conselho Nacional do Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil, Advocacia Pública e Defensorias Públicas, o PJe não para de evoluir e a proposta agora é facilitar a utilização da ferramenta e torná-la mais estável.
 
Atualmente cerca de 823 mil processos estão tramitando no Judiciário mato-grossense, e 99% são virtuais (apenas 1.380 são processos físicos). Até 30 de novembro de 2021, o total de movimentos registrados pelo PJE foi de 24.805.790.
 
Alcione dos Anjos
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

Comentários Facebook
Propaganda

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MT

Ouvidoria da Mulher do Judiciário preserva e garante direito das mulheres

Publicados

em


A Ouvidoria da Mulher do Tribunal de Justiça de Mato Grosso é um canal de acesso direto e ágil disponibilizado a toda a população. O objetivo é preservar e garantir o direito das mulheres e de questões de gênero e é também um canal de denúncias. Todas as manifestações são feitas de forma on-line, sem que a pessoa precise sair de casa.
 
Esse é uma ferramenta que auxilia a quebrar o ciclo da violência doméstica, uma das iniciativas do Judiciário estadual, sob a presidência da desembargadora Maria Helena Póvoas.
 
Por meio da Ouvidoria da Mulher é possível tirar dúvidas, fazer sugestões, reclamações, solicitar informações sobre processos em trâmite das Varas de Violência Doméstica de todo Estado, entre outros.
 
O serviço é efetivado pelo banner da Ouvidoria da Mulher, na pagina principal do site do TJMT; por e-mail: [email protected] ou pelo aplicativo ClickJud, preenchendo um formulário eletrônico.
 
Campanha – A campanha ‘A vida recomeça quando a violência termina: quebre o ciclo’, foi lançada em março do ano passado, no início da gestão da presidente Maria Helena Póvoas. A iniciativa visa o enfrentamento da violência doméstica contra a mulher e o fortalecimento de ações voltadas à violência contra a mulher, uma das seis diretrizes da atual Administração do Poder Judiciário estadual (biênio 2021/2022).
 
 
 
Leia notícias relacionadas nos links abaixo:
 
 
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana