Saúde

Itália anuncia doação de 15 milhões de vacinas contra a Covid-19

Publicados

em


source
Itália anuncia doação de 15 milhões de vacinas contra a Covid-19
Tânia Rêgo/Agência Brasil

Itália anuncia doação de 15 milhões de vacinas contra a Covid-19

A Itália vai doar 15 milhões de doses de vacinas anti-Covid para países pobres, que têm enfrentado dificuldades para obter imunizantes contra o novo coronavírus.

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro Mario Draghi durante um discurso na Câmara dos Deputados na última quarta-feira (23).

“Melhorar o acesso a vacinas nos países mais pobres não é apenas uma questão ética, mas também uma prioridade sanitária. A Itália fará sua parte e dará 15 milhões de doses”, declarou.

Com a pandemia sob controle, o país já vacinou ao menos parcialmente mais da metade da população, e quase 30% das pessoas já tomaram as duas doses da AstraZeneca, da Moderna ou da Pfizer ou a dose única da Janssen e concluíram o ciclo de imunização.

Draghi não anunciou qual produto será destinado a países pobres, mas o governo da Itália já limitou bastante o uso da fórmula da AstraZeneca, que hoje é recomendada apenas para maiores de 60 anos. O premiê também não disse quais nações receberão as doações.

Recentemente, o G7, do qual a Itália faz parte, se comprometeu a doar 1 bilhão de doses de vacinas anti-Covid, mas considerando até o fim de 2022. De acordo com o portal Our World in Data, o mundo já soma 2,8 bilhões de imunizantes administrados, mas apenas 46,8 milhões na África (1,7% do total), que tem 15% da população global.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Já posso comprar o autoteste de Covid nas farmácias? Tire suas dúvidas

Publicados

em


source
O autoteste já é utilizado em diversos países do mundo
Reprodução/Pixabay

O autoteste já é utilizado em diversos países do mundo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira a venda de autestes da Covid-19 . Eles poderão ser comprados em  farmácias e estabelecimentos de saúde licenciados. O Ministério da Saúde não vai disponibilizar o produto  gratuitamente à população. Tire aqui algumas dúvidas.

Quando o autoteste está à venda?

O autoteste não poderá ser comercializado imediatamente no país. Os produtos estarão disponíveis ao consumidor após aprovação do registro pela Anvisa. Ainda não há uma data.  A agência informou que  analisará os pedidos com urgência.

Há marcas liberadas?

Ainda não.  As empresas terão que fazer o  pedido de registro após a publicação da decisão da Anvisa no Diário Oficial da União, o que pode ocorrer ainda nesta sexta-feira ou na segunda.

Onde posso comprar um autoteste?

A população  poderá comprar os autotestes em farmácias e drogarias que estejam regularizados junto à vigilância sanitária. Também poderão ser adquiridos em estabelecimentos de saúde que estejam licenciados, como os que vendem dispositivos médicos, tais como curativos, meias de compressão, órtese, entre outros.

Leia Também

Posso comprar na internet?

A venda online só é permitida quando realizada diretamente pelos estabelecimentos citados acima, regularizados junto à vigilância sanitária. É proibida a comercialização do produto em site de e-commerce, tais como Mercado livre, Amazon, Americanas, entre outros.

O que fazer quando o teste der positivo?

De acordo com a nota técnica enviada pelo Ministério da Saúde à Anvisa,  pacientes com resultado positivo para Covid-19 no autoteste devem procurar unidades de saúde para a confirmação.  Segundo a Anvisa, o resultado positivo do autoteste por si só não será considerado caso positivo para o diagnóstico da doença.

Vale como comprovante de viagem?

Não. Para comprovante de viagem é recomendado o teste  RT- PCR (mais preciso).

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana