ENTRETENIMENTO

Irmã de Gilberto Braga lamenta morte do autor: “Ele escrevia o que sentia”

Publicados

em


source
Rosa Maria Araujo e Gilberto Braga
Reprodução/Divulgação

Rosa Maria Araujo e Gilberto Braga

Historiadora e diretora do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro, Rosa Maria Araujo lembra da relação com o irmão Gilberto Braga e da força de sua obra. O novelista morreu na terça-feira (26), aos 75 anos, após enfrentar uma infecção sistêmica a partir de perfuração de esôfago , sem conseguir resistir as complicações. Ele estava internado no Hospital Copa Star, Zona Sul do Rio.

“O Gilberto era o sonho de consumo de irmão. Porque ele era muito ligado à família, gostava muito de tradições. Ele era o irmão mais velho, nós somos três. Sempre foi muito estudioso, muito curioso, muito inteligente e apaixonado por cinema, por música, por cultura, por televisão. Era muito original, foi aluno do Colégio Pedro II, foi professor da Aliança Francesa, foi crítico de teatro e depois um escritor de televisão. Ele escrevia o que ele sentia, o que ele pensava, o que ele pesquisava. Foi um discípulo de Janete Clair, muito brilhante e muito verdadeiro. Nós éramos muito companheiros. E o Edgar, seu marido, vai continuar sendo o líder dessa relação familiar tão bonita do Gilberto com todos nós, irmão, sobrinhos e amigos muito queridos”.

Leia Também

Autor de novelas que marcaram época na TV, como “Vale Tudo”, Gilberto foi um dos maiores sucessos da Globo na década de 80. Há algum tempo, o carioca sofria de Alzheimer. Além da irmã, ele deixou o decorador Edgar Moura Brasil, com quem era casado.

Fonte:

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Mariana Goldfarb não se considera curada da anorexia: “Processo profundo”

Publicados

em

 

source
Mariana Goldfarb não se considera curada da anorexia
Mariana Goldfarb não se considera curada da anorexia

Mariana Goldfarb voltou a falar sobre distúrbios alimentares . Ela já contou que sofreu muito com anorexia no passado e foi questionada se já está curada da doença. A apresentadora contou que não se considera completamente curada, mas também não se vê mais voltando ao quadro de antes.

“Tô nesse processo profundo de cura faz tempo. Não vejo voltando a desenvolver esse quadro, mas ainda trabalho essa questão e a cada dia que passa tô um passo mais longe”, disse Mariana.

Leia também

No começo deste ano, a apresentadora relembrou o período em que desenvolveu anorexia. Ela contou que o distúrbio alimentar surgiu quando começou a ficar mais famosa e queria estar cada vez mais magra, para receber mais elogios e ser mais amada pelos seguidores nas redes sociais.

“Quanto mais magra eu ficava, mais elogios eu recebia, o que é bem louco. Na balança pesava mais eu ser reconhecida e amada do que estar saudável e não sentir fome. No fundo, todo mundo quer ser amado e a gente fica mascarando isso. Se você está saudável e não tem o corpo dentro do padrão, não tem nada de errado com você. Se você está passando por ansiedade, compulsão, restrição, procure ajuda”, conta

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana