POLÍTICA MT

Instituto lança edital para bolsistas atuarem em projeto de preservação da identidade cuiabana

Publicados

em


Deputado Dilmar Dal Bosco em Sessão Ordinária, no Plenário

Foto: DANIEL MENEGUINI / ASSESSORIA DE GABINETE

Através de Emenda Parlamentar destinada pelo Deputado Estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) ao Instituto INCA – Inclusão, Cidadania e Ação, no valor de R$ 400 mil reais, foi lançado na última quarta-feira (17) o edital de processo seletivo para a contratação temporária e imediata de jovens estudantes que residem em Cuiabá e que cursam graduações em Ciências Sociais, Turismo ou Comunicação Social, com ênfase em Jornalismo, a partir do terceiro semestre. 

São seis vagas para bolsistas, com remuneração de R$ 600 mensais, sendo uma para pessoa com deficiência, para dois meses de trabalho voltado ao projeto “Quintal da Cultura Popular Cuiabana”.

Dilmar Dal Bosco falou sobre a importância dos Quintais e sobre o lançamento do edital para bolsistas atuarem no projeto de preservação da identidade cuiabana.

“Entendemos que os Quintais precisam de maior atenção, tanto na preservação da memória, quanto na valorização. Desta forma, precisamos catalogar e identificar, através do Instituto INCA, para que esse relatório possa ser concluído e possamos saber sobre a identidade cultural na capital do estado. A partir disso,  iniciarmos no interior, que possui diversos Quintais espalhados pelos 141 municípios de MT” finalizou Dilmar.

Diretora-presidente do INCA, Cybele Bussiki, explicou que a iniciativa quer fazer com que os jovens passem a entender o que é identidade, memória e patrimônio histórico e cultural.

“O objetivo do projeto é de valorizar e preservar a identidade, a memória e o patrimônio histórico dos quintais cuiabanos. A ideia é aproximar a juventude e também inserir a tecnologia, justamente para que os jovens possam se interessar e gerar renda com esse saber, entendendo o que é identidade, memória e patrimônio histórico e cultural. Em breve, após as contratações, lançaremos o conceito do projeto”, explica Cybele Bussiki, diretora presidente do INCA.

A inscrição no edital é gratuita, para maiores de 18 anos de idade, e o candidato deverá elaborar um texto de até cinco páginas com temática: “As culturas populares do vale do Rio Cuiabá”, considerando as formatações exigidas no edital, de fonte Times News Roman, número 12, com espaçamento de 1,5 e enviar, junto com as cópias dos documentos de RG, CPF, histórico escolar e comprovantes da matrícula e de residência, para o e-mail: inca[email protected], no período de 17 a 22 de março de 2021.

A lista de selecionados será divulgada no próximo dia 26 de março, às 19h, nas redes sociais do Instituto INCA – Inclusão, Cidadania e Ação, pelo Instagram no @incamt ou pela página do Facebook “Instituto Inca MT”. Dúvidas e mais informações pelo telefone (65) 98472-7156 ou pelo e-mail [email protected]

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA MT

Secretário presta conta sobre convênios com prefeituras

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

O secretário de estado de Educação, Alan Porto, atendeu convocação da Comissão de Infraestrutura da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) para prestar esclarecimentos sobre convênios com municípios para obras estruturais. Ele aproveitou a ocasião, na tarde desta terça-feira (22), para reafirmar o reinício presencial das aulas na rede estadual para agosto, em sistema híbrido. 

O secretário explanou sobre as parcerias com mais de 50 prefeituras – recursos que totalizam quase R$ 80 milhões para construção de dez escolas, 26 quadras poliesportivas, além de diversas obras de reforma e ampliação em prédios que atendem os estudantes mato-grossenses. Destacou investimentos em tecnologia e conforto, como  a instalação de internet de alta velocidade em salas de aulas e a climatização progressiva dos ambientes de ensino. 

CRITICA  

A explanação palaciana foi quebrada após as palavras do secretário pelo deputado Ondanir Bortolini “Nininho” (PSD).  Nininho criticou diretamente a categoria dos profissionais da educação com argumentação lógica e objetiva: ao tempo em que o governo mato-grossense pagava o segundo melhor salário aos professores em comparação às demais unidades da federação, os estudantes mato-grossenses conseguiram apenas a 22º colocação na avaliação nacional – entre os piores desempenhos entre os estados brasileiros. 

Também estiveram presentes, sob a presidência do deputado Valmir Moreto, os pares Delegado Claudiney e Gilberto Cattani, além do vice-governador Otaviano Pivetta.  

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana