GERAL

INSS inicia pagamento de diferenças do auxílio-doença

Publicado


O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que iniciou o pagamento de diferenças nas antecipações do benefício por incapacidade temporária, antigo auxílio-doença, que foram pagos até 2 de julho de 2020. O pagamento será feito porque alguns segurados têm direito a um benefício maior. 

Segundo o INSS, quem tiver direito ao pagamento da diferença receberá uma carta do órgão com todas as informações do recálculo. Quem tiver interesse também poderá checar se tem direito à diferença pelo site e aplicativo Meu INSS, além do telefone 135. Segundo o órgão, 497 mil segurados estão aptos a receber os valores. Em geral, devem ser contemplados pessoas que tiveram duração média do beneficio de 32 dias e renda média de R$ 1.481,99.

De acordo com o órgão, a diferença será calculada em relação ao valor da antecipação (R$ 1.045), com correção proporcional ao tempo de afastamento. 

A antecipação do benefício foi uma das medidas adotadas pelo governo durante a pandemia da covid-19. 

 

 

Edição: Liliane Farias

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
publicidade

GERAL

PF, MPF e CGU investigam contratos de saúde em municípios do Rio

Publicado


A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF), em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU), deflagraram hoje (24) a Operação Octopus para investigar contratos de saúde em cinco municípios da Região dos Lagos, no estado do Rio de Janeiro. Segundo a PF, os contratos sob investigação se aproximam de R$ 30 milhões.

A ação conta com a participação de 41 agentes públicos da PF, MPF e CGU que cumprem dez mandados de busca e apreensão nas prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde de Búzios, Araruama, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Iguaba Grande.

As investigações partiram do compartilhamento de informações da Operação Scepticus, na qual se apurou fraude na aplicação de recursos do Fundo Municipal de Saúde nos municípios de Carapebus e Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

Segundo a PF, os indícios apontam que o mesmo esquema criminoso pode estar sendo replicado nas cidades da Região dos Lagos, com vasto prejuízo aos cofres públicos. São alvos da investigação pelo menos sete contratações com as empresas envolvidas.

Dentre as suspeitas de fraude verificadas estão a escolha de empresas com sede em endereços residenciais, sem empregados e bens.

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana