CIDADES

Inscrições para capacitação gratuita sobre Parcerias Público-Privadas encerram na sexta-feira (30)

Publicado


Gestores podem confirmar participação até a próxima sexta-feira, 30 de outubro, no curso Parcerias Público-Privadas (PPPs) para o Desenvolvimento 2.0: Implementando Soluções no Brasil, América Latina e Caribe. A capacitação, que é gratuita e promovida pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), pretende orientar os participantes no planejamento e na implementação dessas parcerias.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) incentiva a participação ao ressaltar que as PPPs são instrumentos essenciais ao crescimento econômico e social. No entanto, lembra que os Municípios apresentam limitações nas capacidades técnicas e institucionais para planejar e realizar essas parcerias, que são mecanismos fundamentais para o crescimento produtivo, econômico e social.

O curso também conta com o apoio da Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos do Ministério da Economia. O órgão é responsável pelas ações de fomento à realização de parcerias de investimentos e pela coordenação do Fundo Federal de Apoio à Estruturação e ao Desenvolvimento de Projetos de Concessão. Ainda conta com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e da Caixa Econômica Federal. Acesse aqui mais informações sobre o curso.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
publicidade

CIDADES

Todos os municípios de MT continuam com risco baixo de contaminação da Covid-19

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (26.11) o Boletim Informativo nº 263 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

Nesta edição do Boletim, os 141 municípios do Estado configuram na classificação de risco baixo de infecção pelo coronavírus, conforme mostra documento a partir da página 12.

Esse status já se mantém por 24 dias. Em 02 de novembro, Ribeirãozinho foi a última cidade classificada com risco “moderado”. Desde então, nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco muito alto, representado pela cor vermelha e que indica alerta máximo de contaminação, ou amarela, que indica alerta moderado.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana, às segundas e quintas-feiras, e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES.

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana