AGRO & NEGÓCIO

Inscrições abertas para a 6ª Prova de Produção de Leite a Pasto no DF

Publicado


.

Criadores de novilhas Gir Leiteiro, Sindi e cruzamentos têm mais uma oportunidade de participar da Prova Brasileira de Produção de Leite a Pasto do Zebu Leiteiro no Centro de Tecnologias Para Raças Zebuínas Leiteiras (CTZL) da Embrapa Cerrados (DF). Já estão abertas as inscrições para a 6ª edição da prova zootécnica, que busca o melhoramento genético das raças zebuínas de aptidão leiteira com a identificação de matrizes, dentro de grupos contemporâneos de cada raça, com potencial genético para a produção de leite a pasto, nas condições de Cerrado do Brasil Central.

Coordenada pela Embrapa Cerrados e pela Associação de Criadores de Zebu do Planalto (ACZP), a prova será realizada no CTZL, localizado na rodovia DF-180 km 64. Durante 305 dias de lactação em pasto rotacionado com suplementação, os animais são avaliados quanto a produção de leite, reprodução, idade ao parto, qualidade do leite, persistência de lactação e avaliação morfológica.

A prova tem a duração de 12 meses, sendo dois meses de adaptação e 10 meses de avaliação. A entrada dos animais terá início em 26 de outubro de 2020. As novilhas deverão parir no período de 9 de janeiro 2021 a 28 de fevereiro de 2021. Para isso, devem ter sido inseminadas ou cobertas entre 20 de março de 2020 e 24 de abril de 2020.

São oferecidas 25 vagas para novilhas da raça Gir Leiteiro, 12 vagas para novilhas da raça Sindi e seis vagas para novilhas de cada cruzamento, que serão preenchidas de acordo com a ordem de chegada das inscrições. Cada criador pode inscrever até dois animais de cada raça, podendo inscrever uma terceira novilha caso as vagas não sejam totalmente preenchidas.

As inscrições dos animais são realizadas na ACZP até a data de entrada dos animais, pelo e-mail: [email protected] Mais informações pelo e-mail [email protected] ou telefone (61) 3506-4063) ou, ainda, com Marcelo Toledo (61-3386-0025). O investimento é de R$ 2,8 mil para uma novilha inscrita, R$ 5 mil para duas novilhas inscritas (R$ 2,5 mil por animal) ou R$ 6,6 mil para três novilhas inscritas (R$ 2,2 mil por animal). Os valores serão divididos em cinco pagamentos mensais. Acesse o regulamento da prova aqui.

A 6ª Prova Brasileira de Produção de Leite a Pasto do Zebu Leiteiro do CTZL tem o apoio da Associação Brasileira de Criadores de Zebu, da Associação Brasileira de Criadores de Gir Leiteiro, da Associação Brasileira de Criadores de Sindi, da Associação Brasileira de Produtores de Leite, da Secretaria de Estado de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal, da Emater-DF, da Federação de Agricultura do Distrito Federal, do Sindicato dos Criadores de Bovinos, Equinos e Bubalinos do Distrito Federal, da Empresa de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária da Paraíba, da Universidade de Brasília e de empresas ligadas ao setor pecuário.

Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
publicidade

AGRO & NEGÓCIO

Produção de peixes: cresce procura pelo teste TambaPlus

Publicado


.

   A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Brasília-DF) tem registrado aumento na procura pelo teste TambaPlus, uma das ferramentas genômicas mais importantes para os produtores de peixes nativos evitarem perdas na alevinagem e elevarem o desempenho produtivo dos animais durante a engorda, especialmente no caso do tambaqui (Colossoma macropomum). 

 Lançado há menos de um ano, esse serviço já soma um total de 1.600 amostras de DNA analisadas até julho de 2020. De acordo com o produtor amazonense Alexandre  Ronczaryk o teste para verificar a qualidade genética dos peixes é uma garantia aqueles que vivem da produção e engorda de alevinos. Ele tem criatórios nos municípios de Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo, ambos localizados a cerca de 130 quilômetros de Manaus, e enviou à Embrapa, no mês de julho, 79 amostras para análise por meio do TambaPlus – ferramenta desenvolvida pelo pesquisador Alexandre Caetano juntamente com a pesquisadora Patrícia Ianella, ambos da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia.

   O material enviado por Ronczaryk chegou ao laboratório em Brasília, pelos Correios, no dia 20 de julho. O relatório com o resultado das análises seguiu para Manaus uma semana após. Com isso, Alexandre Roczaryk tem em mãos dados suficientes para dar prosseguimento à melhoria do seu plantel. Ele já utilizou o teste TambaPlus para outras análises, tendo um total de 123 analises realizadas. 
  “Quando você pega um peixe, você pode até chipar ele, mas não tem uma digital. Mas agora, com essa ferramenta da Embrapa, o DNA é analisado no grau de parentesco e pureza e nos dá garantia na hora de fazermos os cruzamentos e escolhermos as melhores matrizes”, comenta o produtor, que atua nessa área desde 1996. 

   Segundo o pesquisador Alexandre Caetano o TambaPlus (com marca registrada no Instituto Nacional de Propriedade Intelecutal – INPI) pode evitar perdas e melhorar a eficiência produtiva e a lucratividade do setor: pois disponibiliza ferramentas que vão analisar a pureza e também a identificação do grau de parentesco das matrizes, o que permite avanços importantes para o manejo genético dos plantéis de reprodutores. Uma das vantagens das vantagens das ferramentas genômicas é evitar, por exemplo, o cruzamento de irmãos e meio-irmãos – que impedem o desenvolvimento dos embriões e causam malformações . Só para se ter uma ideia, o prejuízo devido a esse fator pode afetar até 30% da produção. 

   O serviço de análise de amostras para pureza e parentesco é ofertado em escala restrita e com valores reduzidos, ao custo de R$ 120,00 por amostra. A contratação se dá por tipo de serviço: uma para detectar a pureza específica (R$ 60,00) e outro contrato destinado ao serviço para identificar as relações de parentesco (pedigree) das matrizes (R$ 60,00).
O desenvolvimento das ferramentas para análise do tambaqui, com a liderança de Alexandre Caetano, ocorreu dentro Projeto BRSAQUA, que envolve mais de 20 unidades de pesquisa da Embrapa. 
O trabalho científico conta com financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Secretaria da Aquicultura e da Pesca (SAP), ligada ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) via Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Fundação de Amparo a Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF) e da própria Embrapa.

   Saiba mais sobre o TambaPlus

 

 

 

   

 

 

Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana