AGRO & NEGÓCIO

Impactos da pandemia na cadeia produtiva da mandioca vão ser debatidos

Publicado


.
Com foco nos mercados de mandioca de mesa (macaxeira ou aipim), farinha e fécula de mandioca, representantes da cadeia produtiva discutem, nesta quarta (8), das 18h às 20h, no canal da Embrapa no YouTube, os impactos da pandemia do novo coronavírus no setor.
“Todas as cadeias produtivas estão sendo impactadas pelo novo Coronavírus e com a mandioca não é diferente. Entender e avaliar esses impactos pode ser uma importante arma para mitigar os efeitos dessa pandemia e desenhar cenários para aproveitar oportunidades que possam aparecer”, afirma o pesquisador Carlos Estevão Leite Cardoso, supervisor do Núcleo de Ações Estratégicas da Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, representante da Embrapa na Câmara Setorial e moderador do evento.
Organizado pelo Setor de Gestão de Transferência de Tecnologia da Embrapa Mandioca e Fruticultura, o webinar vai ser apresentado por Fábio Isaías Felipe e Lucílio Alves, professores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq/USP). Os debatedores vão ser Ivo Pierin Júnior (Associação Brasileira dos Produtores de Amido de Mandioca – Abam), Osvaldo Zanqueta (Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Mandioca e Derivados) e Alcides Yamakawa (Sindicato das Indústrias de Mandioca do Paraná – Simp). O link para assistir ao webinar é https://youtu.be/MdPAvetv-QA
Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
publicidade

AGRO & NEGÓCIO

ETANOL/CEPEA: Hidratado segue em valorização no spot paulista

Publicado


Cepea, 20/10/2020 – Os valores dos etanóis hidratado e anidro subiram no mercado spot paulista por mais uma semana. De acordo com pesquisadores do Cepea, o impulso veio da maior demanda, devido à flexibilização das medidas impostas para conter a disseminação do coronavírus e ao consequente aquecimento gradativo da economia. Além disso, muitas distribuidoras tiveram necessidade de reabastecimento após o feriado prolongado da última semana, quando a movimentação nas estradas é maior. Agentes de usinas, por sua vez, ofertaram etanol a valores mais altos. Assim, de 13 a 16 de outubro, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado fechou a R$ 2,0149/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), forte alta de 6,36% em relação à semana anterior. Para o Indicador CEPEA/ESALQ do anidro, a média foi de R$ 2,3149/litro (sem PIS/Cofins), elevação de 4,15% na mesma comparação. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana