economia

Ibovespa Futuros abre em queda atento ao exterior e acompanhando a pandemia no Brasil

Publicados

em


source
Ibovespa Futuros abre em queda atento ao exterior e acompanhando a pandemia no Brasil
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Ibovespa Futuros abre em queda atento ao exterior e acompanhando a pandemia no Brasil

O índice Ibovespa Futuros abriu em queda e caía 0,25% perto das 9h15 com investidores de olho nas articulações por trás do possível novo auxílio emergencial, das medidas de lockdown pelo Brasil , lá fora, na reação dos emergentes à decisão do governo turco de demitir o presidente do Banco Central do país após alta dos juros.

Segundo a Reuters, o EWZ, principal ETF brasileiro negociado no exterior, caía 0,85%, enquanto o dólar futuro subia 0,15%, a R$ 5,497.

A lira turca chegou a cair brevemente 15% nesta segunda-feira (22), para perto da mínima recorde, depois que o presidente Tayyip Erdogan surpreendeu no fim de semana e demitiu o presidente “hawkish” do banco central, provocando temores de uma reversão das recentes altas dos juros.

Bolsa: investimento estrangeiro no Brasil em dezembro é o segundo maior do ano, diz especialista

Ibovespa

Por aqui, as notícias em torno do avanço da pandemia continuam a estampar os principais jornais, de olho em lockdowns e medidas de restrição de movimentação.

Você viu?

O Brasil registrou neste domingo 47.774 novos casos de Covid-19 e 1.290 novas mortes, elevando a contagem total de contaminados pelo coronavírus no país a 11.998.233, segundo o Ministério da Saúde. A contagem total de vítimas fatais da doença no país atingiu 294.042, de acordo com os dados do governo federal.

Nas últimas semanas, foram registradas 135 mortes de pessoas que aguardavam transferência para uma UTI em municípios paulistas, afima a Folha de S. Paulo. Já no Rio, os prefeitos da capital e de Niterói, Eduardo Paes e Axel Grael, e o governador Claudio Castro confirmaram um feriado de dez dias no estado, entre 26 de março e 4 de abril, como medida de combate à pandemia.

  • Só clique aqui se já for investidor

Notícias corporativas

  • Eletrobras (SA:ELET3) – A Eletrobras divulgou balanço financeiro que aponta para um lucro de R$ 6,387 bilhões em 2020, ano marcado pelo início da pandemia de covid-19.
  • Eletrobras II – A Eletrobras comunicou nesta sexta-feira que sua controlada Eletronorte firmou um aditivo à Cédula de Crédito Bancário, celebrada com o Banco Bradesco (SA:BBDC4), no valor de R$ 1 bilhão.
  • Atacadão (SA:CRFB3) – O presidente do Atacadão, Roberto Müssnich, afirmou durante evento do Valor que a empresa manterá todos os planos de investimento e contratação para 2021 e que pretende ir de 214 lojas para mais de 250 no final do ano.
  • Hidrovias do Brasil (SA:HBSA3) – O presidente da Hidrovias do Brasil, Fabio Schettino, afirmou ao Valor que a companhia planeja novas rotas de escoamento de grãos no Arco Norte e estuda concessões da BR-163 e Ferrogrão.
  • Celulose – A 2ª Vara Empresarial e de Conflitos Relacionados à Arbitragem de São Paulo suspendeu neste domingo a transferência do controle da Eldorado Brasil Celulose para a Paper Excellence, de acordo com um fato relevante da empresa.
  • Copasa (SA:CSMG3) – A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) comunicou nesta sexta-feira (19) que tomou novas medidas de auxílio aos clientes com o objetivo de minimizar os impactos da pandemia da covid-19 à população. Entre elas, clientes da Tarifa Social não terão abastecimento suspenso, além de não haver incidência de juros e multas por atrasos no pagamento das contas desse período.

O post Ibovespa Futuros abre em queda atento ao exterior e acompanhando a pandemia no Brasil apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira .

Comentários Facebook
Propaganda

economia

Novo projeto social de Janguiê Diniz oferece aulas gratuitas para crianças

Publicados

em


source
Janguiê Diniz, fundador do Grupo Ser Educacional e presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo
Divulgação

Janguiê Diniz, fundador do Grupo Ser Educacional e presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo

Com a suspensão de atividades presenciais das escolas de todo o Brasil diante da pandemia da covid-19, muitos estudantes, principalmente os de escolas públicas, tiveram seu processo de aprendizado interrompido por meses. Para combater os efeitos dessa defasagem, o empreendedor Janguiê Diniz, fundador do grupo Ser Educacional e presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo, lança um projeto social voltado para a Educação Infantil. É a Minha Escolinha Online, plataforma educacional gratuita voltada para o reforço escolar de crianças de escolas públicas entre 2 e 8 anos de idade. O projeto já conta com mais de 800 videoaulas, além de jogos educacionais e sistema de gamificação.

O conteúdo da Minha Escolinha Online foi construído com atividades interativas e conteúdos diversificados que atendem às orientações e regulamentações do Ministério da Educação (MEC). A ideia é oferecer às crianças e aos pais e responsáveis alternativas educacionais que compensem a ausência das escolas formais durante o período da pandemia, garantindo a segurança de todos. “Nossas crianças estão há muito tempo sem aulas presenciais, e muitas não conseguem acompanhar as aulas online. Na Minha Escolinha Online, além da plataforma com videoaulas que podem ser assistidas em qualquer lugar e a qualquer tempo, oferecemos atividades que podem ser impressas, facilitando os estudos”, aponta Janguiê Diniz. “O mais importante é que essas crianças, em idade tão importante de formação, não fiquem desamparadas e possam recuperar o ‘tempo perdido’”, completa.

A plataforma da Minha Escolinha Online beneficia tanto os pequenos estudantes, quanto pais e responsáveis. “Os pais se tornam tutores de ensino dos seus filhos, podendo acompanhar o progresso das crianças. As aulas também farão com que os pequenos ocupem o tempo vago com atividades lúdicas, que estimulam o raciocínio e agregam conhecimento, além de desenvolverem habilidades socioemocionais”, destaca Diniz. “Dessa forma, o tempo de isolamento social, ainda necessário, torna-se mais produtivo e as crianças são incentivadas a trabalharem conteúdos ricos”, acrescenta.

Pais que quiserem utilizar o material da Minha Escolinha Online como reforço para seus filhos podem acessar o site www.minhaescolinhaonline.com.br e fazer o cadastro gratuito. Além das videoaulas, os materiais de estudo podem ser baixados e impressos para que as crianças realizem as atividades como em uma sala de aula. Escolas que desejarem utilizar o conteúdo da plataforma em suas aulas também podem entrar em contato para adquirir.

Para mais informações:

Mirella 081.99952.6625 – 011.941962215

Hebert 011.93357.3815.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana