TRIBUNAL DE JUSTIÇA MT

Humanização: Centro de Atendimento às Vítimas inicia acolhimento de famílias no Fórum de Cuiabá

Publicados

em

Pessoas que foram vítimas de crimes e atos infracionais em processos julgados na Comarca da Capital já começaram a ser atendidas de forma humanizada pelo setor criado especialmente a elas, no Fórum de Cuiabá.
 
M.S.P., 36 anos, esteve no fórum para buscar encaminhamento psicológico na 2ª Vara Especializada de Violência Doméstica, e foi direcionada ao Centro Especializado de Atendimento às Vítimas de Crimes e Atos Infracionais, localizado no subsolo do fórum.
 
“É bom, fizeram coisas para nos apoiar e acolher. Tem um atendimento diferente, um olhar diferente. Muitas vezes, as pessoas te veem com olhar de julgar. Lá já tem o apoio, onde você se sente mais segura”, afirma.
 
Ela foi até o fórum com o filho de 5 anos, que também foi bem recebido e cuidado com carinho e afeto. “No dia que eu fui, meu filho foi bem atendido, ele se sentiu amado. Qualquer pessoa que ele via no fórum saía abraçando, ele abraçou até o juiz e antes tinha medo de ir lá”, destaca.
 
M. inclusive já indicou o local para uma amiga que também enfrenta os mesmos problemas psicológicos que ela em virtude da violência doméstica, e combinou de levá-la para buscar apoio profissional.
 
O objetivo do setor é acolher de forma humanizada as vítimas enquanto elas estão nas dependências do judiciário. O local oferece atendimento psicológico e encaminhamentos a programas sociais, tanto para as vítimas quanto seus familiares, além do serviço de consulta processual e espaço kids.
 
#Paratodosverem
Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual.
Descrição de imagem: Foto horizontal colorida da área interna do Centro Especializado de Atendimento. Em primeiro plano, uma porta de vidro está aberta e tem a logo do centro em azul marinho. Em profundidade, o hall de entrada do Centro, onde se vê uma mesa com computador, uma mesa de centro, tapete e sofá. Uma planta adorna o local. Na parede, há uma faixa grande em azul escrito “Você não está só”.
 
Leia nos links abaixo matérias sobre o Centro Especializado de Atendimento:
 
 
 
 
Mylena Petrucelli/Foto: Alair Ribeiro
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Comentários Facebook
Propaganda

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MT

Tribunal de Justiça empossa mais 10 novos juízes e juízas para Comarcas do Estado

Publicados

em

A presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargadora Maria Helena Póvoas, empossou, na tarde desta quinta-feira (18 de agosto), 10 novos juízes substitutos, quatro mulheres e seis homens, aprovados no último Concurso Público para ingresso na Carreira da Magistratura do Estado. A nomeação e posse dos magistrados é um dos compromissos firmados pela presidente no início da gestão como parte do planejamento de Priorização do Primeiro Grau e, automaticamente, fortalecimento da magistratura estadual.
 
A solenidade, no Plenário 1, na sede do Judiciário, na Capital, em formato presencial e hibrido, foi prestigiada, além de desembargadores e desembargadoras, juízes e juízas auxiliares da Presidência e da Corregedoria-Geral da Justiça, por representantes de instituições do sistema de Justiça e por familiares e amigos dos empossados.
 
O corregedor-geral, desembargador José Zuquim Nogueira, parabenizou a presidente do Tribunal pela convocação dos novos colegas que representa mais uma etapa de fortalecimento do Primeiro Grau de Jurisdição. “Vocês que tomam posse hoje, certamente, enfrentarão muitas dificuldades, mas serão de grande valia para os vossos aprendizados”, frisou o desembargador, ensinando que no exercício da magistratura o que mais se exige do magistrado é o sentimento de equilíbrio, firmeza nas decisões e no caráter, justamente porque “o melhor magistrado é aquele, aquela, que entrega ao cidadão um serviço de qualidade e celeridade”, aconselhou o corregedor-geral.
 
A presidente Maria Helena Póvoas pediu aos novos juízes e juízas que atuem nas unidades judiciais com independência e serenidade e que nunca confundam autoridade com autoritarismo. A desembargadora recomendou aos novos magistrados e magistradas que procurem sempre receber com carinho os advogados e advogadas e que em toda a carreira procurem agir com humildade.
 
Maria Helena Póvoas frisou que com esse ato de posse, pela primeira vez na Justiça estadual, todas as comarcas estão preenchidas por magistrados e magistradas. “Sinto gratidão por atingirmos essa meta”, salientou a presidente.
 
Mais nomeações – Dos 10 empossados, cinco magistrados e magistradas foram convocados para substituírem os(as) que foram nomeados(as) e posteriormente pediram exoneração do cargo. E, com isso, por decisão da desembargadora-presidente, outros cinco foram nomeados nomeadas, ampliando ainda mais o número previsto no edital do concurso, que, inicialmente, era nove, depois passou para 25 e, agora, chegou a 30 juízes e juízas substitutos(as) que passam a integrar o quadro da magistratura de Mato Grosso e que em breve estarão lotados em comarcas do interior.
 
Ao desejar boa sorte e sucesso na nova caminhada, a presidente do Tribunal de Justiça lembrou aos novos magistrados e magistradas que irão comandar eleições e orientou que atuem com altivez, autoridade e sem arrogância. “Assim, informo que o Tribunal de Justiça está à disposição dos senhores e senhoras para auxiliá-los nessa jornada”, ressaltou, acentuando que os novos togados, com toda certeza, chegam com a missão de contribuir com a constante eficiência da Justiça mato-grossense.
 
Formação – Os 10 novos magistrados e magistradas substitutas participam de 22 de agosto a 30 de setembro do Curso Oficial de Formação Inicial (Cofi) promovido pela Escola Superior da Magistratura de Mato Grosso (Esmagis-MT), no Anexo Desembargador Atahide Monteiro da Silva, na sede do Judiciário, em Cuiabá. No dia 3 de outubro serão designados(as) para as comarcas em que atuarão (ainda não definidas) e lá continuarão com a formação on-line.
 
#Paratodosverem
Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual. Descrição de imagens: Foto 1 em formato horizontal colorida no Plenário 1 tendo a frente os 10 novos juízes e juízas e atrás a presidente do Tribunal de Justiça e demais magistrados e magistradas e autoridades do sistema de Justiça. Foto 2 em formato horizontal colorida tendo a frente os 10 novos magistrados e magistradas e ao fundo, também de pé, as demais autoridades ladeadas por um crucifixo, brasão do Judiciário e pelas bandeiras do Brasil e de Mato Grosso
 
Álvaro Marinho
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana