POLÍCIA

Homem que matou idoso a pauladas em Cuiabá é preso pela Polícia Militar

Publicados

em

Policiais militares do Grupo de Apoio (GAP) do 9º Batalhão realizaram a prisão de um homem, de 43 anos, suspeito pelo homicídio que vitimou Mirton Rossani, de 63 anos, em Cuiabá. O suspeito foi localizado após a PM receber denúncia anônima sobre seu paradeiro, na noite desta segunda-feira (06.06).

O crime foi registrado na tarde da última sexta-feira (03.06), em uma propriedade rural, na comunidade de Santa Tereza, na Capital. Segundo testemunhas, o homicídio foi causado após um desentendimento suspeito e vítima, onde o criminoso teria desferido diversos golpes de pauladas na cabeça do idoso, que ocasionaram sua morte.

De posse da identidade e demais características do suspeito, imediatamente as equipes policiais iniciaram trabalho de diligências em busca do criminoso. Durante o fim de semana, as equipes da PM receberam denúncias de que o homem estaria escondido pela região do bairro Parque Cuiabá.

Na noite desta segunda-feira (06), os policiais militares do 9º Batalhão da PM receberam uma denúncia anônima de que o suspeito estaria no ponto final do Parque Cuiabá. Foi solicitado que a equipe do GAP prestasse apoio na verificação da situação. No local indicado, populares informaram aos policiais, que viram o homem adentrando um bar.

Os militares se deslocaram ao estabelecimento e encontraram o suspeito, que tentava se esconder atrás de um freezer. Em abordagem, nada de ilícito foi encontrado.

Questionado sobre sua identidade, o homem se apresentou com um nome falso. Ao ser requisitado para mostrar seus documentos, o criminoso revelou que estava mentindo e, por fim, confessou a autoria do homicídio que vitimou Mirton Rossani, contando detalhes sobre a ação criminosa.

Diante da situação, os policiais militares deram voz de prisão ao suspeito, que foi encaminhado à Central de Flagrantes, para registro da ocorrência e sendo entregue, posteriormente, para a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Judiciária Civil.

Disque-denúncia

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil prende seis por tráfico e crimes sexuais em Mato Grosso

Publicados

em

A Polícia Civil deflagrou, neste sábado (13.08), em Guarantã do Norte, a Operação Guarda Baixa, para cumprimento de três mandados de prisão e três mandados de busca e apreensão. 

No total, seis pessoas foram presas, sendo três em flagrante por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

Em um endereço alvo da operação, dois suspeitos, de 18 e 19 anos, foram encontrados separando entorpecentes em porções para comercialização.

Foram apreendidas 18 trouxinhas de pasta base de cocaína e uma porção grande, que ainda seria repartida. Além disso, foi localizada uma porção de maconha e uma pequena quantia em dinheiro.

Em outro local alvo das buscas, um homem de 36 anos foi preso com uma arma de fogo com numeração raspada, uma balança de precisão, dinheiro e um celular com conversas demonstrando que ele estava vendendo drogas no município. A decisão judicial concedia autorização para acesso aos dados dos telefones celulares apreendidos durante as buscas.

Crimes sexuais 

Também foram cumpridos mandados de prisão relacionados a investigações sobre crimes sexuais. Em ambos os casos, no decorrer das investigações, o delegado Lucas Lelis solicitou a prisão preventiva dos suspeitos.

Um dos investigados, um homem de 31 anos, manteve relações sexuais com a filha do padrasto, de 13 anos, há cerca de um ano. O outro investigado, de 35 anos, no final de uma festa, na madrugada do dia 7 de agosto, de forma dissimulada, arrastou uma mulher para um terreno baldio e a obrigou a manter relação sexual com ele.

Por último, também foi dado cumprimento a um mandado de prisão contra um homem de 34 anos, expedida pela Justiça de Alagoas, por um assalto a banco praticado em Santana do Ipanema, em 2009. 

A operação policial foi executada pela Delegacia Municipal de Guarantã do Norte, com apoio da Delegacia Regional de Guarantã do Norte e da Delegacia de Matupá. Ao todo, 14 policiais participaram das ações em seis endereços.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana