Cuiabá

“Há mais de 20 anos a população espera por esse ato de coragem”, diz Emanuel sobre revolução no transporte público

Publicados

em


Atério Marcos

Clique para ampliar

O prefeito Emanuel Pinheiro destacou que o transporte público de Cuiabá passa a viver uma nova realidade, a partir desta terça-feira (03). Como parte do compromisso firmado com a população, o chefe do Executivo entrega 144 novos ônibus com wi-fi, câmeras de segurança, plataforma elevatória para cadeirantes e ar-condicionado. A ação faz parte de um conjunto de melhorias que, desde 2017, o gestor vem promovendo nessa área.

“O que nossa gestão está fazendo é uma verdadeira revolução no transporte público. Há mais de 20 anos a população espera por esse ato de coragem. Coragem para pensar nos mais humildes, naqueles que dependem exclusivamente desse meio de locomoção. Coragem para quebrar um ciclo vicioso e iniciar um novo, mais moderno, inovador e que corresponda às necessidade do povo”, comenta o prefeito.

A renovação da frota é fruto do processo licitatório realizado pela gestão Emanuel Pinheiro, com o intuito de promover a modernização do sistema, gerando mais segurança e conforto aos mais de 260 mil usuários atendidos diariamente pelos 380 veículos em funcionamento na Capital. Está dentro desse planejamento, ampliar o número de ônibus com ar-condicionado, atingindo 70% da frota no 3º ano de concessão e 100% no fim do 5º ano.

A concorrência pública foi dividida em quatro lotes, vencidos pelas empresas: Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA e Viação Paraense LTDA. Os ônibus devem ser compostos com wi-fi, quatro câmeras de segurança, plataforma elevatórias para cadeirantes e ar-condicionado. Uma das obrigações das concessionárias é a de reduzir idade média dos ônibus para, no máximo, 5 anos.

Além disso, a implantação da “Frota Limpa” no sistema também está entre as obrigações das vencedoras da licitação. A iniciativa estabelece que, em um prazo máximo de seis meses após o início de operação, as concessionárias vencedoras devem colocar em operação quatro ônibus (elétricos e híbridos), zero quilômetros, do tipo “Padron”, com baixa emissão de poluentes locais e de CO2.

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Secretaria de Relações Comunitárias apoia lideranças em repúdio a troca do nome de ferrovia

Publicados

em


Jose Ferreira

Clique para ampliar

A Secretaria Adjunta de Relações Comunitárias (SARC),  da Prefeitura de Cuiabá, acompanhou a mobilização comandada por lideranças comunitárias, durante  sessão plenária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso realizada na quarta-feira (22), em favor da manutenção do nome Senador Vicente Emílio Vuolo para a primeira ferrovia estadual de Mato Grosso, com extensão de 730 km. 

A ação aconteceu em repúdio quanto a substituição do nome da via que presta homenagem a Vicente Vuolo, já definido por Lei nº 7.027, de 02 de julho de 1998, de autoria do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), sancionada pelo ex-governador Dante de Oliveira, para Olacyr de Moraes,  pioneiro do agronegócio.

Na última segunda-feira (20), foi realizado um ato solene da assinatura do contrato de concessão entre a empresa Rumo/SA e o Governo do Estado, em Cuiabá, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, autorizando a construção da primeira ferrovia estadual de Mato Grosso, porém com outro nome, de Ferrovia Autorizada de Transporte Olacyr de Moraes (Fato). “Nós estivemos na manhã desta quarta-feira na Assembleia, em virtude da grande repercussão negativa. Nós estivemos com diversas lideranças fazendo agenda nas Secretarias. As lideranças mostraram-se indignadas e convidaram a  equipe da SARC, para que acompanhasse a sessão plenária, onde eles iriam demonstrar essa insatisfação, porque essa troca de nome pegou toda a sociedade de surpresa.  O movimento comunitário deve ser ouvido. O ato  demonstra a  sensibilidade do movimento,  já que a história e a luta do senador Vicente Vuolo deve ser respeitada. Ele viveu praticamente uma vida política inteira brigando para que ela se tornasse realidade”, destaca o secretário da SARC, Ricardo Lobo. 

As lideranças representadas pelo presidente da Federação Mato-Grossense de Associações de Moradores de Bairros (Femab), Walter Arruda, pela presidente da União dos Clubes de Mães, Maria Orli, entre outros de diversas regiões de Cuiabá, que estiveram na manifestação, comemoraram o apoio dos deputados estaduais, que estão em favor de manter o nome de Vuolo na ferrovia estadual.

“Eu classifico como um sucesso essa mobilização, pois o clamor da cuiabania foi muito grande. O Vuolo representa o sonho, é o pai da ferrovia. E nós cuiabanos nos sentimos ofendidos pela apresentação do nome Olacyr de Moraes para a substituição, porque o Vuolo tem uma luta inteira em defesa da ferrovia. Chegou a ser ‘classificado’ como louco, na época, quando começou a sonhar com ela. Ele não está mais entre nós, mas o sonho dele continua”, pontua Walter Arruda.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana