ENTRETENIMENTO

Gusttavo Lima relembra experiência com maconha: “Pior dia da minha vida”

Publicado


source

Gusttavo Lima recordou a primeira e última vez em que fumou maconha. Na live para o YouTube do último domingo (2), o sertanejo contou da vez em que esteve em Amsterdã, capital da Holanda, em 2011 para realizar um show. Em seu tempo livre pela cidade, o cantor, que recentemente se envolveu em um acidente de carro , visitou um dos famosos cafés da cidade, conhecidos por venderem maconha legalmente. 

Gusttavo Lima
Reprodução/Instagram

Gusttavo Lima conta da primeira vez que fumou maconha

O embaixador, como é conhecido Gusttavo Lima, estava acompanhado de seu irmão, Luciano, e o encontrou em um dos cafés. “No dia do show fomos dar uma volta naqueles cafés, só que a maconha é a pura, não tem mistura. Cheguei na mesa, meu irmão estava com o olho vermelho, pensei: ‘os caras estão doidos’. Eu dei um tapa naquele trem, esperei uns minutos e eu não senti nada. Aí dei uns cinco tragos, caprichado. Passou uns cinco minutos, senti que a cadeira deu uma flutuada. Pensa numa moleza, numa larica? Foi o pior dia da minha vida”, o cantor relembrou. 

Ele disse que ficou muito mal com o efeito da maconha e teve dificuldade em fazer o show, já que ainda estava sentindo o efeito da cannabis. O artista falou que passou no hotel para tomar um banho antes de se apresentar, mas nem isso era capaz de fazer. “Encostei na cama, eu fiquei ruim. Minha cabeça a mil. Eu lembro que antes do show comi mais de 170 coxinhas no camarim”, falou. 

“Não sei o que as pessoas acham bom em fumar maconha. Me deu uma depressão tão grande. Foi uma vez na minha vida para nunca mais”, Gusttavo Lima concluiu. 

Ver essa foto no Instagram

Hahahaha que live foi essa bebê!!! @gusttavolima ❤️ . .

Uma publicação compartilhada por SERTANEJENSE (@sertanejenseoficial) em 3 de Ago, 2020 às 10:21 PDT


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

Com Vanusa em estado grave, filho explica que depressão colaborou para quadro

Publicado


source
Rafael Vanucci fala sobre a relação com a mãe%2C Vanusa
Reprodução/Instagram

Rafael Vanucci fala sobre a relação com a mãe, Vanusa


Uma nova atualização do boletim médico de Vanusa na tarde desta quinta-feira (23) não foi muito positiva. Segundo a assessoria de imprensa da cantora, ela segue internada em estado grave, intubada na Unidade de Terapia Intensiva do Complexo Hospitalar dos Estivadores, em Santos.

Em nota, o filho de Vanusa, Rafael Vannucci, explicou mais sobre o quadro da mãe. “Minha mãe está em estado grave por uma série de motivos, inclusive por estar intubada. Também por conta da idade e do histórico de doenças, os médicos me esclareceram que é impossível dizer que o quadro não é grave. Ela apresentou piora que foi determinada com a constatação de água no pulmão. Teve também alteração de pressão e tudo isso fez com que a intubassem para preservar as vias respiratórias. Agora, dependemos de uma reação dela”.

Rafael ainda lembra que a dependência em remédios, a bebida e a depressão causaram todo o transtorno na saúde de Vanusa. “Há 12 anos ela foi atingida por problemas com remédios, bebidas, depressão e dependência química. Tudo piorou há cerca de 5 anos quando ela foi afetada pela bactéria, a h pylori, contraída ao tomar água. Essa bactéria a fez emagrecer quase 40 quilos e isso agravou seu estado. Ficou muito debilitada e as medicações passaram a não fazer mais efeito”.

Rafael diz que, desde então, tentaram de tudo para que Vanusa fosse tratada em casa. “Cerca de 8 ou 9 enfermeiras passaram por sua casa, mas ela não aceitava. Daí as internações diversas, em clínica de reabilitação, em casa de repouso, casa para idosos”.

Rafael, no entanto, nega que a cantora seja vítima do mal de Alzheimer — a verdade é que não existe esse diagnóstico. Segundo Vannucci, os médicos explicaram que ela sofre de uma síndrome demencial, caracterizada por declínio cognitivo e com comprometimento das funções sociais e funcionais.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana