economia

Guedes dispara: “Brasil é um país com 200 milhões de trouxas sendo explorados”

Publicados

em


source
Guedes foi o convidado do podcast Primocast
Luciano Rocha

Guedes foi o convidado do podcast Primocast

Na manhã desta terça-feira (2), o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse em participação no podcast Primocast, que “o Brasil é um país com 200 milhões de trouxas sendo explorados”, ao referir-se ao tamanho do Estado e à desvalorização da classe média. Guedes defendeu a privatização de estatais, e afastou as críticas que vinha recebendo após a intervenção do Planalto na Petrobras.  

“O Estado empresário faliu, acabou. O Brasil foi um dos países que mais gastou com educação, mas a grana não chega. O Estado gasta muito e gasta mal”, afirmou o ministro.

Segundo ele, a principal via para diminuir a máquina pública e aumentar o caixa é a venda das grandes estatais do país. Além disso, o ministro defendeu as reformas, que, após a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) Emergencial, devem ser pautadas no Congresso.

Quando perguntado sobre o desafio de pautar essa possível solução no Congresso, Guedes explicou que “a primeira dificuldade é que tem muita gente pendurada lá. Os lobbys são muito fortes das estatais. São os chamados ‘piratas privados’’’.

Você viu?

A medida provisória editada para privatização da Eletrobras recebeu, em 6 dias, 570 emendas, apontadas por deputados e senadores que querem alterar o texto do governo. Indício de que não será tão simples a desestatização das demais companhias.

Ele ainda afirmou que o Brasil segue no caminho certo, e que não corre o risco de tomar o rumo de alguns de seus vizinhos sul-americanos. “Para virar a Argentina, seis meses; para virar Venezuela, um ano e meio. Se fizer errado, vai rápido. Agora, quer virar Alemanha, Estados Unidos? [São necessários] dez, quinze anos na outra direção”, disse o ministro.

“Você prefere juro baixo, muito investimento, emprego, renda, Bolsa subindo, todo mundo ganhando, estourando champagne, um país da prosperidade, ou prefere ir para a Venezuela?”, acrescentou em outro momento.

O primocast é mediado pelo ‘Primo Rico’, o youtuber e investidor Thiago Nigro, que dá dica sobre o mercado financeiro. Na conversa, o ministro incentivou a participação de brasileiros na Bolsa de Valores e disse que o futuro do Brasil é liberal.

Comentários Facebook
Propaganda

economia

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em maio

Publicados

em


Trabalhadores informais nascidos em maio começam a receber hoje (15) a nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos nesse mês.

Também hoje, a Caixa Econômica Federal depositará a revisão do auxílio emergencial para 236 mil novos beneficiários nascidos de janeiro a maio incluídos na nova rodada. Essas pessoas haviam sido excluídas por não se enquadrarem no público elegível, mas contestaram o benefício negado e conseguiram reaver o auxílio.

Os nascidos de junho a dezembro reincluídos no auxílio emergencial receberão conforme o calendário de pagamentos divulgado no fim de março. A relação dos incluídos na revisão do auxílio está disponível na página de consultas desenvolvida pela Dataprev, estatal responsável pelo cadastro dos beneficiários.

Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial.Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial.

Calendário de pagamentos das parcelas do auxílio emergencial – Arte/Agência Brasil

A primeira parcela será depositada nas contas poupança digitais e poderá ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a quatro semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta corrente.

Ao todo 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada (acesse abaixo link do guia de perguntas e respostas).

Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do Número de Inscrição Social (NIS). O auxílio emergencial somente será pago quando o valor for superior ao benefício do programa social.

Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial.Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial.

Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família – Arte/Agência Brasil

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

Edição: Graça Adjuto

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana