POLÍTICA NACIONAL

“Guardiões do Crivella” que barravam imprensa em hospitais no Rio são exonerados

Publicados

em


source
Ex-prefeito do Rio de Janeiro foi afastado antes de completar mandato por suspeita de comandar esquema de propinas
Valter Campanato/Agência Brasil

Ex-prefeito do Rio de Janeiro foi afastado antes de completar mandato por suspeita de comandar esquema de propinas

Os funcionários que ficaram conhecidos por serem os “Guardiões do Crivella” por impedirem que a imprensa fizesse a cobertura próximo a hospitais do Rio de Janeiro em 2020 foram exonerados. A informação foi confirmada pelo secretário de Integridade Pública do Rio, Marcelo Calero, disse nesta segunda-feira (4).

Ainda de acordo com Calero, esses funcionários deixaram o governo no primeiro dia de gestão de Eduardo Paes (DEM). Além dos jornalistas, eles também intimidavam parentes de pacientes que faziam reclamações.

“A primeira coisa que me surpreendeu é que esses servidores, 80% deles, dessas pessoas que estavam dedicadas a achacar a imprensa e as pessoas que buscavam atendimento na área de saúde, elas ainda estavam nomeadas. Nós exoneramos essas pessoas. Um ato do prefeito as exonerou no primeiro dia do mandato da nova gestão, 1º de janeiro. E a segunda providência foi abrir uma investigação preliminar aqui na prefeitura, na sede administrativa”, afirmou.

O secretário acrescentou que “surpreendentemente” não havia qualquer investigação aberta por parte da prefeitura para apurar o caso.

Calero também falou sobre as metas estabelecidas para os 100 primeiros dias da secretaria.

Segundo ele, o prefeito Eduardo Paes pediu que fosse criado um mecanismo para garantir a proteção de servidores que desejam fazer denúncias sobre problemas na prefeitura. Outra preocupação, de acordo com Calero, é evitar o uso político da secretaria.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Deputado Schiavinato morre aos 66 anos em decorrência da Covid-19

Publicados

em


O deputado Schiavinato (PP-PR) morreu nesta terça-feira (13), aos 66 anos, vítima de Covid-19. Ele é o primeiro deputado federal em exercício a falecer em decorrência da doença.

Michel Jesus/ Câmara dos Deputados
Sessão Deliberativa Extraordinária. Dep. Schiavinato (PP-PR)
Deputado federal Schiavinato

Jose Carlos Schiavinato estava seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados. Ele era membro titular da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, tendo integrado também as comissões especiais de Política de Mobilidade Urbana e da PEC 391/17, sobre o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Foi integrante da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES, que funcionou entre março e outubro de 2019.

Engenheiro civil formado pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), foi deputado estadual no Paraná (2015-2018) e prefeito de Toledo (PR) por dois mandatos (2005-2012). Era natural de Iguaraçu (PR).

Da Redação

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana