BRASIL E MUNDO

Governo veta recursos da Lei Rouanet para cidades que adotarem lockdown; entenda

Publicados

em


source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
José Dias/PR

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Nesta sexta-feira (05), a Secretaria Nacional de Fomento e Incentivo à Cultura publicou uma portaria no Diário Oficial da União (DOU) que estipula que “só serão analisadas propostas culturais” cujo local de execução não esteja entre as cidades e municípios que adotaram medidas de restrição de circulação para conter a Covid-19 .

“Considerando as diversas medidas de restrições de locomoção e de atividades econômicas, decretadas por estados e municípios, só serão analisadas e publicadas no Diário Oficial da União as propostas culturais, que envolvam interação presencial com o público, cujo local da execução não esteja em ente federativo em que haja restrição de circulação, toque de recolher, lockdown ou outras ações que impeçam a execução do projeto”, diz um trecho do texto.

Ainda segundo o documento, a medida será válida pelos próximos 15 dias, mas pode ser prorrogada ou suspensa dependendo da manutenção ou não das medidas restritivas em cada local. A portaria é assinada pelo chefe da secretaria, André Porciuncula Alay Esteves, sob comando do secretário Especial de Cultura, Mário Frias.

A medida é vista como um contra-ataque do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) , que está descontente com as medidas de restrição tomadas pelos governadores e prefeitos na tentativa de frear o aumento de casos da doença no país. Na tarde desta quinta-feira (04), o presidente voltou a criticar o lockdown e cobrou o retorno da população ao trabalho. “Chega de frescura, de mimimi. Vão ficar chorando até quando?”, disse Bolsonaro .

Na ocasião, ele chegou a fazer um apelo aos governadores, para que “repensem a política do ‘fecha tudo'”, afirmou.

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Navio se choca com estação de balsas no litoral de São Paulo; veja os vídeos

Publicados

em


source
Navio se choca com estação de balsas no litoral de São Paulo
Reprodução

Navio se choca com estação de balsas no litoral de São Paulo

Um navio de carga supostamente desgovernado se chocou com um píer onde ficam ancoradas as balsas que fazem a  travessia  entre Santos e Guarujá, no litoral de São Paulo, na tarde deste domingo.

De acordo com o Departamento Hidroviário, travessia ficou paralisada por cerca de 1h20 devido ao acidente. Ninguém se feriu.

A Capitânia dos Portos, em Santos, informou que uma equipe de peritos está no local para avaliar os danos feitos na área de embarque de bicicletas, que dá acesso às balsas, e também no navio, que ficou avariado.

Segundo a capitânia, o navio da Hamurg Süd levava contêineres, mas não há detalhes sobre o conteúdo embarcado.

Você viu?

Segundo o portal G1, o acidente ocorreu por volta de 14h, no terminal de travessia de balsas de bicicletas. Um navio de carga colidiu e destruiu o píer de atracação.

Ainda não há informações do que provocou o acidente. As causas serão averiguadas pela Capitania dos Portos e Marinha.

Equipes do Departamento Hidroviário trabalharam para retomar o serviço, que voltou a funcionar por volta das 15h.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o momento em que o barco atinge o píer. Assustadas, algumas pessoas correm.

O navio Cap San Antonio, de bandeira dinamarquesa, havia saído de um dos terminais de Santos e seguiria para o Porto de Paranaguá. Com 8,9 metros de calado, a embarcação foi construída em 2014. Tem 333 metros de comprimento e 48,3 de largura. Sua capacidade é de 10.500 TEU (Twenty feet Equivalent Unit/ ou unidade equivalente a um contêiner de 20 pés).

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana