mato grosso

Governo recebe armas e aviões por meio de parceria com o Ministério Público

Publicado

Com demanda maior do que recursos para investimentos, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) tem buscado parcerias para aquisição de armas, radiocomunicação para a baixada cuiabana, novo avião para o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), base do Corpo de Bombeiros no Distrito Industrial, dentre outros aportes financeiros em prol das forças de segurança.

Um dos maiores parceiros da Sesp é o Ministério Público Estadual de Mato Grosso (MPE). Na semana passada foram entregues 27 fuzis T4 calibre 556 da marca Taurus para a Gerência de Operações Especiais (GOE) da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT). Em setembro do ano passado, o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) recebeu 45 fuzis importados da marca Sig Sauer, comprados com recursos oriundos de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

O Ciopaer teve aeronave equipada com UTI aérea incorporada à frota, o que deve gerar uma economia de R$ 5 milhões anuais. A aeronave foi equipada com recursos também do MPE, por meio da ação do promotor Mauro Zaque, da 11ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Cuiabá.

Também por meio de ação de Zaque, o Ciopaer deve receber uma nova aeronave Cheyenne turbo hélice equipada com kit aeromédico, incluindo preparação de assentos, carpetes e cortinas internas para operação aeromédica, pintura conforme design da Secretaria de Estado de Segurança Pública e tomadas elétricas de 12V e 110V, além de seguros por um ano, para multimissões do Ciopaer.

Com isso, o Estado passará a ter duas UTI’s aéreas. Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), o Governo gasta uma média de R$ 1,5 milhões por mês – R$ 18 milhões ao ano – com a contratação do serviço de UTI aérea com aproximadamente 70 voos mensais. Com apenas uma UTI aérea do Ciopaer, a SES estima que de 20 a 23 destes voos serão operados com estrutura própria.

Outro projeto importante da Sesp também contou com recursos de quase R$ 11 milhões de TAC do Ministério Público Estadual: a radiocomunicação digital na baixada cuiabana. Desta forma, não haverá mais interferência de estranhos na frequência das polícias, tornando a comunicação mais segura e eficiente.

Os equipamentos deveriam ter chegado em Cuiabá no final de março, mas ainda não vieram devido a pandemia do coronavírus, já que serão importados de uma fabricante em Zaragoza, na Espanha.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, agradeceu ao Ministério Público, que tem colaborado com delegacias, unidades da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Sistemas Penitenciário e Socioeducativo.

“O Ministério Público tem nos ajudado e muito em diversos investimentos. O Mauro Zaque é um grande parceiro da segurança, quando foi secretário percebeu a necessidade desse apoio e agora, do lado de fora da Segurança Pública, trabalha para nos ajudar. É um grande trabalho, uma parceria que é muito importante”.

Para o promotor, a ajuda por meio de recursos financeiros é um investimento também na sociedade. “Não é um favor que o Ministério Público faz para a Segurança Pública, na verdade é uma obrigação necessária para que essas forças especializadas possam render ao máximo a sua capacidade operacional. Quando a gente investe em segurança, quando a gente investe nas polícias, nós estamos investindo na população de Mato Grosso”, conclui Zaque.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Vacina chega a Mato Grosso às 16h35; Logística para distribuição já está preparada

Publicado

O primeiro lote da vacina Coronavac chegará no Estado às 16h35, em um voo da empresa Latam. Serão 65,7 mil doses, que irão contemplar 32,5 mil pessoas, já que o lote é para as duas doses.

Assim que a vacina chegar, ela será escoltada por agentes da Polícia Federal até o Centro de Distribuição do Governo do Estado. A previsão é que entre a chegada da vacina e a entrega para a Secretaria de Estado de Saúde decorra um prazo de duas horas.

Quando a vacina chegar no Centro de Distribuição será feita a separação do medicamento para o envio aos municípios, que começará nas primeiras horas de terça-feira (19).

Todo o processo irá obedecer o grupo prioritário estipulado pelo Ministério da Saúde. Além disso, a secretaria também deverá analisar a quantidade de vacinas pelo número de pessoas desse grupo, já que o total enviado nesse momento para o Estado não é suficiente para atender toda a demanda.

“Esses dados estão todos sendo levados em consideração pelos nossos técnicos para que possamos fazer o encaminhamento da vacina. O procedimento será tanto por via área como terrestre, para agilizar a entrega”, explicou o secretário Gilberto Figueiredo, que já está a caminho de Mato Grosso, após participar, na manhã desta segunda-feira (18), do ato do Ministério da Saúde, de entrega simbólica da medicação aos estados.

Campanha Nacional

Cumprindo com o que determinou o Ministério da Saúde, o Governo de Mato grosso aplicará  a primeira vacina em um mato-grossense ainda nesta segunda-feira (18). O local e horário deverão ser informados no início da tarde de hoje.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana