mato grosso

Governo do Estado dá ordem de serviço para projeto de gasoduto no Distrito Industrial

Publicados

em


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás) e MT Par, deu ordem de serviço nesta quarta-feira (03.03) à empresa Lima e Torres Engenharia para o início do projeto executivo do gasoduto no Distrito Industrial de Cuiabá. O projeto deve estar finalizado em três meses e, então, será realizada a licitação para a obra do duto, que deverá ser concluída no final do próximo ano.

Estão sendo investidos R$ 713 mil no projeto da obra do gasoduto e o MT Par é responsável pela licitação e pelo acompanhamento e fiscalização da execução do mesmo. A previsão é que sejam investidos cerca de R$ 13 milhões na obra.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, este é um grande sonho dos empresários do Distrito Industrial. “Essa matriz energética vai possibilitar uma grande economia e, consequentemente, muitas atividades econômicas poderão ser melhoradas e impulsionadas. Pela primeira vez, Mato Grosso tem um contrato firme de gás com a Bolívia e, desta forma, conseguimos dar segurança de fornecimento aos empresários e atraímos mais investidores”, afirma.

O início do projeto do gasoduto chega em um excelente momento, segundo Margareth Buzetti, presidente da Associação dos Empresários do Distrito Industrial de Cuiabá (Aedic).

“É uma fonte de energia mais barata e dá opção para as empresas do Distrito. Hoje, a redução de custos é vital para as indústrias e, tendo alternativa, consegue também atrair mais empresas, o que é importante para a região”. Atualmente, 260 empresas estão sediadas no Distrito Industrial de Cuiabá e, entre elas, estão cerca de 70 indústrias que podem ser beneficiadas com o gás natural.

De acordo com informações a Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás), a empresa vencedora da licitação deve entregar em 45 dias o projeto básico para o termo de referência para início de licitação da obra, com análise de solo, traçado do duto, pressão e intercorrências.

“A partir daí, vem o projeto executivo e, posteriormente, a obra propriamente dita. O gasoduto tem um ramal inicial de 27,5 quilômetros para atender a demanda de 3 milhões de metros cúbicos ao mês em três a cinco anos, podendo chegar a 6 milhões de metros cúbicos mensais de consumo mensal”, afirma Rafael Reis, presidente da MT Gás.

O presidente do MT PAR, Wener Santos, lembrou que a sua equipe está à disposição para fazer parcerias. “Por se tratar de uma empresa do Governo, é mais fácil, é mais rápido, e menos burocrático. Estamos prontos para trabalhar em todo e qualquer projeto para o bem do Estado de Mato Grosso, gerando emprego e desenvolvimento, pois esse é o nosso principal papel”, disse.

O deputado estadual Carlos Avallone reforçou que este é um sonho antigo dos empresários da região. “Agradeço a determinação e competência do governador Mauro Mendes por fazer esta obra que aguardamos há anos, é um sonho de muitos governos e agora está sendo realizada”. Para o deputado estadual Wilson Santos este é um dia histórico: “Vai dar competitividade às indústrias de Cuiabá e já sugiro fazermos extensões em outras cidades para descentralizar a industrialização”. Já o deputado estadual Dilmar Dal Bosco disse que é “hora de fazer esta obra e dar tecnologia para nossos empreendedores”.

Participaram da reunião equipes técnicas da MT Gás, da MT Gás, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que fez o levantamento da demanda por gás natural no Distrito Industrial, diretoria da Aedic e empresários da região.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Secel e Oi Futuro realizam encontro online para tirar dúvidas sobre edital MOVE_MT

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) e Oi Futuro realizam nesta quarta-feira (04.08), às 10h (horário de MT), um encontro online para tirar dúvidas sobre a inscrição no edital MOVE_MT. Para participar, os interessados devem se cadastrar para receber as informações de acesso à sessão que será transmitida pelo aplicativo Zoom. Inscrição aqui.

Durante o encontro, será explicado o passo a passo para finalizar o cadastro no edital. Os participantes ainda poderão enviar as dúvidas pelo chat da sessão online e as questões serão respondidas pela equipe organizadora do edital.

O MOVE_MT é o programa aceleração da economia criativa promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) em parceria com o Oi Futuro por meio de seu Laboratório de Inovação Social, o Labora.  Direcionado a projetos e negócios criativos, de inovação e de impacto sociocultural de Mato Grosso, o edital visa selecionar até 30 iniciativas que irão receber 2.500 horas de formação e mentoria realizadas por uma equipe de especialistas, pelo período de seis meses.

Além da formação, o edital dispõe de até R$ 257 mil reais em recursos para reconhecimento e distribuição entre as iniciativas que atenderem as metas previstas e obtiverem o melhor desempenho ao longo do ciclo de aceleração. E, na banca final, os cinco empreendedores com melhor desempenho em toda a aceleração poderão ganhar também um intercâmbio no Lab Oi Futuro, no Rio de Janeiro, após a pandemia.

As inscrições no edital seguem abertas até o dia 05 de agosto pelo site oifuturo.org.br/editais/
 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana