economia

Governo de SP recoloca estado na fase vermelha do Plano SP a partir de segunda

Publicados

em


source

Brasil Econômico

João Doria, governador do estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

João Doria, governador do estado de São Paulo

O governo do estado de São Paulo confirmou, nesta sexta-feira (22), que o estado será colocado novamente na fase vermelha do Plano São Paulo, que tem por objetivo controlar a circulação de pessoas durante a pandemia de Covid-19. Com a regressão de fase, apenas serviços essenciais serão autorizados a funcionar aos sábados, domingos e feriados e no período noturno nos dias úteis. As medidas já começam a valer a partir da próxima segunda-feira (25).

Protestos 

Protesto em SP nesta sexta-feira (22)
Reprodução

Protesto em SP nesta sexta-feira (22)

Antes do anúncio oficial, donos de bares e restaurantes realizam um protesto contra o fechamento dos estabelecimentos comerciais aos finais de semana, feriados e a partir das 20h nos dias úteis. O protesto começou por volta das 9h, no Morumbi, na Zona Sul da capital paulista.

O protesto foi organizado pelo setor de bares e restaurantes, que alega a dificuldade de manter os empregos durante a pandemia e o prejuízo com o descarte de alimentos perdidos.

Você viu?

Essas medidas mais restritivas de isolamento social foram anunciadas após a alta de casos da doença no estado e aumento no número de internações.

Matéria em atualização

Comentários Facebook
Propaganda

economia

IR 2021: contribuinte pode baixar o programa a partir de hoje; saiba como

Publicados

em


source
O programa estará disponível no site da Receita Federal
Nappy

O programa estará disponível no site da Receita Federal

A partir das 8h desta quinta-feira (25), os contribuintes podem baixar o programa de preenchimento e de entrega da declaração do  Imposto de Renda Pessoa Física 2021 (ano-base 2020). O programa para computador estará disponível na página da Receita Federal na internet.

O prazo de entrega começará na próxima segunda-feira (1º), às 8h, e irá até as 23h50min59s de 30 de abril . Neste ano, o Fisco espera receber até 32.619.749 declarações. No ano passado, foram enviadas 31.980.146 declarações.

Pelas estimativas da Receita Federal, 60% das declarações terão restituição de imposto, 21% não terão imposto a pagar nem a restituir e 19% terão imposto a pagar.

Você viu?

Assim como no ano passado, serão pagos cinco lotes de restituição. Os reembolsos serão distribuídos nas seguintes datas: 31 de maio (primeiro lote), 30 de junho (segundo lote), 30 de julho (terceiro lote), 31 de agosto (quarto lote) e 30 de setembro (quinto lote).NovidadesAs regras para a entrega da declaração do Imposto de Renda foram divulgadas ontem (24) pela Receita.

Entre as principais novidades, está a obrigatoriedade de declarar o auxílio emergencial para quem recebeu mais de R$ 22.847,76 em outros rendimentos tributáveis e a criação de três campos na ficha “Bens e direitos”, para o contribuinte informar criptomoedas e outros ativos eletrônicos.

Até esta sexta-feira (26), as empresas, os bancos, as demais instituições financeiras e os planos de saúde estão obrigados a fornecer os comprovantes de rendimentos. O contribuinte, no entanto, pode adiantar o trabalho e juntar documentos como contracheques e recibos, no caso de rendimentos, e notas fiscais, usadas para comprovar deduções.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana