BRASIL E MUNDO

Governo de SP pede que Bolsonaro pare de sabotar medidas de isolamento social

Publicados

em


source
Em meio a alta de casos e óbitos, governo de SP faz apelo a Bolsonaro para que deixe de atrapalhar medidas de isolamento social adotadas em São Paulo assim como em outros estados e países
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Em meio a alta de casos e óbitos, governo de SP faz apelo a Bolsonaro para que deixe de atrapalhar medidas de isolamento social adotadas em São Paulo assim como em outros estados e países

O governo de São Paulo emitiu uma nota de repúdio nesta quarta-feira (27) pedindo que  o presidente Bolsonaro (sem partido) “pare de sabotar publicamente as medidas restritivas utilizadas em São Paulo assim como em outros estados e países para conter a pandemia” de Covid-19.

Na nota, o governo Doria diz que Bolsonaro, ao causar aglomerações e desincentivar o uso de máscaras, desrespeita a as famílias dos que morreram em decorrência do vírus, e que seu mau exemplo leva as pessoas à morte.

“Assim como se opôs à vacina do Butantan contra o coronavírus e depois mudou de ideia, o Governo do Estado de São Paulo espera sinceramente que o presidente Jair Bolsonaro pare de sabotar publicamente as medidas restritivas, utilizadas em São Paulo, assim como em outros estados e países para conter a pandemia”, diz a nota.

Mais cedo, em coletiva realizada no Palácio dos bandeirantes,  Doria afirmou que entende os desafios de comerciantes no momento das restrições, mas reiterou que é preciso primeiro salvar vidas para, depois, salvar a economia.

“Quero lembrar que mortos não consomem, mortos não vão a bares, mortos não vão a restaurantes, mortos não compram pão e mortos não consomem sapatos. Temos que preservar vidas para depois recuperar a economia”, disse.

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Colunista corrige informação e diz que Joice não recusou exame toxicológico

Publicados

em


source
Deputada Joice Hasselmann (PSL-SP)
Reproducao / UOL

Deputada Joice Hasselmann (PSL-SP)

A deputada federal Joice Hasselmann realizou exame toxicológico no Instituto Médico Legal (IML) do Distrito federal na noite de segunda-feira (27). A informação foi corrigida pelo colunista Caio Barbieri , do Metrópoles, que antes havia dito que a  parlamentar teria se recusado a fazer o exame com a justificativa de ter bebido na véspera do incidente.

Os investigadores analisarão, a partir da amostra sanguínea de Joice, a existência ou não de diversos tipos de substâncias consumidas nos 180 dias anteriores à coleta.

“Eu não tenho que querer ou não fazer o exame. Não sou eu quem peço. Aliás, a Depol [Departamento de Polícia Legislativa] já havia pedido o toxicológico antes mesmo da civil [Polícia Civil]. Foi o penúltimo exame, perto das 18h. Fiz uma bateria, e quem definiu a ordem foram os legistas”, disse Joice em resposta ao site.

Joice se recupera de  cinco fraturas no rosto e uma na costela, além de diversos machucados pelo corpo. Ela diz ter acordado em uma “poça de sangue”, mas teve um apagão e não se lembra do ocorrido. A hipótese defendida pela parlamentar é a de que ela tenha sofrido um atentado por questões políticas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana