mato grosso

Governo de MT vai destinar R$ 65 milhões para que municípios acelerem imunização

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso lançou, nesta quarta-feira (21.07), o programa Imuniza Mais MT. A iniciativa terá investimento de R$ 65 milhões para incentivar os municípios na melhoria da cobertura vacinal dos imunizantes contra a Covid-19, Influenza e outras doenças. A primeira-dama Virginia Mendes acompanhou o lançamento do programa, ao lado do governador Mauro Mendes.

“Estamos lançando esse programa com a proposta de melhorar a cobertura vacinal não só da Covid, mas de uma gama de quase 20 imunizantes previstos no Plano Nacional de Imunização. O incentivo financeiro é importante porque a performance adequada pode evitar que muitas pessoas percam suas vidas ou tenham complicações em função da falta de vacinação”, destacou o governador. 

O investimento total será dividido entre premiações destinadas a municípios com bom desempenho na cobertura vacinal, reforma e construção da Rede Frio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), aquisição de veículos refrigeradores, câmara fria, ar-condicionado, equipamentos de refrigeração, insumos, serviços, capacitações e comunicação. 

“Esse programa é o início de um reconhecimento em meritocracia na saúde de Mato Grosso, em que bons gestores passarão a capitalizar do trabalho executado na saúde do município. Os dados utilizados serão os fornecidos pelo sistema oficial do Ministério da Saúde, portanto, é necessário que os gestores municipais atualizem o sistema para que possam ser avaliados”, explicou o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo.

A premiação

A primeira premiação somada em R$ 2.070.000 ocorrerá em outubro deste ano. Inicialmente, serão considerados dados das vacinas contra Influenza e Covid-19 disponibilizados no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI). Concorrerão ao incentivo os municípios que alcançarem mais de 80% de cobertura vacinal contra influenza e mais de 90% de cobertura vacinal contra a Covid-19. 

Na primeira quinzena de 2022, será realizada uma avaliação referente ao desempenho dos municípios no ano de 2021. Os municípios com melhor performance, com 90% a 100% de cobertura vacinal contra a Covid-19, Influenza e outras doenças, receberão selos bronze, prata, ouro ou diamante. Para 2022, as premiações estão estimadas em um total de R$ 7.770.000. 

Para o conselheiro do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE), Luiz Henrique Lima, a iniciativa reconhece o empenho dos municípios nas campanhas de vacinação.

“Acredito que essa iniciativa é pioneira entre todos os estados do Brasil. É uma iniciativa extraordinária, não pelo prêmio, mas pelo reconhecimento dos selos bronze, prato, ouro e diamante que demonstram que o gestor vencedor está fazendo o possível para salvar a vida de seus munícipes”.

Entusiasmado com a iniciativa, o prefeito de Arenápolis, Eder Marquis, que participou presencialmente do lançamento do programa, garantiu ser um dos gestores municipais que vai ganhar um dos selos. 

“O incentivo financeiro é importante, mas o mais importante é o estímulo para a rapidez da vacinação porque lugar de vacina é no braço e não na geladeira. Arenápolis vai aderir ao programa e quero receber um selo desse, nem que seja o bronze, mas vou brigar pelo diamante, porque a iniciativa é de extrema importância já que vai elevar o estado de Mato Grosso no ranking de vacinação no país”, afirmou o prefeito.   

Também participaram do evento o diretor-presidente da Desenvolve MT, Jair Oliveira Marques, o vereador de Cuiabá, Dilemário Alencar, e dezenas de prefeitos, por meio remoto.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Guiratinga comemora 88 anos com parcerias estaduais em infraestrutura, saúde e segurança

Publicados

em


Guiratinga, no sudoeste mato-grossense, 15.245 habitantes, distante 237 quilômetros de Cuiabá, comemora nesta segunda-feira, 02 de agosto, seu 88º aniversário de emancipação administrativa com forte presença do Governo do Estado.

Na atual gestão, o município foi beneficiado com pavimentação e restauração de mais de 130 quilômetros de rodovias, com investimentos superiores a R$ 110 milhões; maquinário para manutenção de estradas de terra; patrulha mecanizada e resfriadores de leite para apoio à agricultura familiar; e auxílio  financeiro e material a famílias carentes.       

Infraestrutura

No final de 2019, foi concluída a pavimentação de 41,4 quilômetros da MT–100, a construção da ponte de concreto sobre o rio Batovi, entre o município e Tesouro e a restauração de 62,74 quilômetros da MT–270, no sentido Rondonópolis. Ambos os investimentos somam mais de R$ 90 milhões.  

Ainda por meio da Sinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística), foram pavimentados 26,7 quilômetros da MT-110, entre Guiratingae Alto Garças. Este é o primeiro lote de obras para interligar Alto Garças e Guiratinga. Estão sendo investidos R$ 21,3 milhões.  

Pavimentação da MT 110 entre Guiratinga e Alto Garças – Foto Sinfra/MT 

Guiratinga também será beneficiada com a pavimentação de 66,44 quilômetros das rodovias MT-461 e MT-459, além de uma ponte de concreto na MT-459. Foi publicado o edital de licitação para elaboração dos projetos, que atenderão diretamente ainda Pedra Preta, Itiquira, Alto Garça e São José do Povo.

Para auxiliar na manutenção de 275 quilômetros de rodovias não pavimentadas, a Prefeitura de Guiratinga recebeu do Governo do Estado uma motoniveladora, complementando o maquinário municipal.  

Agricultura familiar

Para atendimento a agricultores familiares, o município recebeu, no início deste ano, uma patrulha mecanizada, composta por trator agrícola, carreta basculante e grade aradora, e dois resfriadores de leite, com capacidade para até mil litros.

Assistência Social

Por meio da Setasc (Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social), além da entrega de 619 cartões do Ser Família Emergencial, foram doados a famílias carentes do município 800 cestas básicas entre 2020 e 2021 pelo programa Vem Ser Mais Solidário e 1.174 cobertores, pelo Aconchego.

Segurança

Guiratinga é um dos 50 municípios a serem beneficiados com a implantação de radiocomunicação digital, pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP). Esta é a terceira etapa do Projeto, que prevê todo o Estado utilizando a ferramenta até o próximo ano. 

Saúde e repasses

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) repassou ao município 1.300 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 55.416 comprimidos, entre azitromicina (6.813), ivermectina (5.451) e dipirona (43.152), também distribuído em gotas, com 1.060 frascos.              

Entre 2020 e 2021, o Governo do Estado repassou R$ 16,9 milhões aos cofres municipais em ICMS, IPVA e Fethab; R$ 1,698 milhão em assistência social, transporte escolar e emendas parlamentares entre 2019 e 2020; e R$ 1,3 milhão em fundos de saúde entre 2019, 2020 e 2021.

Economia

Segundo o IBGE, em 2018, o setor agropecuário, com R$ 176,388 milhões, foi o principal componente do Produto Interno Bruto (PIB) municipal, de R$ R$ 378,2 milhões. Administração Pública (R$ 87, 8 milhões), Serviços (R$ 79,988 milhões), Impostos (R$ 20,27) milhões e indústria (R$ 13,76 milhões) fecharam a soma. O PIB per capita foi R$ 25.157,11.                                                                                                                                                                  

Em 2019, 264 empresas ou organizações ativas pagaram R$ 32,4 milhões, entre salários e outras remunerações, a 1.371 pessoas ocupadas (9,1% da população), das quais 1.108 assalariadas. Média mensal de 2,2 salários mínimos.                                                                                                              

Soja (227,7 mil toneladas), milho (177,25 mil) e algodão (35,3 mil) foram os principais cultivos guiratinguenses em 2019, segundo o IBGE, que registrou ainda a produção de banana, cana de açúcar, feijão, mandioca, melancia e sorgo.

Na pecuária, deteve em 2019 um rebanho bovino com 196,2 mil cabeças, das quais 3.340 vacas ordenhadas com 2,96 milhões de litros de leite; rebanho galináceo com 31,18 mil cabeças, das quais 13.415 galinhas com 60 mil dúzias de ovos, além 4.392 suínos (277 matrizes), 3.617 equinos, 2.327 ovinos e 4,8 toneladas de peixes em cativeiro.

Primeiro no ranking estadual, Guiratinga possui 17 mil hectares com plantação de eucalipto. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana