mato grosso

Governo de MT investe R$ 1 bilhão em obras de infraestrutura em Cuiabá

Publicados

em


A capital mato-grossense, que completa 303 anos nesta sexta-feira (08.04), recebe um investimento de mais de R$ 1 bilhão em obras de infraestrutura realizadas pelo Governo de Mato Grosso. Entre as ações, entregues ou em andamento, estão obras de pavimentação urbana, construção de pontes e finalização de obras da Copa do Mundo.

Encerrando uma novela que se arrastava desde antes da Copa do Mundo de 2014, o Governo do Estado licitou a implantação do corredor do Ônibus de Trânsito Rápido (BRT) em Cuiabá e Várzea Grande. O Consórcio Construtor BRT Cuiabá foi o vencedor do certame, com uma proposta de R$ 468 milhões. O resultado da licitação deve ser homologado nos próximos dias.

Outra obra retomada pela atual gestão é a construção do Novo Hospital Universitário Julio Muller, localizado na Rodovia Palmiro Paes de Barros, entre Cuiabá e Santo Antônio do Leverger. A fase de obras teve início em novembro de 2021 e neste momento os trabalhos estão concentrados na finalização da drenagem do terreno e em serviços de alvenaria. A obra está orçada em R$ 207 milhões, sendo 50% em recursos do Estado, e segue dentro do cronograma.

Quando for finalizado, o hospital terá uma área construída de 58,5 mil metros quadrados, em uma área de 147 hectares. A estrutura abrigará 228 leitos de internação, 68 leitos de repouso, 63 leitos de UTI, sendo 18 pediátricos e 25 neonatais, além de 12 centros cirúrgicos, 85 consultórios, 45 salas de exame e 21 salas para banco de sangue e triagem.

Obra de grande importância é a implantação do Contorno Norte do Rodoanel de Cuiabá. Licitada por meio de Regime Diferenciado de Contratação Integrado (RDCi) por R$ 204,9 milhões, a empresa vencedora da disputa elaborou os projetos da obra, que agora são analisados pela Sinfra-MT. 

O Contorno Norte terá 21,5 km, em pista dupla, ligando a BR-163/364 em Várzea Grande, até a MT-251 em Cuiabá, com a previsão de construção de dois viadutos, uma trincheira e duas pontes sobre o Rio Cuiabá.

“Logo no começo da gestão, o governador Mauro Mendes determinou a conclusão de todas as obras que estavam paralisadas. E foi isso que a Sinfra-MT fez, retomando obras que estavam há muito tempo paradas e que a população já não tinha a esperança de que seriam finalizadas”, afirmou o secretário de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira.

A Sinfra-MT também está construindo outra ponte sobre o Rio Cuiabá, ligando o Parque Atalaia, na capital, ao Parque do Lago, em Várzea Grande. A expectativa é que a obra seja finalizada em julho desse ano. Corrigindo uma falha de gestões anteriores, o Governo também elaborou os projetos e licitou as obras de acesso a ponte. Também está sendo construído o acesso ao Parque Novo Mato Grosso, na MT-251, incluindo duas pontes sobre o Rio Bandeira e um viaduto de acesso.

A pavimentação da Avenida Mário Palma, a recuperação do asfalto no Distrito Industrial, a pavimentação do Loteamento Centro América e a recuperação da Trincheira Jurumirim são outras importantes obras em execução. 

Após recuperar a parte inferior da trincheira, no momento os trabalhos são realizados na parte superior, com a substituição das juntas de dilatação e correção de defeitos no asfalto. A expectativa é que as alças das trincheiras sejam entregues no começo de maio.

O Governo já assinou a ordem de serviço para o início da recuperação e conclusão da duplicação da Avenida Arquimedes Pereira Lima e para implantação da iluminação na Estrada de Chapada, entre a Fundação Bradesco e o trevo para Manso. Em breve, também devem ter início as obras para construção do prolongamento da Avenida Parque do Barbado, que vai chegar até a Avenida das Torres.

No momento, estão em fase de licitação três obras na capital: a implantação da iluminação pública na MT-040, entre Cuiabá e Santo Antônio do Leverger, a duplicação da Avenida V2, no Jardim Industriário, e a pavimentação da MT-401, levando o asfalto até o distrito do Aguaçu.

“Esta gestão tem um olhar especial para a Cuiabá, que é a capital de todos os mato-grossenses. Além de ter mais de R$ 1 bilhão em investimentos, temos outros projetos para melhorar a mobilidade dos moradores da capital e do seu entorno”, concluiu Marcelo de Oliveira.

Obras entregues

Assumindo obras que não foram concluídas em outras gestões, o Governo de Mato Grosso entregou a Avenida Parque do Barbado e o COT da UFMT. A Sinfra-MT também realizou a restauração da MT-251 até Chapada dos Guimarães e pavimentou a MT-402, até o Coxipó do Ouro, com ciclovia, dando mais conforto aos motoristas e ciclistas que se deslocam até dois dos principais pontos turísticos próximos da capital.

Projetos em andamento

O Governo de Mato Grosso também tem projetos em andamento para a infraestrutura de Mato Grosso. Entre essas obras estão a duplicação da Avenida dos Trabalhadores entre os bairros Planalto e Doutor Fábio, um complexo viário próximo ao Jardim Leblon na Avenida Miguel Sutil, a pavimentação da MT-402, da Ponte de Ferro até o Coxipó do Ouro, da MT-400 entre o Sucuri e o distrito da Guia, e a restauração das rodovias para Santo Antônio de Leverger e Rosário Oeste.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

“Apoio do Governo com o GNV é fundamental para mantermos o trabalho e sustento da família”, afirma motorista de aplicativo

Publicados

em

O motorista de aplicativo Paulo Davi Vidal Silva, de 32 anos, precisou se reinventar para continuar trabalhando com o transporte de passageiros, na Região Metropolitana, devido a alta dos preços dos combustíveis. Com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), por meio da Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás), Paulo e outros motoristas recorreram ao gás natural veicular (GNV), o que possibilitou continuar prestando o serviço aos seus clientes.

Há mais de dois anos, Paulo Davi presta serviço de transporte de passageiros por aplicativo. Ele gastava cerca de R$ 2.400 por mês com etanol e hoje em dia com o gás gasta R$ 1,5 mil.  Diante do aumento dos preços da gasolina e do etanol, ele e outros motoristas buscaram a Associação dos Motoristas por Aplicativos de Mato Grosso (AMA-MT) para obter informações da MT Gás e converter os automóveis de aplicativo para o uso do GNV.  

“Quando o álcool subiu, pensei em desistir de trabalhar como motorista de aplicativo. A gasolina já tinha subido e era inviável trabalhar, eu estava pagando para trabalhar, então conheci o GNV que chegou em um bom momento na minha vida. Com o apoio da AMA-MT e da MT Gás a gente continua trabalhando, sustentando nossas famílias, porque tivemos que nos reinventar e o gás natural veio como alívio no nosso bolso”, afirmou Paulo Davi.

De acordo com o presidente da AMA-MT, Cleber Cardoso Silva, assim como Paulo Davi, outros motoristas de aplicativos associados, viram no gás natural veicular uma alternativa viável, mas ainda pouco conhecida, e que a equipe da MT Gás foi essencial para fazer a mudança dos veículos para o uso do GNV.

“Atualmente em Cuiabá e Várzea Grande temos mais de cinco mil motoristas cadastrados e 40% já aderiram ao uso do GNV. Esse gás natural veicular é fundamental em nossas vidas, é questão de sobrevivência. Muitos motoristas encontram motivação para seguir na profissão, é muita gente que estava pagando para trabalhar com alta do combustível e a MT Gás nos deu esse suporte com informações técnicas de como poderíamos fazer e nos passou confiança, de que essa mudança era necessária”, ressaltou o presidente da AMA-MT.

Além dos motoristas de aplicativo, o Governo de Mato Grosso, por meio da MT Gás, vem sendo um grande aliado dos empresários, alguns, proprietários de postos de combustíveis e oficinas mecânicas. O empresário em Cuiabá, Fábio Marques, é dono de posto de combustível, e já vem expandindo os negócios depois de aderir ao GNV. “Fico muito feliz em trabalhar com GNV, estou há um ano nesse mercado e me realizo a cada dia, primeiro com o ganho ambiental e, segundo, o plano econômico e os preços ajudando muito” afirmou o empresário.

O presidente da Companhia Mato-grossense de Gás, Rafael Reis, explica que o governo está garantindo o fornecimento de gás natural nos próximos anos no Estado. “Esse suporte da MT Gás vem abrindo possibilidades de novos mercados e para os motoristas de aplicativos e empresários investirem em novas unidades de postos e em oficinas de conversão. Isso contribui para geração de emprego, renda e qualidade de vida para essas pessoas, que confiam nessa nova alternativa como sendo mais viável e, principalmente, segura”, afirmou Rafael.

De acordo com a MT Gás, os maiores beneficiados com o retorno de fornecimento foram os motoristas de veículos, principalmente de aplicativos e taxistas. Indústrias estimam economia com o uso do Gás Natural de até 50%, em relação a outros combustíveis.

“O Governo do Estado envolvido nesta nova alternativa de combustível, abre novas portas para o desenvolvimento econômico e a MT Gás tem uma equipe técnica preparada para orientar e capacitar sobre o uso do GNV. Nós passamos credibilidade tanto para os empresários quanto para  os motoristas, que podem investir sem medo em tecnologia de abastecimento rápido, criação de novos postos, e investir em grandes oficinas, além disso o Governo possibilitou o preço de custo menor de todo país ajudando os motoristas de aplicativos”, disse o presidente da MT Gás.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana