CIDADES

Governo de Mato Grosso prorroga prazo de execução dos projetos aprovados na Lei Aldir Blanc

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), alterou o cronograma dos editais estaduais da Lei Aldir Blanc. Com o termo de prorrogação publicado no site da Secretaria, o prazo para execução e prestação de contas das propostas selecionadas passa a ser de 180 dias a contar da data do repasse dos recursos.

Pelo cronograma inicial, a maioria dos proponentes tinha até o dia 30 de abril para executar seus projetos e mais 30 dias para prestar contas. Agora, a data limite para execução das atividades passa ser final de julho, variando de acordo com o dia em que o depósito do valor foi efetivado, desde que a entrega dos documentos de prestação de contas não ultrapasse o período de 180 dias estipulado no termo de prorrogação. 

A medida considerou o agravamento da pandemia em 2021 e o estabelecimento de medidas ainda mais restritivas para conter a propagação do coronavírus. Ainda se considerou os impactos econômicos do setor produtivo da cultura ao ter suas atividades interrompidas desde março de 2020 por conta dos esforços necessários de distanciamento social. 

“Conseguimos ampliar o prazo aos proponentes utilizando o período que cabe à Secretaria para os relatórios. Enquanto aguardamos o governo federal se manifestar oficialmente quanto à prorrogação, queremos que a execução dos trabalhos seja feita com segurança e proteção, da melhor forma possível”, explica o titular da Secel, Alberto Machado. 

Para atualizar o calendário de execução, os proponentes dos projetos selecionados não precisam de prévia aprovação por parte da comissão de acompanhamento e fiscalização, devendo somente apresentar cronograma atualizado no ato da prestação de contas.

Serviço

Termo de prorrogação de prazo de execução e prestação de contas

Acesso: www.cultura.mt.gov.br/editais (lista de anexos de cada edital da Lei Aldir Blanc)

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Propaganda

CIDADES

Mato Grosso registra 370.236 casos e 10.042 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (06.05), 370.236 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 10.042 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.602 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 370.236 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.629 estão em isolamento domiciliar e 349.973 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 444 internações em UTIs públicas e 323 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 83,15% para UTIs adulto e em 41% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (78.487), Rondonópolis (27.148), Várzea Grande (25.119), Sinop (19.436), Sorriso (12.868), Tangará da Serra (12.152), Lucas do Rio Verde (11.499), Primavera do Leste (10.174), Cáceres (7.907) e Alta Floresta (7.091).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 320.874 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 511 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na quarta-feira (05), o Governo Federal confirmou o total de 14.930.183 casos da Covid-19 no Brasil e 414.399 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 14.856.888 casos da Covid-19 no Brasil e 411.588 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta quinta-feira (06).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana