diamantino

Governo de Diamantino e IFMT debatem parcerias para fomento da agricultura familiar

Publicados

em


Na expectativa do desenvolvimento de um trabalho integrado nos setores da educação técnica e agricultura o Dr. Manoel Loureiro Neto (MDB) e Jozenil Costa Lube (PSD) prefeito e vice-prefeito de Diamantino respectivamente, receberam o corpo técnico do Instituto Federal Mato Grosso (IFMT) para debater um plano de cooperação para o aperfeiçoamento do manejo de produtos da agricultura familiar. O encontro aconteceu na manhã desta sexta-feira (07.05) no gabinete do prefeito municipal.

De acordo com o diretor o prefeito, a atuação do instituto deverá acontecer em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento afim de fomentar o desenvolvimento socioeconômico municipal através de orientações aos pequenos e médios agricultores.

 “A participação do instituto é fundamental para nos auxiliar no progresso das ações voltadas a segurança alimentar, sendo essa parceria uma fomentadora do comércio por meio da extensão da agricultura familiar”, disse o prefeito.

“Durante a implantação do SIM, o IFMT deverá atuar disponibilizando informações técnicas aos agricultores de modo a otimizar suas produções, fornecendo-os orientações sobre as áreas de atuação de cada vocação”, acrescenta Dr. Manoel.

A exemplo da necessidade dos serviços, o prefeito pontuou que em razão da demanda futura por ovos de retirados de galinhas criadas soltas, ou fora de gaiolas da indústria Netto Alimentos, necessitaríamos de aumentar a produção local em 4 vezes num curto espaço de tempo, tendo ainda sim toda a produção tomada pela empresa.

“Hoje temos a urgente necessidade de preparar o nosso pequeno agricultor para atender a demanda da indústria de ovos que em breve será inaugurada no município, precisamos orientar nossa força de trabalho para que seja capaz de captar esse nicho de mercado que se abre de modo a fomentar nossa economia”, pontua Dr. Manoel.

O diretor Givaldo Dantas destacou as ações desenvolvidas pelo IFMT Campus Avançado de Diamantino enaltecendo os projetos desenvolvidos pelos mais de 400 alunos e 30 servidores com extensões e pesquisa de campo para o avanço de tecnologias voltadas a agricultura pontuando os benefícios para os acadêmicos de uma parceria com o município, sobretudo com o transporte de modo a reduzir a evasão escolar.

“É fundamental para o processo de integração teórico-prático na integração do acadêmico direcionando-o ao mercado de vocação de sua região, o que vai de encontro com as necessidades do Governo Municipal”, disse. “Por outro lado, temos o revés da evasão escolar da qual identificamos como maior causador a ausência de transporte, podendo nós avaliar possibilidades em parcerias também nesse sentido”, conclui o diretor Givaldo.

Participaram também da reunião, a engenheira de alimentos Andreia Locco, e o assessor da Secretaria Municipal de Educação, professor Jamil.

Comentários Facebook
Propaganda

diamantino

Governo de Diamantino ajusta Decreto e retoma horário integral nos órgãos do município

Publicados

em


O Governo de Diamantino, editou o Decreto de Lei 117/2021 determinando a adoção de novas regras para o funcionamento do comércio e dos órgãos públicos da gestão municipal, que retornam ao horário integral de funcionamento. As novas regras foram publicadas nesta sexta-feira (11.06) em diário oficial.

De acordo com o novo regimento adotado em razão da classificação de risco para a transmissão do novo coronavírus ter se mantido em “MODERADO”, todo o comércio fica autorizado a iniciar suas atividades a partir das 05 horas devendo encerra-las às 23 de segunda à domingo e determina que os órgãos de gestão da prefeitura retornem ao horário integral de funcionamento, sendo das 07 da manhã, às 17 horas, de segundas às sextas-feiras, sendo o atendimento ao público mantido apenas no período da tarde.

Fica mantido o toque de recolher para a circulação de pessoas, todos os dias a partir das 00:00 horas, perdurando até às 05:00 da manhã, exceto ao trânsito de pessoas em deslocamento de ida ou retorno dos serviços essenciais, bem como os dispositivos da Lei Municipal 1348/2021 que fixa multa de até R$ 5 mil a pessoas físicas e jurídicas que desobedecerem às regras de distanciamento social.

Ficam proibidas festas e reuniões de qualquer natureza, devendo os fiscais do PROCON, Vigilância Sanitária, da saúde e Conselho Tutelar dispersar aglomerações quando constatar o acúmulo maior do que 5 pessoas, salvo em razão de serviços essenciais.

O Decreto 117/2021 passa a vigorar a partir da tarde desta sexta-feira e tem validade pelos próximos 10 dias, podendo ser prorrogado conforme alterações na classificação de risco pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT).

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana