mato grosso

Governo assina contratos para pavimentação e melhorias de 140 km da MT-100

Publicados

em


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), assinou contratos para realização dos serviços de melhoria, adequação da capacidade e segurança, além de pavimentação de um trecho da MT-100, na região do Araguaia, em Mato Grosso. As obras serão realizadas em uma extensão de 140 quilômetros da rodovia e serão investidos R$ 79 milhões para as melhorias.

Será realizada a pavimentação de um trecho de 29,3 quilômetros, entre os municípios de   Araguainha e Ponte Branca, além de outros 20 quilômetros do entroncamento da MT-463, em Ponte Branca, até o acesso ao município de Ribeirãozinho. Para executar essa obra, o Governo assinou contrato com a Construtora São Cristóvão Ltda e o investimento será de R$ 55,6 milhões.

Ainda na MT-100, também serão executados os serviços de melhoramento em 45,4 quilômetros, no trecho que compreende o entroncamento da MT-461, que dá acesso à cidade de Ribeirãozinho, até o entroncamento da MT-466, em Torixoréu. O contrato foi assinado junto à empresa Engenharia e Comércio Bandeirantes Ltda e serão investidos R$ 23,4 milhões.

Obra vai oncluir pavimentação da MT-100 entre Araguainha e Ponte Branca 

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a MT-100 é considerada uma rodovia estruturante na região do Araguaia, já que interliga os municípios do Vale do Araguaia a região até o Sul de Mato Grosso, sendo muito utilizada para o escoamento de grande parte da produção agrícola.

Por isso, segundo o secretário, são necessárias as obras para garantir a trafegabilidade dos usuários da rodovia, especialmente em trechos onde hoje o asfalto é considerado de péssimo estado para o tráfego e em outros pontos onde a pavimentação foi iniciada há anos, paralisada e não concluída.

“Vamos realizar as melhorias nesse trecho da rodovia, que somado a todas as obras que já estamos realizando na MT-100, vai permitir o escoamento da produção do agronegócio, através da continuidade da MT-100 em direção ao município de Alto Taquari, até a divisa de Mato Grosso do Sul, tornando-se fundamental para o acesso ao Porto de Santos, em São Paulo”, afirmou o secretário.

Ponte de concreto sobre o rio Ouro Fino, na rodovia MT-100

Outras obras

Além da obra a ser iniciada, novas melhorias na MT-100 já estão em andamento.  Entre elas, a construção da ponte de concreto sobre o rio Tinhoso, localizada na MT-100 no município de Pontal do Araguaia, que terá 50 metros de extensão. Além da ponte, também serão executadas as obras de encabeçamento das cabeceiras, em uma extensão de 1,93 quilômetro. Serão investidos R$ 4,5 milhões para a realização dessas melhorias.

 Está em andamento a construção de outras  quatro pontes de concreto na MT-100, sobre o Córrego Pitomba e rio Ouro Fino, em Barra do Garças, além do Córrego Sete Voltas, em Ponte Branca, e o Rio Claro, em Alto Araguaia. Os investimentos somam aproximadamente R$ 10 milhões.

Também está em andamento a pavimentação de 18 quilômetros da MT-100, do trecho que vai do fim da pavimentação no município de Torixoréu até o início da pavimentação para Pontal do Araguaia. Este trecho é o único que falta ser pavimentado para interligar os municípios por via asfaltada. Serão investidos R$ 19 milhões nessa obra.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Intermat esclarece o que você deve saber antes de comprar um imóvel rural

Publicados

em


Antes de adquirir um imóvel rural é necessário verificar a legalidade da área para diminuir os riscos de se fazer um mau negócio. O Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat) esclarece medidas básicas a serem tomadas antes de negociar a compra de uma terra.

Conforme o presidente da autarquia, Francisco Serafim, o passo a passo de checagem de informações para se fazer um negócio seguro inclui, principalmente, buscar informações junto ao Cartório e Registro de Imóveis. “Para uma área ser passível de venda é necessário que esteja registrada em conformidade com a legislação, com posse pacífica e exigir o georreferenciamento”, explica o gestor.

Uma dúvida frequente é quanto à possibilidade de desmembramento da área. Mesmo com a titularidade averiguada, o registro legal do imóvel junto ao cartório, antes de comprar é necessário confirmar a legalidade da divisão da área em frações menores.

O desmembramento de um imóvel rural deve sempre obedecer a Fração Mínima de Parcelamento (FMP) fixada para cada município, e que deve obedecer a regra de que o imóvel original permaneça com, ao menos, a área mínima fixada pela Lei Federal nº 5.868/72.

Veja o que você deve saber antes de comprar uma terra: 

Histórico completo do imóvel – Solicite ao Cartório de Registro de Imóveis uma certidão dominial, ou sucessória completa. O documento serve para mostrar a sequência cronológica e registro de todas as transmissões ocorridas sobre o mesmo terreno, desde o proprietário atual até a origem da titularidade.

Certidão pela internet – A maioria dos cartórios oferece a busca por certidões pela internet, sem a necessidade de se deslocar pessoalmente até o cartório. A busca pode ser feita pela Central Eletrônica de Integração e Informações dos serviços Notariais e Registrais de Mato Grosso (CEI), após cadastro, clicando AQUI.

Comprovação da origem do título – Após ter a certidão em mãos, é preciso conferir se o primeiro registro da área consta um título emitido pelo Poder Público. Comumente aparece Poder Judiciário, Estado, União, Incra e Intermat.

Verifique quem está vendendo a área – Após acessar a certidão, é possível verificar quem é o último dono da área. Certifique-se de que quem está vendendo a área é o atual proprietário do imóvel. 

Confirme a localização – É preciso confirmar que a área do título que consta no primeiro registro tem correspondência de localização com a área que você pretende adquirir.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana