mato grosso

Governo ampliou, democratizou e garantiu acesso aos recursos, destacam representantes da Cultura de MT

Publicados

em


Os investimentos do Governo de Mato Grosso em seleções públicas por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), nos últimos três anos, chegaram a R$ 46,8 milhões e alcançaram os 141 municípios do Estado.

O esforço mudou a realidade do setor e foi reconhecido pelos segmentos nesta quarta-feira (30.03), durante lançamento de mais quatro editais que totalizam R$ 17 milhões.

“É um sonho poder estar aqui. Porque era um sonho ver uma política de Governo se transformar em política de Estado. E eu estou vendo isso acontecer. Eu tenho 38 anos de atuação junto ao Movimento Negro e nunca tive, antes, nenhum projeto aprovado na Secretaria de Cultura. Hoje o Estado diz sim à nossa luta. Pra mudar é necessário vontade e é essa vontade que hoje a gente vê acontecendo”, afirmou Antonieta Costa, presidente do Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso (Imune).

As quatro seleções públicas lançadas nesta quarta-feira irão atender projetos de diversos segmentos e linguagens artístico-culturais e diferentes públicos.

Para o secretário de cultura de Primavera do Leste, Wanderson Lana, as ações representam a possibilidade de transformação na vida de quem vive da arte no Estado e significam, ainda, o atendimento das demandas dos municípios junto ao Executivo.

“O senhor, governador, está cumprindo com tudo o que nos disse que iria fazer. Nós somos uma força econômica que deve ser respeitada. Esse é um ponto. Mas existe outro ponto muito importante e, talvez, o mais importante que é a nossa capacidade de sonhar, de ter perspectiva. Quando o senhor investe tanto dinheiro assim em cultura, o senhor está dando vida ao nosso Estado. Porque a cultura é a representação do nosso povo”, destacou.

Os editais vão financiar projetos de música, teatro, dança, circo, artes visuais, artesanato, literatura, bibliotecas e ações culturais nas comunidades. De acordo com o governador Mauro Mendes, esse aporte histórico é uma forma de reconhecer a importância dada pelo Governo de Mato Grosso à Cultura.

“Sabemos o quanto esses recursos vão beneficiar tantas pessoas, como já vêm beneficiando. Nessa pandemia os artistas estavam vivendo como peixe fora d’água, mas graças a Deus sobrevivemos e, agora, esses projetos vão ajudar os grupos de siriri, de cururueiros, enfim, de todos os segmentos no nosso Estado”, pontuou a fundadora e presidente Flor Ribeirinha, Domingas Leonor da Silva.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Louvada Porter

Com inspiração inglesa, Louvada lança nova cerveja escura

Publicados

em

Malte de cevada, malte torrado, lúpulo, água e levedura. Esses são os ingredientes básicos que dão origem à cerveja “Porter”, novo estilo criado pela Louvada. O rótulo recém chegado conta com um sabor adocicado, teor alcoólico menor e tem aroma que lembra castanhas e chocolate. Uma combinação perfeita para os amantes da bebida de coloração escura. 

O estilo Porter foi criado ainda no século XVII, no Reino Unido, por trabalhadores portuários ingleses e irlandeses. Desde então, seu sabor foi rapidamente apreciado e a fórmula passou a ser difundida mundialmente.  

“A gente sempre teve essa vontade de produzir uma cerveja escura nossa e, hoje, conseguimos concretizar a Porter. Ela é diferente das tradicionais escuras artesanais, pois é mais adocicada, achocolatada e apresenta teor de álcool mais baixo, em torno de 5.4%, ou seja, é bem leve. O IBU dela – International Bitterness Units, escala que mede intensidade de amargor – é de 15, então, é uma bebida com drinkability muito alto”, explica Paulo Fortunato, sócio e diretor de produção da Cervejaria Louvada.

Para chegar à fórmula da Louvada Porter foi feita a combinação de sete diferentes tipos de maltes, incluindo o malte torrado que dá à tonalidade escura à cerveja. Quem provar poderá conferir que a cerveja harmoniza muito bem com alimentos como pudim de leite, brownie, petit gateau, carnes e vegetais grelhados. “Estamos com uma expectativa muito boa de que ela terá uma grande aceitação entre o nosso público. Para nós, o resultado da receita foi inspirador”, considera Fortunato. 

A bebida já pode ser conferida entre os mais de 20 rótulos artesanais que são comercializados pela Louvada. 

Premiadas

Primeira cervejaria artesanal de Cuiabá, a Louvada é a mais premiada do Centro-Oeste. Somente em 2021, foram 23 medalhas conquistadas e a marca ocupa sempre lugar de destaque, tanto nos concursos nacionais, quanto internacionais. Ao longo dos sete anos de história, a empresa conquistou reconhecimento do público, se firmando entre as mais bem aceitas no mercado. 

Recentemente, a empresa participou do World Beer Awards, que é considerado uma das disputas internacionais mais importantes no segmento. Entre as cervejas premiadas, a IPA, a Hop Lager e a Low. “Temos muito zelo quando elaboramos nossos produtos, então, quando conquistamos esses prêmios, é a validação do trabalho que estamos realizando”, ponderou Paulo Fortunato.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana