mato grosso

Governador: “Com esse apoio, as famílias da Agricultura Familiar vão poder produzir mais e com maior qualidade”

Publicados

em


O governador Mauro Mendes afirmou que os investimentos do Governo de Mato Grosso vão ajudar as famílias da Agricultura Familiar de todo o estado “a produzir mais e com mais qualidade”.

Nesta quinta-feira (21.01), o gestor fez a entrega de um pacote de equipamentos para beneficiar os pequenos agricultores de 82 municípios. São 42 patrulhas mecanizadas, 200 resfriadores de leite, 100 caixas de mel e 7,6 mil doses de sêmen bovino. Cada uma das 42 patrulhas mecanizadas é composta por um trator agrícola 4×4 com potência de 110 CV, uma carreta basculante com capacidade para seis toneladas e uma grade aradora com 18 discos de 28 polegadas.

“Com apoio, elas [as famílias] vão poder produzir mais, com maior qualidade, mais produtividade e isso vai diminuir o custo delas e vai transformar em qualidade maior na mesa dos mato-grossenses”, ressaltou.

Mauro Mendes reforçou que a Agricultura Familiar é um dos grandes pilares do programa Mais MT, que prevê investimentos de R$ 9,5 bilhões durante a gestão (2019-2022). Somente nesta entrega foram investidos R$ 9,9 milhões, sendo parte de recursos do Governo do Estado e parte de emendas do ex-deputado federal Fábio Garcia, do deputado federal Carlos Bezerra e do deputado estadual Dilmar Dal Bosco.

“O secretário Silvano Amaral me apresentou um plano de trabalho pedindo R$ 125 milhões em investimentos. E quando a gente pede para o governador, sempre acha que não vai dar tudo o que pede. Até porque quem me conhece sabe que eu sou duro e estou aqui para gastar bem o dinheiro do estado. Mas quando eu sentei para sintetizar o programa e distribuir os recursos, a Agricultura Familiar foi contemplada com R$ 185 milhões em investimentos. É um grande investimento que vai ajudar mais de 100 mil famílias dos 141 municípios, porque todos os municípios de Mato Grosso têm gente da Agricultura Familiar produzindo alimentos”, relatou.

Nascido na “roça”, o governador destacou a importância de o Poder Público ajudar os pequenos agricultores a desenvolverem sua capacidade de produção, bem como a qualidade dos produtos.

“No dia a dia você come alface, você come couve, você come tomate, você come abobrinha, você come o maracujá, o café, a mandioca, o leite, o queijo e os derivados do leite. A Agricultura Familiar alimenta as pessoas e essas pessoas precisam sim da mão e do amparo do estado. É isso que nós estamos fazendo, junto com os prefeitos, Assembleia, bancada federal e parceiros”.

Mauro Mendes reforçou que o carinho que possui pela Agricultura Familiar será devolvido com muitas entregas e ações nesta área.

“Quando eu era criança não fui criado na Agricultura Familiar, mas na roça. Trator como esses que estamos entregando nem em sonho a gente sonhava ter. Eu trabalhei com meus irmãos no arado de boi. Não tinha força, quando criança que era, mas era o guia dos bois. Com aquela capinadeira, puxava cavalo. Trabalhávamos na enxada. Eu tenho esse carinho especial, nós vamos transformar em ações e resultados para melhorar a vida dessas pessoas. E fazendo isso vamos garantir a segurança alimentar, garantir que lá em Colniza, São Félix do Araguaia ou na Baixada Cuiabana as pessoas tenham alimento de qualidade e talvez mais barato”, finalizou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Ocupação dos leitos de UTI para pacientes com Covid-19 está em 88,96%

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 403 internações em UTIs públicas e 374 em enfermarias públicas. Taxa de ocupação está em 88,96% para UTIs adulto e em 43% para enfermarias adulto.

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (28.02), 250.889 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.806 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 363 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 250.889 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.509 estão em isolamento domiciliar e 235.269 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 403 internações em UTIs públicas e 374 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 88,96% para UTIs adulto e em 43% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (53.729), Rondonópolis (19.483), Várzea Grande (15.888), Sinop (12.883), Sorriso (10.305), Tangará da Serra (9.992), Lucas do Rio Verde (9.336), Primavera do Leste (7.456), Cáceres (5.545) e Nova Mutum (5.064).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 217.651 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 649 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional
N último sábado (27), o Governo Federal confirmou o total de casos da Covid-19 no Brasil e óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 10.517.232 casos da Covid-19 no Brasil e 254.221 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de domingo (28).

Recomendações
Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana