MULHER

Gordofobia no sexo: veja relatos e como lidar com essa situação

Publicados

em


source
Mulheres gordas relatam gordofobia
Divulgação/Pinterest

Mulheres gordas relatam gordofobia

Se a gordofobia já causa muito transtorno para as pessoas gordas, imagine quando falamos sobre ela vinculado ao afeto e intimidade. A psicóloga clínica Gabriele Menezes explica que quando ocorre gordofobia na hora do sexo, aquele momento que deveria ser prazeroso, acaba se tornando traumático. “Pois envolve a expectativa, a idealização e principalmente ansiedade, levando a até a pessoa não buscar outros parceiros por achar que poderá acontecer da mesma forma.”

Infelizmente a gordofobia no sexo não é algo raro e pode acontecer tanto em encontros casuais quanto em relacionamentos de longa data. É o que se pode observar nos depoimentos a seguir. Em entrevista ao iG Delas, mulheres contam momentos de gordofobia que viveram com os parceiros na hora do sexo.  

Marido riu 

“Meu marido disse que não ia fazer nada, que eu era gorda e que só servia para consolo. E riu quando eu coloquei uma camisola mais bonitinha para dormir”.

– Maria*, 35, autônoma 

‘O problema é com você’

“Quando eu tinha mais ou menos 23 anos, sai com um cara que era péssimo na cama (até hoje não sei o por que me sujeitei aquilo). O cara não conseguia fazer nada, quando percebeu minha cara de bosta disse: ‘O problema é com você, estou acostumado a ficar com magras e elas adoram. A sua buceta deve ser diferente, porque sabe, né, você é gorda, por isso não deve reconhecer um sexo bom’”

– Luisa*, 25 anos, terapeuta 

Você viu?

‘A gordinha manda bem, acho que tava com fome’

Uma vez eu estava fazendo oral em um cara. Quando acabamos, ele simplesmente pegou o celular e gravou um áudio para o amigo falando algo como ‘a gordinha manda bem, acho que tava com fome’”

– Helena*, 30 anos, advogada

Disse que precisava avaliar com os amigos

“Eu tenho um relacionamento aberto, por conta disso, estou em alguns aplicativos de relacionamento. Esses dias um cara que eu nunca tinha conversado falou que eu não era gorda, que eu estava mentindo, pois por foto não parecia.

Expliquei que era ângulo, que eu tenho 120 kg. Ele simplesmente disse que precisava pensar e conversar com os amigos para ver se valia o risco de fazer sexo comigo. Eu nunca tive nenhuma conversa de cunho sexual e nenhuma outra, com ele antes”.

– Luísa, 21 anos, estudante de Arquitetura 

Como lidar com a gordofobia no sexo

Em geral pessoas que passam por essas situações são pegas de surpresa e acabam não sabendo como reagir a essas situações. O importante é ter em mente que você não merece ser tratada desta forma. Ninguém merece. 

‘Sempre digo que precisamos do autoconhecimento bem fortalecido para lidar com esse tipo de situação, principalmente para entender que o problema está no outro e não em nós! A pessoa gorda tem todo o direito de sentir prazer, de se sentir desejada… E é sempre bom conhecermos além de nós mesmos, a quem está desejando seu corpo, é alguém que realmente tem interesse em você ou que tem um fetiche no seu corpo?! Alguém que só objetifica ele?! São reflexões importantes para se afastar de pessoas gordofóbicas”, diz a profissional.

* Os nomes foram mudados a pedido das entrevistadas 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Propaganda

MULHER

5 aplicativos para paquerar sem sair de casa!

Publicados

em


source

Alto Astral

5 aplicativos para paquerar sem sair de casa!
Reprodução: Alto Astral

5 aplicativos para paquerar sem sair de casa!

Deixando os filmes clichês de comédia romântica de lado e acordando para a realidade, em que o isolamento social ainda está presentes em nossas vidas, a moda agora para conquistar um “mozão” são os aplicativos de paquera, os quais possibilitam que você conheça uma variedade enorme de pessoas, de todos os gostos e personalidades.

De acordo com o Dating.com, site de relacionamento, houve um aumento de 82% no namoro online global em março de 2020, quando as medidas de isolamento foram instauradas em diversos países. Esse dado mostra que sites e aplicativos de paquera se tornaram uma prática cada vez mais corriqueira e acessível para conhecer pessoas de forma mais fácil e, claro, sem sair de casa.

Portanto, se você quer arranjar um “contatinho”, ou até mesmo o amor da sua vida, mas sem colocar os pés para fora de sua residência, confira esses apps para paquerar:

Tinder

O clássico dos aplicativos de namoro não poderia ficar de fora! Criada em 2012, a plataforma combina pessoas, através do famoso match , considerando gostos, preferências e localização.

Todavia, o que atrai as pessoas para o Tinder é a sua gamificação, ou seja, o uso de mecânicas e características de jogos para engajar e motivar comportamentos. Tais ferramentas fazem com que o app seja bastante intuitivo e prático de usar.

Grindr

Criado em 2009, Grindr é um aplicativo voltado para que gays e bissexuais se conheçam. Diferente do Tinder, a geolocalização do aplicativo é mais precisa, dando para ver até mesmo quantos metros de distância a/o paquera está.

Além disso, é possível filtrar por categorias de idade, altura e biótipo, por exemplo. Esse app também possibilita que o usuário não precise esperar a outra pessoa favoritá-lo para abrir o chat: é possível começar um bate-papo a partir da própria tela inicial do aplicativo, assim como criar uma lista de seus contatos favoritos. Versátil, não?

Você viu?

Happn

Sabe aquela paquera platônica no transporte público? Então, se você não teve coragem de pedir o número do indivíduo, pode ser que o Happn seja a melhor opção! A plataforma lançada em 2014 indica quais usuários do app passaram pertinho de você nas últimas horas e disponibiliza fotos do crush para que, assim, você alcance o tão sonhado match – ou crush!

Bumble

Lançado em 2014 assim como o Happn, o app se destaca por deixar a cargo das mulheres a iniciativa para começar um bate-papo – no caso de conexões entre homens e mulheres. A plataforma também possibilita com que você se aprofunde mais nos seus gostos, assim o Bumble costuma indicar sugestões mais certeiras para seus usuários.

O app também oferece opções para quem está em busca de amizades e contatos profissionais. Para encontros é o Bumble Date, para amizades é o Bumble Bff e para network é o Bumble Bizz. Ou seja, não está tão fim de paqueras e sim de amizades? Aposte nessa plataforma!

Wapa

Esse app é o Tinder para mulheres! Elas podem criar perfis para conhecer “minas” com qualquer orientação sexual. Além de fotos e localização, dá para revelar idade, altura e peso. O Wapa, que antes se chamava Brenda, permite o envio de mensagens mesmo para quem não seja seu match .

Buscando ser um lugar mais seguro para mulheres que procuram conhecer outras mulheres, a plataforma, lançada em 2020, conta com algumas regras para evitar a criação de fakes, como a necessidade de fotos próprias sem conotação sexual.

Todos os apps citados estão disponíveis nas versões IOS e Android.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana