TECNOLOGIA

Google é processado por tentar acabar com loja de apps da Samsung

Publicados

em


source
Google é processado nos EUA
Unsplash/Kai Wenzel

Google é processado nos EUA

O Google enfrenta uma nova  ação antitruste nos Estados Unidos, desta vez a respeito de práticas anticompetitivas na sua loja de aplicativos do Android , a Play Store . O processo foi iniciado nesta quarta-feira (7) em um tribunal da Califórnia.

De acordo com o processo, revelado pelo portal The Verge, o Google é acusado de ter tentado “anular preventivamente” a Galaxy Store da Samsung , evitando que ela se tornasse uma concorrente de peso da Play Store. O processo alega, ainda, que o Google pagou desenvolvedores de aplicativos para que eles não burlassem sua loja, o que é uma prática ilegal para controlar a distribuição de apps no Android.

“O Google se sentiu profundamente ameaçado quando a Samsung começou a reformar sua própria loja de aplicativos, a Samsung Galaxy Store”, afirma o processo. A possibilidade de baixar aplicativos em outras lojas é um dos principais argumentos da gigante de tecnologia a favor do Android, já que o sistema operacional concorrente – o iOS , da Apple – permite que apps sejam baixados apenas na App Store . Segundo o processo, esse argumento seria apenas uma “fachada”.

Google tentou derrubar loja da Samsung

No processo, uma série de táticas usadas pelo Google para acabar com a Galaxy Store são descritas. A empresa teria feito acordos de compartilhamento de receita com fabricantes de celulares Android que “proibiam totalmente” a pré-instalação de algumas lojas de apps e fez “uma tentativa direta de pagar a Samsung para abandonar relacionamentos com os principais desenvolvedores e reduzir a concorrência através da Samsung Galaxy Store”.

Além disso, o Google teria pago para que desenvolvedores de aplicativos não colocassem suas aplicações à venda em lojas concorrente. “Para o Google, a competição na distribuição de aplicativos é um vírus a ser eliminado”, diz o processo.

Você viu?

Depois que o processo foi aberto nesta quarta-feira, o diretor sênior de políticas públicas do Google, Wilson White, fez uma publicação do blog da empresa dizendo que a ação é “um processo sem mérito que ignora a abertura do Android”.

“Se você não encontrar o aplicativo que está procurando no Google Play, pode escolher fazer o download do aplicativo em uma loja de aplicativos rival ou diretamente do site de um desenvolvedor. Não impomos as mesmas restrições que outros sistemas operacionais móveis fazem”, escreveu ele. O executivo acrescentou, ainda, que a maioria dos dispositivos Android vem com duas ou mais lojas de apps pré-instaladas.

Comentários Facebook
Propaganda

TECNOLOGIA

Elon Musk diz que irá implantar chips em cérebros de humanos em 2022

Publicados

em


source
Elon Musk
Divulgação

Elon Musk

O bilionário Elon Musk afirmou que sua empresa Neuralink deve começar a implantar chips em cérebros de humanos a partir do ano que vem. O pequeno processador, que vem sendo testado em macacos, permitiria que pessoas com lesões graves na medula espinhal pudessem realizar atividades através do pensamento.

“O chip da Neuralink está funcionando bem em macacos, e na verdade estamos fazendo muitos testes e apenas confirmando que é muito seguro e confiável e que o dispositivo pode ser removido com segurança”, disse Musk na segunda-feira (6), durante entrevista ao vivo ao The Wall Street Journal.

“Esperamos ter isso em nossos primeiros humanos – que serão pessoas com lesões graves na medula espinhal, como tetraplégicos, tetraplégicos – no próximo ano, dependendo da aprovação do FDA”, continuou. O FDA é o órgão estadunidense que regulariza, entre outras coisas, medicamentos.

Na terça-feira (7), Musk voltou a falar sobre o prazo em uma publicação no Twitter. “O progresso será acelerado quando tivermos dispositivos em humanos (difícil ter conversas matizadas com macacos) no próximo ano”, escreveu.

O bilionário é conhecido, porém, por seus prazos exagerados. Em 2019, Musk havia dito que os chips seriam testados em humanos até o final de 2020. Em fevereiro deste ano, ele disse que a tecnologia chegaria a pessoas até o final de 2021.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana