ENTRETENIMENTO

Gkay diz que bancou festa sozinha: ‘Quero que tenham tudo do melhor’

Publicados

em


source
Gkay diz que bancou festa sozinha: 'Quero que tenham tudo do melhor'
Instagram

Gkay diz que bancou festa sozinha: ‘Quero que tenham tudo do melhor’


A festa “Farofa da Gkay”, organizada por Gkay, está dando o que falar com as e a influenciadora, de 29 anos, revelou que pagou tudo sozinha.


Na coluna do jornalista Léo Dia, a artista deu detalhes da organização do evento. “Quem cuida de tudo da Farofa sou eu. Ligo para os cantores, ligo para o povo, vou atrás (…) Penso nas atrações, vejo a lista de convidados; escrevo a lista a mão (…) E as pessoas que convido, são pessoas que gosto, que são importantes na minha vida, ou que admiro de alguma forma. E geralmente são pessoas que gostam de festa, animadas, que sabem se divertir, porque a ideia é causar mesmo. Não adianta vir para a minha festa só para dar close”, contou.

Os gastos também são todos da artista. “Sim, [paguei] tudo. E quero que meus convidados tenham tudo do bom e do melhor: comida, atrações (…) As pessoas têm que se divertir e se sentirem o mais confortável possível. Tanto que pago hotel, coloco todo mundo dentro e digo: ‘Aproveitem aí”, afirmou.

A “Farofa da Gkay” tem duração de três dias e acontece desde 2018. O evento conta a presença de inúmeros famosos, incluindo Fiuk, viih Tube, Lucas Rangel, Lipe Ribeiro e outros. Além das atrações como: Wesley Safadão, Alok, Xand Avião, Léo Santana, É o Tchan, Pedro Sampaio e Zé Felipe.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

André Martinelli sobre psicóloga no “BBB”: “Hoje precisam mais”

Publicados

em


source
André Martinelli relembra de quando participou do
Divulgação

André Martinelli relembra de quando participou do “BBB 13”

Nesta quarta-feira (26), os participantes do “BBB 22” tiveram acesso pela primeira vez ao atendimento da psicóloga do programa. André Martinelli, que participou do “BBB 13” e do “No Limite”, analisa que hoje em dia os brothers estão mais interessados no atendimento psicológico do que quando esteve na casa mais vigiada do país.

“Tinha psicóloga. Eu não cheguei a falar com ela dentro do programa. Acho que teve uma pessoa que fez atendimento. Antigamente não mostrava muito, não tinha tanto atendimento. Hoje, as pessoas estão precisando mais. Tinha médico também e uma vez até chamei. É um atendimento limitado, sem conversa. É sobre sintomas e como resolver”, relembra o modelo em entrevista ao Podmiga.

Além da procura pela psicóloga do programa, o modelo também enxerga outras mudanças na dinâmica do “BBB” com o passar dos anos. Em 2013, quando esteve no reality, as redes sociais não eram tão fortes quanto atualmente e ele diz que essa força da internet acaba impactando também nas proporções do cancelamento dos participantes.

“Hoje em dia a internet movimenta pensamentos. O pensamento de ódio flui mais na internet do que o de amor. A web quer engajar. Tem muita gente disposta a odiar as outras e elas se sentem bem com isso. Mudou muito da minha época [BBB13] para cá. Eu acho muito precoce você julgar uma pessoa em dois dias. É o caso do Rodrigo, que era amado, mas agora as pessoas não querem perto. Porque está com a energia carregada”, diz.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana