POLÍTICA NACIONAL

Frente promove webinar sobre vacinação de crianças e adolescentes

Publicados

em


A Frente Parlamentar do Programa Nacional de Imunizações (PNI) realiza nesta quarta-feira (2) um webinar sobre “Avanços e Desafios na Vacinação das Crianças e Adolescentes no Brasil.”

A iniciativa apóia a campanha de multivacinação do PNI, iniciada em outubro, e é uma  parceria com a Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma).

Neto Talmeli/Prefeitura de Uberaba-MG
Criança é atendida por mulheres em mesa com cartaz de campanha de vacinação
O Programa Nacional de Imunizações foi criado em 1973

O webinar terá moderação do médico e deputado Pedro Westphalen (PP-RS), coordenador da frente. Com duração de duas horas, discutirá temas como a legislação que demanda a apresentação da carteira vacinal atualizada para o retorno às aulas, as estratégias de comunicação com a população para que os pais sintam segurança em procurar as salas de vacinação e o risco da ocorrência de surtos.

Os convidados são:

  •  A representante do Programa Nacional de Imunizações (PNI/MS), Antônia Teixeira;
  • A representante da Confederação Nacional de Municípios, Carla Albert;
  • O assessor do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (CONASS) Nereu Henrique Mansano;
  • Entidades de saúde e médicos parceiros da Interfarma.

O webinar acontece das das 19 horas às 21 horas. A  inscrição é gratuita, com limite de mil participantes

Da Redação – CL

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Após Maia falar com embaixador, governo diz ser “único interlocutor” com a China

Publicados

em


source
Presidente da Câmara%2C Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)

O governo federal disse nesta quarta-feira (20) que é o “único interlocutor” das negociações com a China para a importação dos insumos farmacêuticos para a produção de doses de vacinas contra a Covid-19 no Brasil.

De acordo com nota divulgada pelo Planalto, o Ministério das Relações Exteriores, comandado pelo chanceler Ernesto Araújo , está mantendo as negociações com o governo chinês por meio da embaixada de Pequim.

Ainda de acordo com o comunicado, que é assinado pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República e pelo Ministério das Comunicações, foi realizada nesta quarta uma reunião por videoconferência com o embaixador Yang Wanming.

Você viu?

O encontro virtual contou com a presença dos ministros Eduardo Pazuello (Saúde), Tereza Cristina (Agricultura) e Comunicações (Fábio Faria). Ernesto Araújo, que é o responsável por tratar dos assuntos diplomáticos brasileiros não participou.

A divulgação da nota do governo federal ocorre após o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também se encontrar com Yang Wanming . Nesse encontro, Maia disse que foi informado sobre os motivos para o atraso na importação de insumos para a produção de vacinas, recebendo a garantia de que não se tratam de “obstáculos políticos”, mas por problemas de ordem técnica. 

De acordo com Maia, Wanming disse que trabalharia para acelerar o processo de liberação de substâncias essenciais para a produção dos imunizantes no Brasil. Tanto a CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, quanto a vacina de Oxford/Astrazenica, que será produzida pela Fiocruz, necessitam de matéria-prima chinesa.

Nesta quarta (20), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), também disse que o escritório do governo estadual em Xangai, na China, está negociando a liberação de matéria-prima para a produção da CoronaVac , desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana