POLÍCIA

Força Tática apreende 377 unidades de droga LSD em bairro de Cuiabá

Publicados

em


Uma ação de policiais da 20ª Companhia de Polícia Militar Força Tática de Cuiabá, com apoio do Batalhão Rotam, levou a duas prisões e apreensão de 377 unidades de LSD, droga sintética.

Com valor estimado em quase R$ 38 mil, a droga estava em uma residência do Jardim Industriário II, onde ocorreram as prisões de dois homens, de 23 e 26 anos, no início da noite desta quinta-feira (14.01).

De acordo com a narrativa da equipe de Força Tática, os dois suspeitos manifestaram nervosismo quando perceberam a aproximação da viatura. Tentaram fugir correndo para o quintal de uma casa, resistiram à prisão, mas acabaram sendo contidos.

Além do LSD, os policiais apreenderam 21 porções de cocaína, R$ 570 em dinheiro, telefones celulares. Os presos não revelaram a origem, tampouco a destinação da droga. Eles e todos os materiais apreendidos foram entregues no plantão da Central de Flagrantes do Cisc Verdão.

O LSD é produzido em laboratório e consumido principalmente por pessoas de classes sociais mais altas por causa do seu alto custo. Cada unidade chega a custar mais de R$ 100. Pesquisas apontam que esse é um alucinógeno capaz de alterar a percepção do usuário, fazendo com ouça, sinta e veja coisas e situações que não são reais..

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.  

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

PM desfez mais de 500 aglomerações e dispersou 6.200 pessoas desde o início das medidas restritivas

Publicados

em

Durante o final de semana a Operação Dispersão IV, da Polícia Militar, levou às ruas um reforço de cerca de 700 policiais e 300 viaturas na fiscalização do cumprimento das medidas de restrição à circulação de pessoas nas ruas, funcionamento de estabelecimentos comerciais, entre outras previstas no decreto estadual 836/2021.

De acordo com dados da Superintendência de Planejamento Operacional e Estatísticas (Spoe-MT), entre a noite de sexta-feira (05.08) e a madrugada desta segunda-feira (08.03), foram desfeitas 507 aglomerações e 40 pessoas tiveram que ser conduzidas à delegacias. Quatorze delas por descumprir a restrição de circulação nas ruas, 22 por resistirem à orientação para não permanecer aglomeradas e quatro por descumprir o horário de fechamento de comércio.

Desde a última quarta-feira (03.03), quando começou a Operação Dispersão IV, a PM já desfez 1.300 aglomerações, dispersando mais de 6.200 pessoas. Essas situações resultaram em 130 conduções para delegacias em Mato Grosso. Os policiais também orientaram 16.100 pessoas sobre esse o que estabelece o decreto 836/2021.

Ainda conforme a Spoe-MT, 5.500 pessoas e 450 estabelecimentos comerciais receberam orientações sobre as novas medidas. A PM também notificou 60 pessoas que circulavam fora do horário permitido e orientou 1.750 por não estarem usando máscara de proteção facial.

De acordo com o subchefe de Estado Maior Geral e diretor Operacional da PM, coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva, a PM não vem enfrentando grandes problemas para fazer cumprir as medidas do decreto.

“A população mato-grossense é ordeira, apenas uma pequena parcela descumpre as medidas e, para essa, a PM está presente nas ruas”, observa. Todavia, assinala Pinheiro, a prioridade é a orientar, informar sobre as determinações do decreto e fazer com que a população entenda que a Covid-19, com altos índices de contaminação e de internações hospitalares, exige restrições e o cuidado de todos.

O comandante geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, lembra que o papel da Polícia Militar, instituição que este ano completará 186 anos, é a segurança da população, portanto salvaguardar vidas.

No caso da pandemia, com o número de casos da Covid-19 aumentando e os hospitais lotados, a PM está nas ruas trabalhando para ajudar a derrubar a curva de contaminação e morte pela doença o mais rápido possível para que vidas possam ser preservadas.

Nos casos de aglomerações, festas clandestinas, descumprimento do decreto, entre outros, a população pode acionar o 190 ou denunciar pelo disque-denúncia: 08000.65 3939.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana