POLÍCIA

Fiscalização conjunta combate pesca predatória na Baixada Cuiabana

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Para intensificar a prevenção a ilícitos ambientais, a Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), em conjunto com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), vem realizando várias fiscalizações em diferentes regiões do estado.

Desde a primeira semana de maio, as equipes da Dema e Sema deflagrou as ações de fiscalização na baixada cuiabana, na região de Barão de Melgaço (113 km ao sul da Capital) visando coibir a pesca predatória.

Durante os oito dias de operação foram realizadas abordagens a aproximadamente 100 pessoas. Também foram vistoriadas 12 embarcações e apreendidas três redes de malhas, quatro remos e três canoas de madeiras.

Ao todo, os policiais civis e fiscais confiscaram 48 quilos de pescados irregulares, que depois de periciados, foram doados a instituições filantrópicas por se tratar de produto perecível.

Conforme a delegada titular da Dema, Liliane Murata Costa, os policiais civis continuarão em parceria com outros órgãos, atuando de forma contínua e permanente em defesa da natureza.

“O principal objetivo dessas operações integradas é reprimir as práticas criminosas e condutas que ultrapassam os limites estabelecidos por lei, causando prejuízos e dano ao meio ambiente, que é um bem fundamental à existência humana”, destacou a delegada.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Integrante de associação criminosa envolvida em golpes em diversos estados tem prisão cumprida em MT

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O integrante de uma associação criminosa voltada para golpes de estelionato (golpe do cartão ou golpe do falso motoboy) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil de Mato Grosso, através da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), em apoio a operação “Contragolpe”, deflagrada pela Polícia Civil do estado de Minas Gerais.

O suspeito de 34 anos que já estava preso preventivamente no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) foi preso em flagrante pela DRCI no dia 04 de maio, em um hotel no bairro Altos do Coxipó, em Cuiabá.

Na ocasião, ele foi flagrado com  seis máquinas de cartão cujas transações realizadas ultrapassam o valor de R$61,7 mil, além de aparelhos celulares modernos de alto valor de mercado e acessórios como smarth watch e fone JBL, que eram utilizados na prática do crime.

O novo mandado de prisão contra o investigado é decorrente de uma investigação simultânea realizada pela Polícia Civil de Minas Gerais, na qual foi evidenciado o envolvimento do suspeito com uma organização criminosa que movimenta milhões de reais por meio do golpe.

Segundo as investigações, o grupo criminoso agia em nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso, Rio Grande do Sul e São Paulo.

O investigado preso em Cuiabá era responsável por viajar até as cidades das vítimas, buscando os cartões nas residências delas, sacando o dinheiro em terminais de autoatendimento bancários, realizando empréstimos e passando os cartões em máquinas de cartão de crédito, repassando posteriormente os valores aos líderes da organização e tirando proveito da prática delitiva.

Segundo o delegado da DRCI, Ruy Guilherme Peral da Silva, a ordem de prisão contra o suspeito expedida com base nas investigações da Polícia Civil de Minas Gerais foi cumprida na manhã desta sexta-feira (18) pela equipe da DRCI,

“É importante destacar que suspeito ainda, estava preso por força de mandado de prisão preventiva representado pela DRCI e agora, novamente evidenciada o seu envolvimento nos golpes, está preso por força de dois mandados de prisão”, explicou o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana