cultura

Filme cuiabano irá homenagear vítimas da pandemia

Familiares podem ceder fotografias que vão figurar nos créditos finais da produção

Publicados

em

Vera Capilé e Romeu Benedicto são os protagonistas da ficção

Ambientado na Cuiabá contemporânea, o curta-metragem “Fraternal” irá prestar uma homenagem a vítimas reais da covid-19. Durante os créditos finais da produção, serão exibidas fotografias de pessoas que faleceram em decorrência da pandemia. As pessoas podem encaminhar imagens de seus respectivos entes queridos até o dia 30 de setembro.

Dirigido por Túlio Paniago e produzido pela Terra do Sol Filmes, o projeto audiovisual foi um dos contemplados pelo edital da Lei Federal Aldir Blanc em Cuiabá, executado pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer e com apoio do Conselho Municipal de Política Cultural.

Kelvem Queiroz preparando a iluminação de uma das cenas

O curta está na etapa de pós-produção e o lançamento está previsto para o final deste ano. Portanto, quem quiser ter um familiar entre os homenageados, basta enviar uma foto acompanhada das respectivas datas de nascimento e falecimento da vítima. Os arquivos podem ser encaminhados via email ([email protected]), Instagram (@fraternal.curta) ou WhatsApp (65 99349-8003).

“É uma maneira de cristalizar a memória dos que partiram e também marca uma posição junto aos que ficam, até porque milhares de mortes poderiam ter sido evitadas caso o país tivesse assumido uma política efetiva de controle e prevenção”, avalia o diretor Túlio Paniago. 

Equipe do filme Fraternal

As fotografias cedidas também irão compor um mural na página do Instagram do projeto. “É tudo muito recente, uma ferida ainda aberta para as famílias que perderam alguém. A memória e o luto devem ser tratados com extremo respeito e é nesse sentido que a gente pretende fazer esta homenagem”, explica o produtor executivo Leonardo Sant’Ana. 

Fraternal é um drama familiar protagonizado por Célia (Vera Capilé) e Luiz (Romeu Benedicto), respectivamente mãe e filho. Confinados em casa durante a pandemia, eles vivem cada vez mais isolados socialmente e próximos entre si. Esta premissa simples sustenta uma história inusitada e comovente vivida por dois complexos personagens em um contexto pandêmico que os desestabiliza.

Por isso, além da homenagem em si, a opção pelas fotografias de pessoas reais também se justifica do ponto de vista artístico. “Aproxima a dramaturgia ficcional de um certo caráter documental. Compartilho da ideia de que todo filme é um documentário, pois mesmo as ficções, em muitos aspectos, documentam o período em que foram criadas”, complementa Túlio.

Ficha técnica:

Diretor/Roteirista/Assessor de Imprensa: Túlio Paniago

Produtor Executivo/Assistente de Direção/Doctor Script: Leonardo Sant’Ana

Diretora de Produção: Anna Magalhães

Diretor de Fotografia: Kelven Queiroz

Diretora de Arte: Giulia Costa

Produtora: Andressa Mendes 

Preparadora de Elenco: Tatiana Horevicht

Editor/Montador/Colorista: Marcelo Sant’Anna

Continuista: Isabela Venâncio 

Som Direto: Décio Soares

Trilha Sonora / Editor de Áudio: Eduardo Lehr

Assistente de Arte e Figurino: Thaís Diniz

Maquiadora: Karla Marinho

Assistente de Câmera: Ederson Lucas

Maquinista: Edson Jesus da Costa 

Eletricista: Jailço Lima

Motorista/Assistente: Eder Mariano

Prestação de Contas: José Paulo Traven

 

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Secretaria de Cultura relembra carnaval de rua e levará blocos para o Beco do Candeeiro

Publicados

em

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer realiza nesta quinta-feira (16), a partir das 19h em mais uma edição do projeto Arte no Beco, um evento para relembrar a saudade dos carnavais de rua e contar um pouco da história dessa tradição em Cuiabá. A festa Blocos no Beco vai apresentar a nova Liga dos Blocos Carnavalescos de Cuiabá, coroar os reis e rainhas de 2021, além de contar com desfile de fantasias confeccionadas por projetos aprovados em edital municipal com recurso da Lei Federal Aldir Blanc, apresentação da bateria Samba in Bloco e demais atrações. O evento é gratuito e segue as medidas de biossegurança.

O Beco do Candeeiro foi restaurado e entregue pelo prefeito Emanuel Pinheiro para a população no dia 14 de maio. Desde então, a programação de atividades na rua também chamada de 27 de dezembro vem sendo construída coem parceria entre as Secretarias da administração municipal, encabeçada pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer.

“A restauração do Beco do Candeeiro tem proporcionado um resgate da cuiabania e da memória da cidade sem precedentes. A cada evento realizado me sinto muito feliz como gestor que devolveu para a gente de Cuiabá esse espaço de pertencimento tão importante”, disse o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro.

Nesta quinta-feira (16), os blocos tradicionais de Cuiabá apresentam a preparação para uma das mais tradicionais festas de rua do Brasil e também com muito história em Cuiabá, que o Carnaval. Na ocasião será lançada a Liga Recreativa e Cultural de Blocos Carnavalescos e Escolas de Samba de Cuiabá, composta por: GRES Tradição, Unidos do Araés, Boca Suja, Império de Casa Nova, Melados, Unidos do Pedregal, Divas Cuiabanas, Explosão do Samba e Bloco Mara.

“A cada semana um evento diferente e todos tem espaço no Beco do Candeeiro, lugar democrático, histórico, de uma importância imensa para a cultura cuiabana e agora o local para relembrarmos o carnaval de rua, que sei que todos sentem saudades. Mais do que só festejar, também queremos reconhecer todo o estudo, dedicação das pessoas que trabalham durante todo o ano para organizar este momento de alegria e pura arte”, disse a secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Rabello Leite Jacob.

A criação da Liga tem por objetivo a união dos blocos e escolas de samba da capital para a construção de um carnaval cada vez mais organizado, incentivando a construção cultural em torno da festa e apresentando para a sociedade a história dessas movimentações culturais, dessas escolas e blocos e como elas transformam a realidade comunidades, como se integram a comunidade e se entrelaçam com a identidade local.

O espaço Cultural Celso Nazário, aprovado em edital de Subsídio, lançado pela Prefeitura de Cuiabá em 2020, por meio da Secretaria de Cultura, com recurso da Lei Federal Aldir Blanc apresenta o resultado do curso de confecção de adereços carnavalescos pra o enredo de 2021 do bloco Tradição do Araés. O projeto do curso e a manutenção do bloco em questão foram aprovados em edital de Fomento e Subsídio, respectivamente.

Na programação do evento também consta coroação do rei Momo e Rainha 2021, Rei e Rainha Gay 2021, desfile de fantasias, lançamento de pesquisa de enredo realizado pelo bloco Tradição do Araés, Encontro de Rainhas de Bateria e apresentação musical do grupo Raízes do Samba e da bateria Samba in Bloco.

Toda a programação no Beco do Candeeiro é realizada com entrada franca e respeitando as medidas de biossegurança em decorrência da pandemia da COVID-19, como uso obrigatório de máscara e disponibilização de álcool 70%.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana