POLÍTICA NACIONAL

Filhos de Bolsonaro tentam manter Weintraub e reforçam apoio após ação da PF

Publicado


source
Jair Bolsonaro e Abraham Weintraub
Marcos Corrêa/PR

Jair Bolsonaro e Abraham Weintraub

Os filhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) são favoráveis à permanência do ministro da Educação Abraham Weintraub na pasta, segundo informou nesta terça-feira (16) o jornal Folha de S. Paulo . Weintraub corre risco de ser demitido ou levado para outro cargo no governo.

Leia também:

Weintraub é um dos representantes da ala ideológica do governo, da qual os filhos do presidente também são alinhados. O ministro é alvo de um inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) e tirá-lo do cargo aliviaria as tensões entre o Planalto e a corte.

Contudo, o  mandado de busca e apreensão contra bolsonaristas na manhã desta terça-feira (16), determinado pelo STF, fez com que os filhos de Bolsonaro aumentassem sua pressão para manter Weintraub na Educação.

A ala ideológica enxerga que a possível demissão de Weintraub seria ceder simbolicamente para o STF e, dessa forma, defende sua permanência.

Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) chegou a compartilhar uma publicação do deputado Daniel Silveiro (PSL-RJ), que foi alvo da operação desta manhã, em apoio a Weintraub .

Eduardo Bolsonaro compartilhou mensagem de apoio a Weintraub
Reprodução/Twitter

Eduardo Bolsonaro compartilhou mensagem de apoio a Weintraub

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

“Vamos corrigir erros do Covas” na Educação durante a pandemia, diz Boulos

Publicado


source
Guilherme Boulos (PSOL) em entrevista ao programa Roda Viva%2C da TV Cultura
Reprodução/Roda Viva/TV Cultura

Guilherme Boulos (PSOL) em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura

O candidato à Prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) criticou durante entrevista ao programa Roda Viva , da TV Cultura, nesta segunda-feira (23) as decisões do atual prefeito Bruno Covas (PSDB) na condução da Educação durante a pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

“Nós vamos ter que corrigir os erros do Covas. Vamos dar acesso à internet aos alunos”, afirmou o candidato socialista ao comentar a decisão da gestão municipal de manter os alunos em casa sem considerar se todos tinham condições tecnológicas para continuar estudando.

De acordo com o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), a decisão que ele vai tomar será com base nas decisões de especialistas.

“Eu não sou médico e não tenho condições de dizer se estamos em uma segunda onda ou não. Hoje tem um monte de gente falando isso sem ter registro no CRM (Conselho Regional de Medicina), coisa que o [João] Doria e o [Jair] Bolsonaro estão fazendo”, disse Boulos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana