BRASIL E MUNDO

Filho de Anthony Garotinho, deputado federal testa positivo para Covid-19

Publicado


source
Deputado confirmou que está com coronavírus
Instagram

Deputado confirmou que está com coronavírus

O deputado federal Wladimir Garotinho (PSD), que é filho dos ex-governadores Anthony e Rosinha Garotinho e irmão da deputada federal Clarissa Garotinho, divulgou, neste domingo, em sua página no Facebook, que ele e a esposa testaram positivo para a COVID-19 .

De acordo com a publicação, o casal está medicado e em casa. “Queridos amigos, após vários dias de sintomas eu e minha esposa testamos positivo para COVID 19. Estamos em casa, medicados e faremos os exames complementares. Não descuidem, proteja quem você ama”, escreveu o político. 

Wladimir, que tem 35 anos, foi eleito para representar o estado do Rio de Janeiro no Congresso Nacional em 2018, quando recebeu 39.398 votos.

Também teve recorde de votos em sua cidade natal, Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Na localidade, aliás, já foram confirmados pela prefeitura 1.521 casos do novo coronavírus e 94 pessoas morreram.

Comentários Facebook
publicidade

BRASIL E MUNDO

Sete trabalhadores são resgatados em condição de escravidão na Aeronáutica

Publicado


source
Funcionários foram resgatados em condição de escravidão em Anápolis
Folhapress/Reprodução

Funcionários foram resgatados em condição de escravidão em Anápolis

Sete trabalhadores responsáveis pela construção de um hangar de uma da Aeronáutica em Anápolis (GO) foram resgatados em condições análogas à escravidão por grupo que inclui auditores fiscais do trabalho e MPT (Ministério Público do Trabalho). As informações são da Folhapress .

Os operários atuavam para uma empreiteira contratada pela Força Aérea para erguer uma estrutura metálica na Base Aérea de Anápolis (GO), a 150 quilômetros de Brasília.

Os trabalhadores moravam em um alojamento que fica a quatro quilômetros da base aérea. Eles faziam o serviço diariamente, inclusive aos sábados, domingos e feriados com frequência.

Na casa onde foram instalados, os auditores fiscais e procuradores do trabalho encontraram falta de condições mínimas de acomodação e de higiene, além da falta de comida.

Os documentos da fiscalização feita registram que os operários, levados de outros estados para a cidade em Goiás, tiveram de recorrer à fritura de formigas tanajuras para matar a fome.

O MPT (Ministério Público do Trabalho) ajuizou uma ação na Justiça do Trabalho pedindo a rescisão de contratos e o pagamento das verbas rescisórias, em caráter liminar (decisão provisória).

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana