BRASIL E MUNDO

Filha de Queiroz é nomeada para cargo no Rio e exonerada após dois dias

Publicados

em


source
Evelyn e Fabrício Queiroz, ex-assessores de Flávio Bolsonaro, são investigados no caso das rachadinhas
Reprodução

Evelyn e Fabrício Queiroz, ex-assessores de Flávio Bolsonaro, são investigados no caso das rachadinhas

Evelyn Melo de Queiroz, uma das filhas de  Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) investigado no caso das rachadinhas da Alerj , foi nomeada para um cargo no Governo do Estado do Rio e exonerada dois dias depois.

Também ex-assessora do então deputado Flávio Bolsonaro e investigada nas rachadinhas, a filha de Queiroz foi nomeada no dia 12 para exercer o cargo de Secretário II, na Secretaria de Estado da Casa Civil, e receberia um salário de R$ 2,4 mil. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do dia 13, mas no dia seguinte foi publicado um pedido para que a nomeação seja tornada sem efeito.

Em nota, o governo do estado disse que o secretário da Casa Civil, Nicola Miccione, recebeu currículos para possíveis nomeações na estrutura estadual.

“Alguns nomes foram entrevistados pelo subsecretário de Administração e, sem que tivesse sido previamente avaliado pelo GSI, a nomeação foi publicada no Diário Oficial. Antes mesmo de tomar posse, o secretário determinou, após ser identificada a vinculação de parentesco, tornar sem efeito a nomeação”, afirmou o governo em nota.

A defesa de Fabrício Queiroz não se manifestou sobre o caso. Na última semana, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi fotografado dentro de um carro na sede do governo do Estado do Rio, o Palácio Guanabara, na última quarta-feira .

Você viu?

Evelyn Queiroz , assim como o pai, foi denunciada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro no caso das rachadinhas no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio. Após a irmã Nathalia ser exonerada do cargo, Evelyn assumiu a função na equipe do filho do presidente Jair Bolsonaro , hoje senador.

Ministros da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiram em fevereiro anular a quebra de sigilo fiscal e bancário de Flávio no caso das “rachadinhas”. As decisões anuladas tinham sido autorizadas em 2019 pelo juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal, do Tribunal de Justiça (TJ) do Rio, e se estendiam a cerca de cem pessoas e empresas suspeitas de envolvimento no esquema de desvio de recursos do gabinete de Flávio na Alerj.

Declarada nula, a decisão pode impactar outros procedimentos utilizados pelo Ministério Público (MP) do Rio na investigação sobre a devolução de salários de ex-funcionários de Flávio, que resultou em denúncia oferecida contra o político e outras 16 pessoas em outubro do ano passado. A quebra de sigilo colheu informações que serviram como base para a autorização de outras diligências relevantes para o caso.

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Crianças são resgatadas no mar Mediterrâneo; grupo tentava migrar para Espanha

Publicados

em


source
Guarda Civil resgatou crianças no mar em operação para devolver imigrantes marroquinos
Guarda Civil/Reprodução

Guarda Civil resgatou crianças no mar em operação para devolver imigrantes marroquinos

Fotografias que mostram o momento em que socorristas resgatam um bebê e outras crianças no mar foram divulgadas pela Guarda Civil da Espanha nesta terça-feira (18). O registro do resgate é de uma operação para enviar de volta ao Marrocos milhares de pessoas que tentavam migrar, a nado, ao enclave espanhol de Ceuta. As informações são do  G1. 

Segundo com a Guarda Civil, socorristas da Cruz Vermelha participaram da operação que resgatou crianças das águas no estreito de Gibraltar , que liga o Oceano Atlântico ao Mar Mediterrâneo e separa a África da Europa. Todas foram entregues às suas famílias. 

Cruz Vermelha participou da operação da Guarda Civil espanhola
Guarda Civil/Reprodução

Cruz Vermelha participou da operação da Guarda Civil espanhola

Os últimos dados indicam que cerca de 8 mil imigrantes tentaram passar do Marrocos para o território espanhol de Ceuta. Em torno de 4 mil pessoas foram devolvidas ao território marroquino.

Fernando Grande-Marlaska, ministro do Interior da Espanha, afirmou que embora “seja muito cedo para determinar o número de menores de idade”, recebeu a informação sobre a chegada de 1,5 mil, que “devem passar pelos exames correspondentes para determinar” quantos anos tinham.

Por causa da crise migratória, com números de chegadas recordes, o primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou o cancelamento de uma viagem programada a Paris e anunciou que fará um pronunciamento após a reunião do conselho de ministros de terça-feira.

Criança resgatada no mar pela Guarda Civil da Espanha
Guarda Civil/Reprodução

Criança resgatada no mar pela Guarda Civil da Espanha

“Minha prioridade neste momento é devolver a normalidade a Ceuta. Seus cidadãos e cidadãs devem saber que contam com o apoio absoluto do governo da Espanha”, escreveu o chefe de governo em uma rede social.

Em um momento de tensão entre Rabat e Madri , outros 300 migrantes tentaram saltar durante a madrugada de terça-feira a cerca na fronteira que protege o outro território espanhol no norte de Marrocos, a cidade de Melilla , informaram as autoridades locais.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana