AGRO & NEGÓCIO

Festa Junina em casa: veja maneiras saudáveis de consumir alimentos típicos

Para aqueles que querem aproveitar os alimentos típicos das festas juninas, sem descuidar da saúde, a nutricionista separou algumas dicas de benefícios e de como consumir.

Publicado

Por Luciane Mildenberger

As festas juninas este ano sofreram restrições devido ao isolamento social, mas nada impede que as famílias comemorem em casa a data tão esperada por todos, com os produtos típicos da época.

Segundo a nutricionista do Fort Atacadista, Glaucia Stasiak, é possível pensar em quitutes saborosos e saudáveis sem comprometer a dieta, já que a época é marcada por alimentos típicos, em geral, à base de milho, amendoim, coco, batata-doce, mandioca, pinhão e bebidas quentes, como vinho e o quentão feito de cachaça e gengibre. “Podemos reduzir ou trocar alguns ingredientes sem perder o sabor do momento”, frisa.

A nutricionista diz que diminuir a quantidade de açúcar, gordura e sal das preparações e dar preferência aos ingredientes in natura ou minimamente processados auxilia na melhor absorção. “Outra importante dica é comer devagar, dessa forma o organismo dará sinais mais claros de estar saciado”, orienta.

Para aqueles que querem aproveitar os alimentos típicos das festas juninas, sem descuidar da saúde, a nutricionista separou algumas dicas de benefícios e de como consumir.

O milho verde, um dos produtos mais utilizados pela culinária, possui carboidrato com muita fibra, mas deverá ser consumido com pouco sal e sem manteiga. O cuscuz é um dos pratos queridinhos das festas juninas. Neste caso, a versão preparada com legumes, ovos e atum pode ser uma boa escolha.

Compondo a mesa de delícias, vem a batata doce, rica em carboidratos e vitaminas, podendo ser cozida ou assada. E as receitas com leite de coco também são bem-vindas. “Esse ingrediente é muito rico em ácido láurico, que combate o colesterol ruim, afasta inflamações e contribui na manutenção do peso”, comenta Glaucia.

Outro alimento bastante procurado para os arraiais é o amendoim, considerado calórico, mas que contém gordura boa. A indicação é dar preferência aos torrados em casa e com casca, pois os industrializados possuem muito sódio.

Já o pinhão, rico em fibras e minerais, possui gorduras boas como o Ômega 6 e 9, além de ter em sua composição um ácido chamado pinoleico que atua como inibidor de apetite. “É importante dar preferência na versão cozida em água”, ressalta.

“O importante  é  ter em mente que o consumo exagerado de alimentos sempre trará resultados negativos para a saúde, por isso consuma de forma moderada e mantenha seu corpo hidratado”, alerta a nutricionista.

Quanto às bebidas, o vinho é recomendado. “O consumo moderado faz bem ao coração, além disso, é rico em flavonóides e resveratrol, antioxidantes que combatem os radicais livres”, finaliza.

A linha MaCool, por exemplo, é exclusividade do Fort Atacadista e está com valores promocionais em sua lâmina digital, com pagamento facilitado em até 4 vezes sem juros, pelo Vuon Card, até o dia 31 de agosto.

Todos os produtos típicos das festas juninas podem ser encontrados nas lojas da rede Fort Atacadista em Cuiabá, nas avenidas Miguel Sutil e Fernando Corrêa da Costa, e em Várzea Grande, na avenida da FEB.

Comentários Facebook
publicidade

AGRO & NEGÓCIO

ETANOL/CEPEA: Hidratado segue em valorização no spot paulista

Publicado


Cepea, 20/10/2020 – Os valores dos etanóis hidratado e anidro subiram no mercado spot paulista por mais uma semana. De acordo com pesquisadores do Cepea, o impulso veio da maior demanda, devido à flexibilização das medidas impostas para conter a disseminação do coronavírus e ao consequente aquecimento gradativo da economia. Além disso, muitas distribuidoras tiveram necessidade de reabastecimento após o feriado prolongado da última semana, quando a movimentação nas estradas é maior. Agentes de usinas, por sua vez, ofertaram etanol a valores mais altos. Assim, de 13 a 16 de outubro, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado fechou a R$ 2,0149/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), forte alta de 6,36% em relação à semana anterior. Para o Indicador CEPEA/ESALQ do anidro, a média foi de R$ 2,3149/litro (sem PIS/Cofins), elevação de 4,15% na mesma comparação. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana