cultura

Férias no Museu oferece oficinas para crianças durante o mês de julho

Publicados

em

O Museu de Arte Sacra de Mato Grosso realiza durante o mês de julho o “Férias no Museu”, que conta com uma programação especial voltada para crianças acima de 06 anos de idade. A ação tem o intuito de incentivar a construção do conhecimento de forma lúdica, momentos de vivência e interação com o museu e com a história e memória regional.

Serão realizadas atividades de vivência cultural e educativa: desenho à mão livre (17.07), oficina de danças urbanas (18.07), oficina de teatro (18.07), oficina de relicário (24.07) e contação de história (25.07). As atividades serão presenciais.

Para se inscrever, basta acessar a plataforma Sympla onde haverá a chamada da Férias no Museu com o link e a programação completa. Para mais informações, é só ligar no telefone do Museu de Arte Sacra de Mato Grosso (65) 3056-1373 ou (65) 99965-0319 Whatsapp.

Programação

Desenho à mão livre: será uma oficina introdutória, de cunho prático e analítico por meio da observação das formas naturais e artificiais (criadas por mãos humanas). A atividade visa a conscientização e o estímulo à livre expressão tanto na forma bi quanto na tridimensional, empregando os materiais e técnicas de expressão e representação.

A atividade será ministrada no sábado (17.07), das 13h30 às 17h, pelo arquiteto urbanista Carlos Pina, para crianças a partir de 12 anos.

A inscrição tem um custo de R$10,00, referente ao material que será usado. Para se inscrever, clique aqui.

Oficina de danças urbanas: nesta oficina as crianças aprenderão passos básicos de hip hop, breaking dance e outras danças, em uma aula super divertida, dinâmica e estilosa. Não precisa saber dançar, e tudo bem se tiver vergonha. A oficina é voltada para crianças entre 07 e 10 anos, que possuem pouca ou nenhuma experiência.

A oficina ocorre no domingo (18.07), com início às 08h30 e será ministrada por Matheus de Luca. É recomendado o uso de roupas confortáveis, de preferência calças, shorts e camisas que não limitem o movimento. A inscrição é gratuita e pode ser feita aqui.

Oficina de teatro: com exercícios de mímica e interpretação, as crianças aprendem brincando e se divertem teatrando. Nesta aula não precisa de experiência teatral, até o mais tímido encontra o seu lugar na oficina potencializando diferentes formas de comunicação. A atividade é voltada para crianças de 07 a 10 anos de idade.

A oficina será ministrada no domingo (18.07), às 10h30, pelo instrutor Matheus de Luca. É recomendado o uso de roupas confortáveis, de preferência calças, shorts e camisas que não limitem o movimento. Clique aqui para se inscrever.

Oficina de relicário: tem como objetivo mostrar ao público a diversidade religiosa, despertar o respeito pelas diferentes crenças que existe na sociedade brasileira, compreender e valorizar.

A oficina será realizada no sábado (24.07), às 9h30, pelo instrutor Marcos Gontijo. A atividade é direcionada a crianças de 08 a 12 anos. Inscreva-se aqui.

Contação de história: Glizélda Almeida será a responsável por apresentar a história “O menino Nito”, da autora Sonia Rosa e ilustrada por Victor Tavares. Glizélda irá contar em detalhes a história de Nito, que aborda uma questão que já foi tabu para o gênero masculino: homem chora ou não? Tal história é excelente para ampliar os horizontes de pequenos e grandões que por vezes absorvem regras que acham incontestáveis.

A atividade será no domingo (25.07), às 15h, para crianças de 06 a 08 anos. As vagas são limitadas e a oficina é gratuita. Inscreva-se aqui.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

cultura

Projeto convida população a participar de lives sobre cultura popular cuiabana

Publicados

em

Com a conclusão da primeira etapa, o projeto “Quintais da Cultura Popular Cuiabana” entra na segunda fase de trabalho, que será a realização de lives com equipe de pesquisadores, comunidades e lideranças comunitárias. As transmissões ocorrem nos dias 3 e 17 de agosto, e 21 de setembro, às 19h30, via página do Facebook do Instituto INCA – Inclusão, Cidadania e Ação.

As lives serão abertas ao público em geral, que poderá participar enviando perguntas durante a transmissão. O projeto propõe a participação pública, afim de que a população conheça e reconheça a importância de salvaguardar esses locais, os quintais da cultura cuiabana, para que eles consigam ser sustentáveis.

A ação antecipa as discussões que serão levadas ao Fórum de Políticas Públicas, a ser realizado no dia 16 de outubro. O fórum reunirá entidades governamentais e organizações sociais, com palestras sobre Patrimônio Cultural e Economia Criativa, com a finalidade de propor políticas públicas para o setor.

Quintais da Cultura

O projeto “Quintais da Cultura Popular Cuiabana” tem como objetivo realizar um mapeamento diagnóstico e inventário de 10 quintais que preservam a cultura popular da cidade de Cuiabá, incluindo a região urbana e rural. Além de registrar a variedade de saberes, ofícios e celebrações que existem nos quintais cuiabanos.

“A proposta é divulgar e reconhecê-los como território criativo, além de reativar quintais sem atividade e estimular a participação da comunidade, sobretudo os mais jovens, realizando ações de formação e engajamento”, diz a presidente do Instituto INCA, Cybele Bussiki.

O projeto é realizado pelo Instituto INCA – Inclusão, Cidadania e Ação, patrocinado pelo Governo do Estado de Mato Grosso por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), via emenda parlamentar do deputado estadual Dilmar Dal Bosco, e conta com o apoio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e parceria do grupo Caleidoscópio da UFMT.

Serviço

Quintais da Cultura Popular Cuiabana – Lives

Data: 03 e 17 de agosto, e 21 de setembro

Horário: 19h30

Local: transmissão via página do Facebook do Instituto INCA

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana