ENTRETENIMENTO

Felipe Neto dá sugestão a quem foi tratado com cloroquina: “Processe Bolsonaro”

Publicados

em


source
Bolsonaro e Felipe Neto
Reprodução/Instagram

Bolsonaro e Felipe Neto

Felipe Neto  sugeriu que pessoas que foram internadas por  Covid-19 e tratadas com cloroquina processem Jair Bolsonaro (sem partido). A declaração do youtuber veio à tona após um relatório do Ministério da Saúde contraindicar o uso do medicamente no tratamento do novo coronavírus (Sars-coV-2) . “Eu acho (só acho) que todo mundo que tem um parente que foi tratado com cloroquina e veio a óbito deveria processar o presidente da República”, declarou o criador do conteúdo.

Neste novo parecer técnico, a Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde) —órgão vinculado ao  Ministério da Saúde e que tem o objetivo de assessorar a pasta— contraindica o uso de cloroquina, hidroxicloroquina, azitromicina, remdesivir e ivermectina para tratar pacientes internados com Covid-19 .

Esse é o primeiro relatório da Conitec contrário ao uso desses medicamentos desde o início da pandemia. Até então, o Ministério da Saúde tinha um protocolo com “orientações” sobre o uso de cloroquina e outros medicamentos no tratamento precoce da Covid-19, assinado pelo então ministro Eduardo Pazuello. A recusa em assinar o protocolo levou às demissões de Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich da pasta. 


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Repórter da Globo atacada por Bolsonaro é alvo de notícia falsa

Publicados

em


source
Laurene Santos
Reprodução Instagram

Laurene Santos

Laurene Santos, a repórter da TV Vanguarda, afiliada da Globo, que foi atacada por Jair Bolsonaro durante uma entrevista, nesta segunda-feira, vem sendo alvo de fake news. Após incomodar o presidente da República com suas perguntas sobre o uso de máscara, começaram a circular, pelas redes sociais, fotos onde Laurene também aparece sem usar máscaras de proteção.

As fotos, no entanto, eram de antes da pandemia e a repórter decidiu explicar que vem sendo alvo de notícias falsas em suas contas nas redes. “Atenção: Esta foto está sendo compartilhada nas redes sociais com uma informação falsa. O registro foi feito antes da pandemia, na cidade de Aparecida. Aproveito para reiterar meu respeito às inúmeras manifestações de apoio”, escreveu ela.

A repórter recebeu apoio na web após um vídeo, no qual o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) manda a jornalista “calar a boca”, viralizar  nas redes sociais. Nas imagens, o político vai ficando irritado após a jornalista questioná-lo por não usar máscara em Guaratinguetá, São Paulo.

Tudo começou quando o chefe do executivo resolveu acompanhar a cerimônia de formatura da Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR). Ao chegar no local, cumprimentou e abraçou apoiadores que se aglomeraram na região. O presidente não usava máscara à situação. 

Após o evento, Bolsonaro foi questionado sobre não estar usando máscara e sobre ter sido multado pelo governo de São Paulo por não usar o equipamento de proteção em 12 de junho. “Olha, eu chego como eu quiser, onde eu quiser, eu cuido da minha vida. Se você não quiser usar máscara, não use. Agora, tudo o que eu falei sobre Covid, infelizmente, para vocês, deu certo”, disse Bolsonaro. 

Durante conversa com imprensa, Bolsonaro voltou a defender o tratamento precoce, que é o uso de medicamentos sem eficácia comprovada.  “Parem de tocar no assunto. [Presidente tira a máscara] Você quer botar… Me bota agora… Vai botar agora… Estou sem máscara em Guaratinguetá. Está feliz agora? Você está feliz agora? Essa Globo é uma merda de imprensa. Vocês são uma porcaria de imprensa”, disse o presidente.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana